Vórtice da Perspectiva Total

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

O vórtice da perspetiva total é uma das piores, senão a pior, coisa no universo esta máquina mostra a totalidade do universo apartir de um pedaço de pão de ló, que foi criado quando a mulher de um cientista reclamava pois ele estava gastando muito tempo, examinando um simples pão-de-ló e não queria fazer sexo com ela, e então depois da mulher dele encher muito o saco, ele inventou o vórtice da perspetiva total que mostrava o universo dentro de um pontinho infinitamente pequeno dentro de outro pontinho fodasticamente pequeno que tem uma seta também infinitamente pequena dizendo "Você está aqui", e depois da mulher dele entrar no vórtice, o mesmo acabou transformando o cérebro dela em pudim.

História[editar]

Um homem após entrar no vórtice.

O vórtice da perspetiva total foi criado por um cientista insano que, planejava dominar o mundo usando canudinhos, porém esse plano não deu certo, então ele criou o vórtice quando viu Chico Science no mangue, montanha no Pernambuco do sul, e então cansado da.mulher encher o saco dizendo coisas tipo: "Você está dedicando muito tempo nesse pão de ló", "Vai cuidar dos nossos filhos", ele montou o vórtice para se vingar da mulher, mais não matar, porém somente o mais importante do universo sobreviveu, esse cara era o Zaphod, quando entrou no vórtice e saiu ileso, pois ele estava em um universo alternativo criado especialmente para ele,quando fosse capturado pelas naves Frogstar, que levantaram o prédio da editora do guia, e foi para o planeta Frogstar B, o pior planeta do universo, pois era somente ruinas do que já foi uma cidade, então quando Zaphod desce o prédio, que foi jogado no planeta, ele corta a mão em um pedaço de uma janela, e então foi para o vórtice e surpreendente sobreviveu, e então encontrou uma nave com velhos barbudos, que haviam sido jovens, gritando e reclamando, em vão pois os robôs da nave estavam cagando e andando, mais ai já são outros quinhentos.

Ver Também[editar]