Valáquia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Drácula.jpg
ESTE ARTIGO VEIO DA ROMÊNIA!

No topo de todas suas aldeias há um castelo mal-assombrado pelo Drácula, seus habitantes sabem fazer ginástica e comem estrogonofe de fígado. Acredite ou não, também somos latinos.

Se vandalizar, um vampiro vai te morder!
Nadia comaneci.jpg

Valáquia é a região da atual Romênia que não virou Bulgária, nem Turquia, tampouco Hungria. Continuou como Romênia, mas não possui vampiros (com excessão da região de Bucareste) e são formada por gente que diariamente tem que lutar contra bestialidades e por isso são totalmente acostumadas a combater monstros, vampiros e essas coisas.

[editar] História

Traje típico de uma valáquiana.

A Valáquia durante muito tempo não passou de um posto avançado romano, que em sua tentativa frustrada de tentar conquistar o mundo, quebrava o pau comnações como o Império Bizantino e Império Otomano na Romênia mesmo, porque guerrear em Roma não ficava legalinimigos mortais dos turcos.

Valáquia foi um território de todos. Todo mundo já passou por ali, por isso é uma região vivida e um paraíso para arqueólogos que se encantam em cavar no barro da nação. Durante sua história teve guerra dos miceus, peceus, romanos, nuros, enfim todo mundo queria fazer a festa em Valáquia na antiguidade.

Somente quando Vlad III, o Empalador conquistou o que conhecemos hoje como Romênia é que o leste europeu começou a tomar forma, visto que o Império Vampiresco da Romênia era muito forte e os refugiados que queriam proteger seus pescoços foram fundando nações como Bulgária, Macedônia e Moldávia, todas protegidas pelo Tratado de não Comilança de Pescoços não-romenos instituido pela ONU para organizar a quem drácula e seus comandados poderiam comer (beber).

A Valáquia em tese formaria um país independente, mas seu povo muito arregado às raízes de seu solo romeno (improdutivo) insistiram em continuar sendo um glorioso território romeno com vampiro e tudo.

A nação dos vampiros, moderna, durante a Segunda Guerra Mundial, não deixou aquela sanguinolência que estava rolando na Europa de lado. Formou com antigos amigos o Império Austro-Húngaro e chuparam muito sangue naquela época.

Depois que enjoaram da guerra e ela terminou, a Valáquia continuou como Romênia e disputa diariamente (noturnamente) com a Transilvânia a vida.

Nadia Comaneci, a heroína romena é ídolo em Valáquia (a mulher que mais fugiu de vampiros na história), Valáquia é o reduto dos heróis romenos e caçadores de vampiros.

[editar] Economia

Valáquia consegue movimentar sua economia prestando serviços de altíssima qualidade quando o assunto são caçar vampiros pelo mundo ao até mesmo na própria Romênia. Todos os padres que se conhecem que são fodões e matam e exorcizam atrocidades pelo mundo com certeza foram treinados na escola antiaberrações de Valáquia.

A agricultura de Valáquia é famosa no mundo pelos seus alhos (os melhores). O serviço de manufactura é baseado na criação de cruzifixos e estacas de madeira.

[editar] Territórios

A Válaquia é dividida em 3 estados e por conseguinte uma pancada de condados. Todos especializados em algum tipo específico de fuga/caça de vampiros como forma de defesa pessoal. Os rios que cortam o território são devidamente abençoados pela Vossa Santidade papa e melhor água benta do mundo.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas