Valamiro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Valamiro.

Cquote1.png Ninguém dessas terras vandalizou mais as ruas do que eu e os meus homens arruaceiros! Cquote2.png
Valamiro sobre seu estilo de reinado

Valamiro (aprox. 420 – 465), filho de um grande Vandalo e irmão de Teodomiro e Videmiro, foi rei dos ostrogodos junto de seus irmãos fazendo muita bagunças nos reinos onde viviam.

A sua breve história[editar]

A moeda eternizada com a cara de Valamiro. Esse homem era muito feio, mesmo!

Foi tio do futuro rei Teodorico, o Grande por parte de seu irmão Teodomiro que ajudavam em suas bagunças nas cidades. Como vassalo de Átila participou na conquista de terras romanas no Danúbio, conhecido como o grande Valamiro (vandalo em Romano "ou não") pelo chaos que provocava por lá. Em uma destas regiões, na Panônia, se instalou mais caos em 477. Participou ao lado de Átila na Batalha dos Campos Cataláunicos, porém a derrota huna frente à coligação ocidental foi um pretexto para uma revolta ostrogoda sem uso de vandalismos.

Com a morte de Átila em 453 se converteu em rei dos ostrogodos instalados na Panônia desde o reinado de Viderico mandando em tudo e se achando o fodão dos reis. Compartilhou com seus irmãos o título e o poder, apesar dele é qie fica com a maior parte da bóia e da riqueza. Um ano depois (454), venceram os hunos na Batalha de Nedao e dexando a sua cidade em reuinas como as demais onde eles agiam, tornando assim o reino ostrogodo um reino independente.

O fim de Valamiro[editar]

Uma disputa infantil relativa a certos impostos anuais que ele cobrava pra aumentar a poupança de si mesmo, levou Valamiro a dirigir um exercito de ostrogodos contra Constantinopla (459 – 462), onde o imperador bizantino Leão I prometeu um pagamento anual de ouro para satisfazê-lo. Durante um ataque contra os citas, Valamiro caiu do cavalo e morreu, terminando assim o seu reinado de vandalismo sobre as cidades de Ostrodos.

Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!