Varjão (Goiás)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Varjão é um pseudo-município na região metropolitana de Goiânia, a sua área de 1 quilômetro quadrado o torna um dos menores e mais insignificantes municípios do Brasil.

História[editar]

Uma pacata rua de Varjão. Pacata demais, tediosa...

Varjão surgiu em 1929, inicialmente apenas como uma pequena fazenda produtora de esterco. Em 1930 algum fazendeiro decidiu plantar vagem, e devido à grande extensão daquela plantação, o pequeno povoado de roceiros passou a ser conhecido como Varjão, nome tosco que perdura até hoje

Em 1935 com a construção de Goiânia, Varjão é anexada como seu distrito, depois disso, o pequeno povoado lutou para conquistar o recorde mundial de "cidade que pertenceu ao maior número diferente de municípios". Depois de ser distrito de Goiânia, ainda foi distrito de Hidrolândia, Guapó, Trindade e tantos outros, até que em 1958 assim que todos notam que ninguém estava interessado naquela bosta, Varjão é emancipado e vira um município.

Atualmente não passa de uma cidadezinha escondida no sul de Goiás, repleta de moradias toscas, cobertas de capim e algumas de telhas comuns, paredes de pau-a-pique, dispensando o necessário conforto.

População[editar]

População de 3500 habitantes, e pra mim é muito, achei que eram no máximo uns 50 habitantes. Bem, deveriam estar todos na roça quando passei por lá.

Transportes[editar]

Para chegar em Varjão, saia de Goiânia (de preferência de manhã bem cedo, não se arrisque ir para um lugar desses de noite), na BR-060 siga rumo ao nada, quando avistar uma estrada sinistra em péssimo estado de conservação, aquela é a GO-417, pegue-a, conte 9 espantalhos e então vire a direita, após duas porteiras, você ainda não estará em Varjão. Espere mais dois milharais, um pé de coco e um pardal-anão (espécia endêmica de Varjão), aí sim, você estará a dois mata-burros da entrada norte da nano-cidade. Ao chegar, note que os dois quebra-molas existentes no município possuem uma igreja e uma prefeitura, respectivamente, e a famosa "placa única" escrita: "Bem vindo e Volte Sempre!".