Velho Chico

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Não, a novela não é sobre o Papa

Cquote1.png Você quis dizer: Papa Francisco Cquote2.png
Google sobre Velho Chico
Cquote1.png Você quis dizer: Fiasco Retumbante Cquote2.png
Google sobre Velho Chico
Cquote1.png Essa eu não vou perder por nada! Não tem viado, sapatão, nem favelas Cquote2.png
Telespectador brasileiro sobre Velho Chico
Cquote1.png Não aguentava mais tanta bichice em novelas Cquote2.png
o autor de Velho Chico sobre as antecessoras
Cquote1.png Ah é? Então se prepara, mon amour, que o Segundo Grande Boicote Novelístico vai começar Cquote2.png
Ativistas Gays sobre Velho Chico
Cquote1.png Poxa, outra protagonista de uma novela fracassada de novo? Ninguém merece! Cquote2.png
Pitangão sobre Velho Chico
Cquote1.png Pensa no lado bom: na terceira você pode pedir música pro Fantástico! Cquote2.png
algum idiota sobre a frase acima
Cquote1.png VIVA A BOOOSAAAA SA SA! VIVA A PAIOÇA SA SA SA SA Cquote2.png
Caetano cantando a marcante abertura da novela

Velho Chico é uma novela de Benedito Ruy Barbosa, escrita com a colaboração de ACM, Lampião, Nego D'Água e Padre Cícero. Tem a missão de derrubar levantar o IBOPE do horário nobre, mas esta não será uma tarefa fácil.

Estória[editar]

E sim sobre o famoso rio... ou o que sobrou dele!

Uma estória de amor proibido às margens do Rio São Francisco... blé! Já viu que será uma chatice, mas vamos tentar resumir. Afrânio De Sá Ribeiro assume as terras do pai e vira o novo coronel da região. Dá uns pegas numa novinha e é obrigado a casar com ela, deixando a mulher de sua vida, uma cantora de cabaré, sozinha em Salvador. Ele e a esposa têm uma filha, Bebel, que cresce e começa a namorar Santo, que vem a ser filho de um apadrinhado de seu maior inimigo, o Capitão Raj Alex Rosa. Bebel e Santo são obrigados a se separar, mas ela tá grávida, e é obrigada a se casar com Crô pra não virar mãe solteira e foge pra não sei aonde. Mas depois ela volta à cidade natal e seu peguete da adolescência está lá, esperando... Enquanto isso, Bebel se consola tendo um relacionamento incestuoso com o próprio filho. Já Afrânio morreu e foi substituído por Bruno Mezenga. E cenas de sexo romance que é bom... Nada!


Produção[editar]

A sinopse de Velho Chico ficou mofando em uma gaveta numa mesinha roída por cupins numa salinha escura no final do corredor do Projac. Indignado com o tamanho descaso com sua obra-prima, Benedito Ruy Barbosa invocou uma temível praga: todas as novelas das 9 seriam humilhadas no IBOPE. Isto ocorreu no finzinho de Império, quando os executivos da Globo anunciaram que depois da novela do Aguinaldo Silva, viria a do Gilberto Braga, a do João Emanuel Carneiro, depois a de Maria Adelaide Amaral, em seguida a de Glória Perez, depois a de Bruna Surfistinha, e a adaptação televisiva da vida de Andressa Urach. Mas as duas novelas seguintes fracassaram tanto que os executivos da Globo resolveram procurar uma novela que não tivesse gays, favela, bandidos, tiro, porrada e bomba. Depois de intensas buscas, encontraram a sinopse de Velho Chico, que tinha sido escrita em 1977, escondida no lugar citado. Então, Benedito foi chamado e disseram que ele poderia escrever a novela, mas se fracassar, ele e toda a sua família (exceto Marina Ruy Barbosa) serão banidos eternamente da Globo.

Trilha Sonora[editar]

Volume 1[editar]

Capa: Todo o elenco da novela reunido em volta do logotipo da mesma.

  1. Tropicália - Caetano Veloso com a Orquestra Sinfônica de Heliópolis
  2. Gemedeira - Amelinha
  3. Me Leva - Renata Rosa
  4. Flor de Tangerina - Alceu Valença
  5. Enquanto Engoma a Calça - Ednardo
  6. Veja Margarida - Marcelo Jeneci
  7. Como 2 e 2 são cinco - Gal Costa
  8. L'Étranger (Forasteiro) - Thiago Pethit com participação de Tiê
  9. I-Margem - Paulo Araújo
  10. Incelença pro Amor Retirante - Xangai part. Elomar
  11. Serenata (Standchen) - Chico César
  12. Pot-Pourri: Suíte Correnteza (Barcarola do Rio São Francisco/Talismã/Caravana) - Elomar, Geraldo Azevedo, Vital Farias e Xangai
  13. Triste Bahia - Caetano Veloso
  14. Senhor Cidadão - Tom Zé

Volume 2[editar]

Capa: A mesma da anterior, só que com os personagens na segunda fase.

  1. Mortal Loucura - Maria Bethânia
  2. Da Aurora ao Luar - Marisa Monte part. esp.: Dadi
  3. Não Há Cabeça - Pélico
  4. A Olhos Nus - Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik
  5. O Ciúme - Caetano Veloso
  6. Encarnação - Elba Ramalho (aff, aquela velha azeda, odeio ela...)
  7. Ondas do Mar de Vigo (Cantiga D'Amigo) "oooooooooondaaaaaaaaaaaaas dooooooooooooooo Oooooooooooopaaaaaaaaaraaaaaaaaaaaaaaaa..." - Fortuna
  8. Perfume do Invisível - CéU
  9. Réquiem Para Matraga - Geraldo Vandré
  10. Moça Bonita - Alceu Valença
  11. La Belle de Jour - Alceu Valença
  12. Um Oh! e Um Ah! - Tom Zé
  13. Dor e Dor - Tom Zé
  14. Vitta, Ian, Cassales - Apanhador Só
  15. Coração - Bárbara Eugênia
  16. Metamorfose Ambulante - Raul Seixas
  17. Monte Castelo - Legião Urbana
  18. Meu Primeiro Amor - Maria Bethânia (na voz de taquara rachada de Carol Castro)

Volume 3[editar]

não existe...

  1. Le Vent nous Portera - Sophie Hunger
  2. Jardim dos Animais - Fagner
  3. A Cigana - Roberto Carlos (cantor)
  4. Pedras de Sal - Ylana Queiroga
  5. Por Debaixo dos Panos - Os Três do Nordeste
  6. Cordas de Aço - Fagner
  7. Caravana - Geraldo Azevedo
  8. Francisco Francisco - Maria Bethânia
  9. Quizás, Quizás, Quizás - Sara Montiel
  10. Talismã - Alceu Valença e Geraldo Azevedo
  11. Acabou Chorare - Novos Baianos (não foi compilada nessa novela por já fazer parte de outra)
  12. Se Você Voltar - Bruna Viola part. César Menotti & Fabiano (lixo)
  13. Sabiá - Luiz Gonzaga
  14. Peixe - Doces Bárbaros
  15. Riacho do Navio - Luiz Gonzaga
  16. De Cara a La Pared - Lhasa de Sela

Instrumental[editar]

Músicas de Tim Rescala, que também foi responsável pela trilha incidental de "Meu Pedacinho de Chão (2014)".

  1. Despertar do Velho Chico
  2. Águas Cristalinas
  3. Alegria no Vilarejo
  4. Retirantes
  5. Nordeste Medieval
  6. Batalha 1
  7. O Poder
  8. Encantamento
  9. Felicidade e Fartura
  10. Santo e Maria Teresa
  11. O Amor de Luzia
  12. Segundo Encantamento
  13. Abenção
  14. Desafio Agalopado
  15. Desolação
  16. Esperança e Luta
  17. O Velho Chico com Águas Claras
  18. Solidão e Remorso
  19. Batalha 2
  20. Sombras do Passado
  21. O Velho Chico com Águas Turvas
  22. Subterrâneos 2
  23. No Bar do Chico Criatura
  24. Bento e Beatriz
  25. Passarinhos
  26. Oração
  27. Oração de São Francisco [bônus track]

Bastidores[editar]

  • Será a volta de Rodrigo Santoro às novelas! Depois de tentar (sem sucesso) uma carreira como galã de Hollywood, ele volta às origens e arranca uma bolada da Globo: 1 bilhão de reais (em barras de ouro, que valem muito mais do que dinheiro!) pra trabalhar só três dias.
  • Inconformada com o seu fracasso em Babilônia, Camila Pitanga fez macumba pra ser protagonista de novelas das 9 novamente. Seu trabalho deu certo, mas não sabemos se ela conseguirá fazer as pazes com o sucesso. Infelizmente, isso não será possível.
  • A Globo respira aliviada com o fato de que a Record ainda não gravou Os Dez Mandamentos 2 - A Missão. Enquanto as concorrentes vacilam, ela tem tempo de planejar um contra-ataque e tentar alcançar 10000 pontos de audiência.
  • Mesmo sem nenhuma novela decente concorrendo, Velho Chico desaba no Ibope. O concorrente que a novela enfrenta é ainda mais perigoso e implacável do que qualquer porcaria das emissoras rivais: chama-se SONO.
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Velho Chico no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg