Venda da esquina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma raríssima imagem da venda da esquina, que nunca foi mostrada na televisão.

Cquote1.png Você quis dizer: Loja de 1,99 Cquote2.png
Google sobre Venda da esquina
Cquote1.png Você quis dizer: Comércio especializado em pirulitos? Cquote2.png
Google sobre Venda da esquina
Cquote1.png Você quis dizer: Concorrente do bebércio do Chaves? Cquote2.png
Google sobre Venda da esquina
Cquote1.png Moço, eu quero um pirulito!! Cquote2.png
Frase que o dono da venda da esquina ouve umas trocentas vezes por dia
Cquote1.png Faço minhas compras lá!! Cquote2.png
Chafundifórnio sobre Venda da esquina
Cquote1.png Ninguém sabe, ninguém viu... Cquote2.png
Cauby Peixoto sobre Venda da esquina

Venda da esquina é um dos maiores comércios do seriado Chaves, sendo que é um comércio altamente em venda de pirulitos. Segundo depoimentos de pessoas que já fizeram suas compras na venda da esquina [carece de fontes], ela também é uma das maiores concorrentes do bebércio do Chaves, pois lá eles também vendem alguns refrescos, que, de acordo com o Quico, deixam quem toma grande, saudável e bonito.


Surgimento[editar]

Um dia comum na venda da esquina.

A venda da esquina surgiu em 1900 e guaraná com rolha, sendo que ela foi criada com o intuito de suprir toda a necessidade de pirulitos, refrescos e outras porcarias que as crianças mexicanas estavam precisando. Outro fator que também influenciou o surgimento da venda da esquina foi o surgimento das lojas de 1,99 do Brasil, que estavam crescendo extremamente rápido.

Depois que a venda da esquina foi criada, inicialmente, como o dono mexicano não tinha muito dinheiro para investir, acabou por enchendo a venda apenas com pirulitos, e ainda não colocou os refrescos e outras coisas à venda. No princípio, o dono da venda pensava que ele iria vender apenas razoavelmente, visto que a venda ficava localiza próxima da vila do Chaves, em que as crianças eram extremamente pobres e maltrapilhas (ou não). A única criança que o dono da venda botava fé que iria ajudar no negócio era o Quico, pois ele tinha dinheiro para comprar quantos pirulitos ele quisesse.

O que o dono da venda da esquina não esperava era que as vendas seriam incrivelmente grandes, sendo que os seus gostosissímos pirulitos foram considerados a maior sensação do México. Os pirulitos eram vendidos em incrível quantidade, e todos compravam, até mesmo o Chaves, que não tinha nem o que comer. Com o sucesso, o dono da venda da esquina começou a expandir o seu negócio, e começou a colocar todas as outras opções de venda, como doces em geral e os refrescos.

Além de conseguir aumentar o seu comércio local, o dono da venda da esquina também conseguiu expandir o seu comércio nacionalmente, sendo que ele conseguiu abrir uma filial da venda da esquina em lugares bastante badalados, como Acapulco e Tangamandápio.


Concorrentes[editar]

O grande caça-níqueis da venda da esquina. Ninguém sabe o porque, mas todo mundo que experimenta esse pirulito sempre quer outro.

Apesar da venda da esquina manter toda a sua tradição e qualidade com relação ao seu comércio, com o passar do tempo, a venda da esquina acabou perdendo alguns clientes, pois foram criadas outras formas de comércio. Os principais concorrentes que se formaram foram os influentes bebércios Tienda del Chavo e Super de Quico.

Depois da criação desses bebércios de peso, a venda da esquina perdeu toda a sua freguesia com relação aos refrescos, porém, ela ainda é bastante requisitada quando o assunto são pirulitos.


O que vende lá[editar]

  • Pirulitos (clássico)
  • Balões
  • Pirulitos
  • Doces em geral
  • Pirulitos
  • Refrescos
  • Pirulitos
  • Bola Quadrada
  • Pirulitos
  • Zarabatana e chumbinho
  • Pirulitos
  • Revolviveis Fusiveis
  • E por fim, pirulitos

Ver também[editar]