Veneza

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mafiapre.jpg PORCA MISÉRIA!!! PORCA DESCICLOPÉDIA!!!

Questo è un vero e proprio articolo italiano ed è stato controllato dalla Cosa Nostra Siciliana. Metti le mani su questo articolo, che Germano Mosconi se la prende con te, Cazzo!

Chi vuole spaghetti e polpette?

Macarraopre.jpg


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Veneza que em italiano significa imitação de Recife, é uma cidade italiana da região da Bahia do Vêneto, conhecida pelos seus canais tão cheios de esgoto quanto o Tietê e pela catedral de São Marcos.

Tabela de conteúdo

[editar] Economia

A cidade se tornou uma potência comercial a partir do século X, graças ao contrabando de Law Ku Shai Chang, Marco Polo e do tráfico do Fernandinho Beira-Mar e suas bocas já eram as maiores da Europa. Como cidade comercial, tinha várias feitorias e controlava várias bocas de fumo. Eram suas feitorias Pedro Juan Caballero,Corumbá e Foz do Iguaçu, assim como ilhas inteiras: Paraguai, Taiwan, China e a 25 de Março, por exemplo.

[editar] Geografia

Veneza fica no nordeste da Itália. Além dos frequentes alagamentos, o esgoto corre a céu aberto pelos canais de Veneza, mas ninguém chama a cidade de favela.

Favela Beco em Veneza.
Alagamento em São Paulo Veneza.


[editar] Geologia

Por problemas ainda não esclarecidos, Veneza afunda lentamente, correndo o risco de ser inundada pelas águas imundas de seus canais.

[editar] População

É predominantemente composta por turistas idiotas que viajam de lugares distantes do planeta, principalmente da China e Japão para ver prédios velhos e canais cheios de esgoto e, de quebra, para pegar uns alagamentos, ou acqua alta como conhecidos pelos nativos. O segundo grupo mais numeroso são dos mascarados durante o Carnaval, seguido dos gondoleiros e dos pizzaiolos.

No geral, a população tem idade média de 52 anos, mas mesmo os mais jovens tem a falta de humor e de educação digna das pessoas do Norte da Itália.

[editar] Cultura

Veneza é conhecida pelo seu carnaval, que revelou artistas como Vivaldi e vários outros artistas de italo-axé e pelas suas gôndolas, que às vezes contam com uma dupla sertaneja fazendo seresta para os otários casais apaixonados em lua-de-mel.

Emo dançando Frevo no carnaval veneziano.

[editar] Lazer

Em Veneza ficava a filial italiana da Casa da Eny, dirigido por Mona Leilah, que era tão chique e tão caro quanto a sua matriz bauruense.

Com o tempo, um prefeito da cidade resolveu lacrar o estabelecimento de Monah Leilah, alegando que ela era uma vampira que sugava a carteira dos ricos cidadãos venezianos.

Inicialmente, Monah Leilah alegou que era perseguição política, mas depois convidou os vereadores anciãos da cidade para conhecer os serviços do seu estabelecimento, o que foi prontamente aceito assim como dissuadidos da ideia de fechar o estabelecimento.

Como dizia Monah Leila: "Se Veneza é famosa por suas putas e tem quase tanto puteiros quanto São Paulo, qual a diferença de um puteiro a mais?"

[editar] Transporte

O transporte em Veneza é composto por barcos caindo aos pedaços e se divide em três categorias, o caro, conhecido com Vaporetto e o abusivamente caro, Barco-taxis. Se você é turista e quer usar o transporte público mais comum, o Vaporetto, deve pagar 6,50 euros por uma passagem simples. Se você quiser usar taxis, a bandeirada é 15 euros e mais 50 centavos de euro a cada 30 segundos. Por tal motivo, há sempre aqueles que atravessam o Grande Canal nadando, o que é mais barato e seguro do que usar as outras duas opções.

Há ainda a opçao ridiculamente cara, mas que não se encaixa na categoria de transporte, conhecida como Gôndola, que irá lhe custar 80 euros por uma simples viagem de poucos minutos, portanto, pense duas vezes ao fazer graça para alguma mulher em Veneza.

[editar] Curiosidades

Diogo Mainardi morava em Veneza e claro, odiava a cidade, que achava cheia de petistas. Acabou expulso da cidade por motivos controversos, entre os quais o fato dos venezianos pensarem que se tratava de um coliforme fecal circulando pela superfície do local. Uma outra versão da história diz que Mainardi foi expulso porque os petistas estavam afundando a cidade como represália às críticas do colunista emo.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas