Ventania (Paraná)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Transilvânia brasileira? Cquote2.png
Google sobre Ventania (Paraná)

Cquote1.png Você quis dizer: Onde o Judas perdeu as meias, (as botas ele perdeu bem antes) Cquote2.png
Google sobre Ventania (Paraná)

Cquote1.png Eu não sabia que existia Cquote2.png
Lula sobre Ventania.

Cquote1.png Ventania é um lugar tranquilo Cquote2.png
Um nerd sobre Ventania.

Sobre

Ventania, a cidade que nem as operadoras de celular conhecem.

Ventania é uma minicidade do Paraná, onde ninguém tem guarda chuva, uma vez que as frequentes " Ventanias" locais não deixam que ninguém saia as 'ruas' (essa doeu) com suas sombrinhas. A população de Ventania é composta de homens feios e mulheres bonitas (ou assim parece, pois só conheço uma mulher de lá.) A cidade é tão pequena que para manobrar, os ônibus tem que ir a cidade vizinha (Telêmaco Borba). O único meio de comunicação disponível em Ventania é o orelhão (se bem que nem precisa, pois pode-se conversar com outras pessoas do outro lado da cidade sem usar o telefone. E nem precisa falar alto, não) (as vezes os celulares da Vivo também funcionam, mas só as vezes). Reza a lenda que o nome, Ventania, se deu uma vez que ninguém conseguia encontrar um nome para o local. Então pediram a Deus que desse um sinal. Dizem que Deus se irritou tanto com o pedido que mandou um vento para destruir a cidade (cidade?). Assim, o lugarejo, digo, a cidade passou a se chamar Ventania.

Relacionamentos

Dizem que os homens de Ventania são valentes de verdade, pois nenhum homem de outra cidade se relaciona com as "ventanianas" sem receber ameaças de morte por telefone (eles só não ameaçam os reservenses, pois estes moram na capital do chumbo, e aí, os ventanianos, correm o risco de virarem Ortigayrenses). Ventania é um cenário de poesias (bem,.. Só conheço um que escreve sobre Ventania), pois os cenários mais tétricos são os mais propícios a poemas épicos.

Informações

Ventania é uma cidade paranaense, localizada perto de Telêmaco Borba. Ventania é uma cidade de primeira (não dá tempo de mudar para a segunda e o carro já sai da cidade). O nome, Ventania, tem origem por causa de uma ventania ocorrida no local. Reza a lenda que os habitantes não conseguiam encontrar um nome adequado, então pediram a Deus um sinal. Dizem os antigos que Deus se irritou tanto com o pedido que mandou uma ventania para destruir o local.

Os (aldeões) habitantes achando que esse era o sinal, deram o nome de Ventania à cidade. O principal meio de comunicação é o (sinal de fumaça) orelhão. (às vezes, os celulares da Oi também funcionam, mas só às vezes.) Se bem que nem é necessário, pois pode-se conversar com outra pessoa do outro lado da cidade, sem usar telefone, e sem gritar também. As mulheres de Ventania são lindas e os homens são feios valentes.

Ventania tem alguns lugares legais como por exemplo o... bom tem a... tem o... Bom, deixa pra lá. O melhor lugar de Ventania é (acreditem se quiserem) uma Auto-escola, pois pelo menos a secretária é linda. Ventania é uma cidade calma e tranquila, de dimensões reduzidas, encravada nas montanhas paranaense, é um cenário de inspiração aos poetas (só se tem registro de UM poeta que escreve sobre Ventania. É um tal de... Ah, esqueci. (quem?) nascido no dia 24 de dezembro, vésperas do dia 25 (óbvio animal), que é obcecado (pelo fim do mundo) por lugares montanhosos.), é (um vilarejo) uma cidade de pouco movimento (tartarugas são vistas nas ruas nos horários de pico), com poucos carros, poucas motos, e muitas (carroças) bicicletas. Ventania seria um local aprazível se não fosse a poeira que cobre as ruas, nos dias de chuva, a poeira se transforma em lama e aí só (tatu de chuteira) à pé mesmo para andar.

A praça (dos cachorros) é um ótimo local para namorar (se você não é (nativo) de Ventania, leve a sua namorada), com visão ampla da cidade, é um verdadeiro cartão postal. De hora em hora passa um sorveteiro (sempre o mesmo, ele só troca o boné) pela praça, querendo te obrigar a comprar sorvetes. A algum tempo, um cineasta planejava rodar um filme em Ventania (jura??), mas acabou desistindo pois o local não tinha conexão com a internet para transmitir dados online. Ventania representaria a Reserva do passado, mas o diretor acabou desistindo mesmo é por que foi acusado de estar plagiando. Visto que o filme Cafundó (do Judas) já havia sido filmado anos antes.