Via Férrea de Semmering

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Freud e charuto.jpg IOD-LEI-HI-HIII...

Este artigo é da ÁUSTRIA! Ele fala alemão e pensa como alemão, mas NÃO É ALEMÃO! O autor dança valsa, bebe Red Bull, pratica esqui alpino e é fã do Gerhard Berger, além de visitar Viena todos os dias. Se você vandalizar, Arnold Schwarzenegger vai voltar...

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Montanha russa Cquote2.png
Google sobre Via Férrea de Semmering
Cquote1.png AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Cquote2.png
Você sobre Via Férrea de Semmering

A Via Férrea de Semmering é a primeira ferrovia em montanha montanha russa da Áustria e da Europa. Alguns historiadores chegam a apontá-la como a primeira montanha-russa de todo o mundo, superando outras velharias. Mesmo sendo uma montanha russa, ela foi utilizada também no transporte público, sendo pior do que as estradas brasileiras, porque as pessoas já passam mal antes do acidente acontecer, principalmente agora, que a montanha-russa está velha e enferrujada.

História[editar]

Uma estrada muito segura, apesar do precipício ao lado.

A criação da Via Férrea de Semmering teve início quando inventaram os primeiros trens. Os austríacos estavam muito entediados, já que no seu país não tinha porcaria nenhuma para fazer, porque os programas na televisão deixaram de passar novela de Big Brother Brasil, numa tentativa posteriormente fracassada do governo impedir a perda de QI da população em geral.

Nessa época de tédio, alguns austríacos decidiram inovar. Quando viram pela primeira vez um trem e andaram nele, acharam a viagem muito chata, pois não havia nenhum percurso perigoso. Foi aí que tiveram a ideia de construir uma ferrovia realmente perigosa. Pegaram um terreno nos Alpes Austríacos, região cheia de montanhas com abismos, curvas perigosas e muitos acidentes. A única coisa a fazer era uma estrada de ferro contornando as montanhas, o cenário já estava preparado.

O maior problema na construção da via férrea era que 90% do percurso tinha que ser feito em encostas de montanhas, do lado de abismos de no mínimo 2500 metros de profundidade. Muitos trabalhadores tinham vertigem e caíam. O governo chegou a impedir as obras, até que incluíram para-quedas no equipamento de segurança. Depois de muitas mortes, quedas, deslizamentos de terra e um acidente de avião (que não tem nada a ver com a ferrovia, mas foi posto aqui por motivos desconhecidos), a estrada de ferro ficou pronta.

Características[editar]

Com as obras prontas, foi inaugurada a primeira montanha russa européia. Aproximadamente 40% da estrada fica de cabeça para baixo, com os trens colados à ferrovia apenas pelos trilhos sendo puxado para uma queda mortal pela força da gravidade. Outros 50% representam subidas e descidas com ângulos maiores que 60 graus. As subidas nem são tão ruins. O problema é nas descidas, quando o trem alcança 250Km/h.

Velocidade alta junto com trilhos velhos normalmente em Semmering resulta em quedas livre dos vagões de passageiros. A ferrovia hoje está bem velha, a ponto dos trilhos ficarem camuflados na natureza. Quando um passageiro não consegue observar os trilhos por causa disso, geralmente ocorre pânico total entre os passageiros, mas tudo faz parte da adrenalina numa montanha russa. Bem, os acidentes não são planejados, mas ninguém se importa com isso (ou não).