Vila Propício

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Vila Propício é uma vila propícia para você morrer de tédio. Também é muito propício você não saber nada dessa minúscula cidadezinha. Nem o Google sabe o que é Vila Propício.

História[editar]

Um típico e moderno carro propiciense, propício a cair aos pedaços.

A Vila Propício foi fundada em 1952, quando alguns caipiras acharam que aquelas bandas eram propícias a serem encontrados ouro. É claro que esses infelizes só encontraram uma região propícia a fazer porra nenhuma.

O nome da cidade faz referência ao fundador da cidade, Luiz Caiado de Godoi Cândido Manso... Pois o peão tinha uma esposa muito propícia a pular a cerca e fazer a maior festa com todos os peões da cidade. Vila Propícia, escondida no mato e no meio do nada, cresceu e tornou-se uma propícia cidadezinha ser esquecida para sempre.

Parecendo mais uma cidade-fantasma, Vila Propício é propícia ao desemprego, e propícia a ser abandonada por seus habitantes, que preferem ir trabalhar de faxineiro em Pirenópolis do que ficar catando coquinho em Vila Propícia. Trabalho cultural local propício ao agravamento de problemas na coluna.

Vila Propício também é um município que carece urgentemente de serviços de educação e saneamento básico, sendo propício a ter uma população burra e com diarreia.

Depois que os bandidos políticos se transferiram para a nova capital Brasília, Vila Propício se tornou uma cidade da República do Entorno, como um dos municípios de Pirenópolis. Com toda essa transformação, Vila Propício ficou propícia para servir de esconderijo para todos os recém-marginais que sonham em morar em Brasília.

Economia[editar]

Atualmente a cidade conta com apenas uma única loja, que vende roupas, eletrodomésticos, além de coisas para cavalos e afins.

Cultura[editar]

Entre as grandes conquistas culturais da Vila Propício, foi criado em 2003 o Correio Propiciense, o primeiro jornal da cidade. Mas como ninguém sabe ler na cidade, o jornal ficou propício a falir, e faliu em 2004.

População[editar]

Até 1957, Vila Propício tinha 15.000 habitantes, desses, sobraram 10.000 dos que não tiveram a boa ideia de ir morar no DF. Uma praga de gafanhotos gigantes em 1980 diminuiu a população local para 7.000. Hoje a cidade conta com 5.000 fazendeiros, e aparentemente está propício a perder cada vez mais habitantes que recentemente descobriram que existe coisa melhor fora da cidade.

A língua local é o caipirês, língua muito similar ao português com traços do dialeto miguxês. A língua foi oficialmente aceita com a do município.