Vilarejo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Havaiana pobre.jpg Esty artygo é dy pobry!

Esty artygo é sobry koyzas dy póbry, peçowas póbrys y o dono
taméyn dévy dy sê un pobretãwn do karáy!

Essi artigo é cabra macho!

Aqui si fala com sutaque nordestino, si toma cachaça, si come rapadura e se podi ti furar com pexêra si tu pensá em futucá ele, visse?

Note: não se avexe em por mais coisa nessa muléstia.

Nordeste do Brasil1.png

Não estamos falando de vila, estamos falando do Vilarejo, que é pior e é mais pacato e menor que uma vila (também chamado pelo nome de vilinha, vila [isso mesmo, costumam chamar de vilas], quilombo, lugarzinho, negrada, cidadezinha, comunidade e etc) é um tipo de lugar que é um estado inicial de uma cidade, ou seja, ele é pequeno e todo mundo se conhece. Tem uns que crescem, outros ficam. Existem vários vilarejos. Geralmente esses vilarejos ficam situados nos meios do nada, longe de grandes centros urbanos, e a maioria são ocupados por pessoas que são uns caipiras e uns nordestinos de mente fechada que não foram crescer nas grandes cidades e que não querem saber disso. Não só existe vilarejos nordestinos, existe também vilarejos de estrangeiros gente branca! Esses daí tem aos montes na região Sul do Brasil. Os vilarejos costumam ter casas de madeira e de bairro e situados em terras meio que desmatadas (isso acontece também na região sul), costumam também ter uma padaria criada pelos portugueses, uma oficina de consertar bicicletas, um rio para todos tomar banho e um banheiro para todos. Os vilarejos costumam ser invadidos por pessoas más, e aproveitam que não tem a puliça para controlar e escravizam todo o pessoal do vilarejo. O pessoal fica aguentando até que um desses tome uma atitude e mate de faca o dominador.

Como eles são criados ou... fudidos afundados fundados?[editar]

Habitante do vilarejo se preparando pra bater um papinho com humanos seus camaradas.

Devem ser fundados por pessoas que perderam tudo na vida ou por pessoas que saíram da grande cidade porquê são criminosos, ou também por aqueles que tinham um espírito de aventura. Existem inúmeras razões dessas pessoas fundarem um vilarejo. Tudo começa quando um grupo de pessoas (geralmente pobres e covardes) desmatam a área e começam a construir casas, depois desse feito, começam a criar reputações do tipo profissional, um será um vigia, outro será um padeiro, e assim vai. Isso permanece e cria as ditas "raízes" e fica na história de alguma coisa que derivou desse vilarejo, como uma cidade. Alguns foram fundados também pelos militares que ficaram descansando no meio do nada, então organizaram os seus armamentos para se prepararem quando vir alguma coisa e montam os seus barracos, de dia caçavam bichos na mata e de noite rolava altas putarias eles se juntavam e faziam muitos barulhos com as armas porque estavam treinando.

Como eles se mantêm?[editar]

É bem simples, os vilarejos são pequenos! Quando mais pequeno for, menos problemas terão, cara! O sistema econômico usado geralmente é uma espécie de feudo consagrado pois qualquer coisa é usado e compartilhado pelas pessoas dentro da comunidade. Se eu tenho uma vaca e uma casa, e do jeito que todo mundo do vilarejo se conhece, uma pessoa pode entrar na minha casa com tudo e pegar algumas coisas e mexer na minha vaca, e eu posso entrar na casa dele pegar emprestado algumas coisinhas. Outra coisa que mantêm um vilarejo é pelo fato de ser pacato por estar no meio do nada! Nenhum idiota vai perturbar, nenhum ladrão vai perturbar além de invasores e cangaceiros, mas isso acontece de vez em nunca.

Como criar um vilarejo[editar]

Fonte de inspiração da arquitetura do vilarejo.
  • Transfira o seu conhecimento para os seus descedentes
  • Morra deixando a sua mulher e os seus cincos filhos
  • ????
  • PROFIT!

Ver também[editar]