Vivien Leigh

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Tiazinha035.jpg

Vivien Leigh é uma ex-gostosa
Ela já inspirou muitas homenagens, mas foi o tempo quem realmente a comeu.

Cquote1.png Ela me faz lembrar eu quando era novinha. Cquote2.png
Rainha Elizabeth sobre Vivien Leigh

Vivien Leigh é mais uma das atrizes pornográficas do Universo dos filmes de Hollywood dos cinemas.

Sobre Vivien Leigh[editar]

Ela foi uma atriz britânica nascida na Índia do Império Britânico que virou Britanica por isso. Suas aparições no cinema foram relativamente poucas, mas marcantes o suficiente a ponto de ser muito venerada pelos seus fãs e ter vencido o Oscar de melhor atriz duas vezes: a primeira por interpretar Scarlett O'Hara no drama...E o vento levou, de 1939, e a segunda pela atuação em outro filme dramático, Uma rua chamada pecado, de 1951, onde interpretou o papel de Blanche DuBois, a mesma personagem a qual deu vida nos palcos do West End, em Londres nas suas melhores cenas.

Sua história[editar]

Vivien Leigh, um pouco frustrada, ao se dar conta de que ninguém jamais conseguiu assistir a algum de seus filmes até o final sem sentir na pele o mais profundo sentimento de tédio.

Vivien Leigh foi parida em Vivian Mary Hartley, em 5 de novembro de 1913 na cidade de Darjeeling, à sombra do Monte Everest, na Índia; Vivian chegara no final da era de ouro do Império Britânico cuja os EUA agora mandavam economicamente no Mundo empobressido. Vinda de uma família burguesa inglesa, seu pai, Ernest Hartley, era agente de câmbio e paralelamente, atuava no teatro amador. No fim da Primeira Guerra Mundial, ele levou a família de volta à Inglaterra. Aos seis anos de idade, sua mãe, Gertrude, decidiu interná-la no Convento do Sagrado Coração por ela aprontar demais, ainda que ela fosse dois anos mais nova que qualquer outra aluna.

De 1927 a 1932, ela se juntou aos filhos da putas dos seus pais na Europa. Os Hartley haviam deixado definitivamente a Índia, onde Vivian nascera. Ela aprendeu a falar fluentemente o francês e o alemão, além de fazer um curso de dicção. Em 1932, aos 18 anos, entrou na Academia Real de Artes Dramáticas de Londres onde aí ela começou a brilhar.

E sua carreira[editar]

Em 1938, Laurence Olivier foi contratado para interpretar Heathcliff na produção de Samuel Goldwyn O Morro dos Ventos Uivantes (1939) como uma das putas do protagonista. Ele desejava que Viv interpretasse seu par-romântico no filme, que acabou com Merle Oberon rolando mais sexo com isso. Mais tarde, Viv decidiu que precisava vê-lo, e partiu a bordo do Queen Mary. Dizem que, durante a viagem, ela ficava na cabine, lendo o livro E o Vento Levou, de Margaret Mitchell. Viv não só estava ansiosa para rever seu amado Olivier, mas também planejava conquistar o papel de Scarlett O'Hara, a protagonista do filme E o Vento Levou, de 1939, ficando cada vez mais famosa com isso.

E a sua morte[editar]

Infelizmente o que ela tinha de talento também tinha em doenças depressivas devido ao seu passado, além de ter uma puta tuberculose, cuja como ainda não inventaram uma vacina dessa doença, ela nem ao menos conseguiu finalizar o filme "No Caminho dos Elefantes (1953)", tendo que ser substituída por um dublê. Mas pelo menos ela conseguiu atuar por completo o filme " A Nau dos Insensatos (1965)".

Mas enfim, a sua tuberculose apenas piorou com o tempo e ela morreu em 1967. Por medo que ela mesmo morta transmita sua tuberculose para os outros, decidiram cremar o seu corpo e espalhar as suas cinzas no Lago no moinho Tickerage. É muito triste se ver uma puta de uma atriz muito boa morrer dessa maneira.

Death99.png
Vivien Leigh já morreu!

Beijinho, beijinho, tchau tchau!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno