W.E. Slaughter

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Alien.gif
T O P | S E C R E T |!
Alien.gif

Atenção! Este artigo é sobre uma teoria conspiratória, então tome cuidado com o conteúdo que estiver lendo.

Lembre-se de que o 11 de setembro foi uma farsa armada pelo governo.


Night creature.JPG W.E. Slaughter surgiu das trevas!!

E está aqui pra puxar seu pé!

Puro osso.gif
Cquote1.png Você quis dizer: Hitchhiker Cquote2.png
Google sobre W.E. Slaughter

Cquote1.png Ele é mais parecido com meu irmão do que eu, mesmo não sendo da mesma família. Cquote2.png
Chop Top sobre o fato de W.E. Sawyer ser parecido com uma versão mais velha do Hitchhiker
Cquote1.png Você não vale nada, seu lixo! Cquote2.png
Darla Sawyer sobre W.E. Sawyer


'W.E. Slaughter (antes chamado de W.E. Sawyer) é mais um dos milhões de integrantes da Família Hewitt/Sawyer. Aparece em O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno, e é apenas mais um qualquer - que nem teve seus dois primeiros nomes revelados, mas que as más línguas dizem chamar-se de "Walter Slaughter" - criado para preencher a lacuna de em cada filme ter pelo menos três integrantes de sangue na família, já que Darla só carregava "Slaughter" em seu nome por ser esposa/namorada/noiva de Vilmer Slaughter. Podemos dizer que ele é o substituto de Hitchhiker, Chop Top e Alfredo Sawyer dos filmes anteriores, com a única diferença que ele não demonstra ser tão retardado como o seus antecessores. Apresenta-se como sendo um típico caipira da espingarda, que vive a fazer ronda em volta de sua casa à cada hora em busca de forasteiros, vândalos ou adolescentes burros que possam vir as invadir sua propriedade. Sugere-se que ele seja um canibal, apesar de isso não ficar claro no filme.

História[editar]

W.E. Sawyer, não fugindo ao tabu de todos os demais integrantes daquela família, nasceu nas regiões mais remotas do Texas, ou seja, no interior daquele fim de mundo. W.E. era o filho do meio da família. Sim, eu sei que eles possuem uma porrada de filhos do meio, mas W.E. era o ponto que separava os filhos mais novos dos filhos mais velhos. Por conseguinte, era o filho que menos recebia atenção dos demais familiares. Na verdade, muitas vezes seus parentes nem se davam conta de que ele existia.

Cquote1.png Como ousa invadir minha propriedade?? Agora vai virar janta!! Cquote2.png

Sempre que seus irmãos iam todos fazer uma viagem para caçar novas vítimas nos acampamentos próximos para Mama Sawyer e Drayton prepararem seu famoso ensopado de coração, era feita uma lista de chamada, devido a grande quantidade de integrantes naquela família. Porém, sempre se esqueciam de colocar o nome de W.E. na lista, pois sua existência costumava ser ignorada até pelos seus familiares.

Porém, certo dia W.E. simplesmente cansou de ser o desprezado da família, e decidiu fazer algo para chamar atenção. Se dirigiu até a cidade mais próxima, e ficou fora de casa por uma semana. Sua mãe não o castigou, pois nem tinha percebido seu sumiço. Após todo esse tempo fora, finalmente voltou no domingo, para a surpresa de sua mãe e de seus demais familiares, quando o viram trazendo uma caminhonete cheia de corpos humanos. Logo, finalmente W.E, passou a ser reconhecido como membro oficial da família, e seus parentes começaram dali em diante a lhe desejar "bom dia" todas as manhãs, um grande avanço pra ele.

No dia seguinte, sua mãe resolveu escalá-lo para trabalhar no abatedouro. W.E., apesar de um pouco perturbado psicologicamente, até que conseguia fazer um trabalho melhor do que Alfredo Sawyer, Chop Top e Hitchhiker na caça de vítimas. Mas isso não o tornava menos estúpido, já que eram muitas as ocasiões onde ele só atrapalhava Leatherface. Você deve estar se perguntando: "Mas não foi ele que em uma semana conseguiu trazer uma caminhonete repleta de defuntos?". É exatamente isso. W.E. levou uma semana para encher a caminhonete de mortos, os demais familiares (com exceção de Alfredo Sawyer, Hitchhiker e Chop Top que levariam a vida toda), seriam capazes de um feito desses em apenas um dia.

Vendo que W.E. tinha se posto como um grande estorvo para o verdadeiro orgulho da família, Leatherface, Mama Sawyer decidiu dar uma nova função para W.E., que deixar a desgraça o jovem bem longe do trabalho de verdade. Como não existiam seguranças naquela zona do Texas... Na verdade existiam seguranças, mas eles não eram malucos o suficiente para trabalhar num fim de mundo como aquele... Continuando, como não existiam seguranças naquele fim de mundo, sua mãe jogo um papo pra boi dormir em cima de W.E., dizendo que alguém tão inútil como ele, precisava de um trabalho mais à sua altura. Então, ela disse que a partir daquele dia, W.E ficaria responsável por proteger a casa quando todos os demais familiares iriam sair para trabalhar no açougue da família. Obviamente, tudo não passava de um pretexto para que W.E. ficasse em casa o dia inteiro e não perturbasse. Então, W.E. imediatamente pegou a espingarda que Grandpa Sawyer guardava no porão, e desde passou a todos os dias rodear sua casa em busca de invasores que provavelmente seriam mortos e transformados em janta.

No filme[editar]

No filme, W.E. não aparece muitas vezes, e de todos os personagens que aparecem lá, é o que menos é reparado pelos fãs, que só conseguem se lembrar dele pela cena onde ele leva um soco no meio da fuça por parte de Vilmer. Alguns fãs também conseguem se lembrar que W.E. é quem coloca Jenny num saco preto no bagageiro do carro de Darla, mas é só isso. Fora isso, os únicos que conseguem saber de cor e salteado todas as cenas onde ele aparece são os nerds como o criador desocupado e sem vida social desse artigo.

W.E. e seu sorrisinho de retardado.
W.E. pedindo explicações para um forasteiro antes de matá-lo e levá-lo para a panela.

Certa noite, W.E., como de costume, estava perambulando pela noite, exercendo sua função de guardinha noturno enquanto todos os demais membros da família encontravam-se dormindo numa boa. W.E. tinha se enchido de café e comido fígados crus, e isso o impedia de cair no sono, lhe proporcionando a capacidade de não precisar dormir. Em meio a sua ronda, eis que W.E se depara com uma das maiores pragas que possam a vir invadir sua propriedade: um adolescente burro. O idiota, conhecido como Barry, estava perdido lá no lugar procurando por sua namorada corna, Heather. W.E., puto por alguém ter invadido sua propriedade, rende Barry com sua espingarda. Barry inventa a desculpa na hora de que queria apenas usar o banheiro. Eis então que o retardado do W.E. cai feito um pato, e quando vai mostrar o caminho para W.E., Barry o tranca do lado de fora de sua casa e o deixa na rua. W.E. só consegue entrar em casa de novo depois que Leatherface mata Barry.

Mais tarde, Vilmer Sawyer, que era o responsável por mandar e desmandar dentro daquela casa, tenta capturar Jenny, mas acaba deixando-a a escapar. Jenny acaba no escritório falido de Darla, que fofoca liga imediatamente para VIlmer. Então, Vilmer envia W.E. para trazer rapidamente Jenny para a janta, já que o mesmo estava em casa de pernas para o ar sem fazer absolutamente nada. Chegando no escritório, W.E. começa a espetar Jenny com um objeto pontiagudo, com o intuito de amaciar a carne para a ceia daquela noite. Em seguida, nocauteia Jenny e a embrulha num saco plástico de supermercado, daqueles que você usa no lixo do banheiro. Por fim, joga a nerd no carro de Darla, que a leva.

Apesar de Darla ter saído primeiro, W.E. chega primeiro em casa, pois diferentemente de sua cunhada, não ficava molengando pela estrada. Darla chega depois em casa e para sua infelicidade, se depara com W.E., seu detestável cunhado, que estava naquele momento torturando o pobre Leatherface, que nesse filme estava mais frouxo do que nunca (na verdade, não era o verdadeiro, Leatherface, e sim um dublê travecão, que posteriormente teria sido assassinado pelo verdadeiro, que não tinha feito isso ainda por que estava tirando férias no Havaí). Logo, Darla e W.E. começam a se xingar, e entram na casa aos berros.

Foram incontáveis às vezes em que Vilmer se viu obrigado a meter porrada nos dois para fazerem ambos calarem a boca. Após isso, Vilmer decide torturar sua vítima. Leva Jenny para uma sala repleta de coroas à beira da morte que provavelmente já até tinha virado zumbis. Então, W.E. segue Vilmer, e quando chega na sala, começa a conversar com os velhos, que com o pé na cova, provavelmente nem estavam prestando atenção no imbecil.

Depois dessa cena, do nada, Vilmer, pra variar, entra em um de seus habituais surtos de loucura, proporcionados por sua paranoia e esquizofrenia. Então, após empurrar Darla pra longe, em um surto de fúria, sem motivo algum aparente, Vilmer simplesmente aplica um golpe bem no meio da cara de W.E. colocando-o para dormir imediatamente e encerrando as participações do mesmo no filme. Porém, aparentemente W.E. não morreru, pois revelado ainda em O Massacre da Serra Elétrica 3, que um dos membros da Família Sawyer/Hewitt havera sobrevivido e tinha sido capturado pela polícia, sendo este W.E. Sawyer, que foi burro suficiente para deixar que o capturassem. Se bem que não adiantou nada, pois ele era o único sobrevivente daquela geração da família mesmo, e por conseguinte não tinha nada para revelar. Se está morto, provavelmente foi pelo fato de ter ido para a câmara de gás ao se provar que ele e sua família praticavam rituais canibalescos. Mas, isso não importa a ninguém, afinal, W.E. Sawyer é um dos mais figurantes integrantes da família, e nunca somou em nada no enredo da série.

Ver também[editar]


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...
Leatherface montagem 2.jpg