Walter White

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Se você vandalizar esse artigo, Walter vai usar sua técnica chamada fósforo na frigideira em você!

Nota: Este artigo é 99,1% sem-graça puro!


Spoiler5.JPG
Atenção! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais spoilers.
Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que o Michael Myers não morre, ou que Nick Russell é revelado ser o filho de Udonna com Leanbow, que era Koragg.
Spoiler3.jpg



Dark-Art-Grim Reaper 01DesktopNexus.jpg
Walter White já morreu!

E jurou vingança!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Wikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Walter White.

Cquote1.png Você quis dizer: Scarface com câncer Cquote2.png
Google sobre Walter White
Cquote1.png Walter White é o caralho! Meu nome é Heisenberg, porra! Cquote2.png
Walter White imitando Zé Pequeno.
Cquote1.png Tudo o que eu fiz foi pela minha família! Cquote2.png
Walter botando nas costas da família a pequena quantidade de crimes que cometeu

Fuck This.jpg

Desenho do Walter.jpg Walter White (a tradução seria Demônio Branco Valter Branco, branco como os cristais que ele produz), Heisenberg para os colegas de profissão, é um professor de química que virou porra louca quando descobriu que estava com câncer, e decidiu virar um dos maiores traficantes de metanfetamina da região. Ele é o protagonista principal do seriado Breaking Bad. No começo, ter um velho chato, entediante e submisso à esposa como o Walter de protagonista era broxante, mas logo ele começa a se mostrar fodão e assim a série não foi cancelada na segunda temporada.

No começo, ele dizia fazer isso para economizar uma grana para a família, pois sua morte estava iminente (mesmo que o câncer não o matasse, uma hora a merda ia bater no ventilador e ele não ia ter escapatória), só que na verdade ele fazia isso por gostar de cozinhar umas pedrinhas de metanfetamina mesmo, e a família que se foda.

Antes de quebrar mal Breaking Bad[editar]

Walter posando para a Playboy

Walter Hartwell White se graduou em química do mal no Instituto de Tecnologia da Califórnia. Ele saiu de lá e fundou uma firma com o colega de quarto dele, Elliot, mas calma, não era só para fazer lavagem de dinheiro, ainda não chegando essa parte. Nesse mesmo tempo, Walter estava dando uns pegas na Gretchen (não essa Gretchen, o Walter pode ser traficante, assassino, mau esposo, pai, etc, mas ele não é tão baixo). Walter acabou deixando a firma e a Gretchen, vendendo sua parte na firma por uma miséria. Elliot e Gretchen se casaram e ficaram milionários com a firma, lucraram em cima principalmente de uma pesquisa do Walter (provavelmente sobre a química de cheirar gatinhos).

Walter teve uma boa formação, mas acabou virando químico de pastelaria
Como tudo poderia ter acabado sem frescura ou enrolação

Walter ficou puto pra caralho com isso, pois ele acabou virando um professor de ensino médio que ganha tão mal (parece que a renda dos professores americanos tá igual a dos do Brasil) que precisa trabalhar numa lavadora de carros com um chefe mexicano filho da puta que o humilha, enquanto que os ex-colegas dele estão lá ricos por causa da pesquisa do Walter. Quando a merda finalmente bate o ventilador lá no final da série, Elliot e Gretchen mentem falando que o Walter só contribuiu com o nome da empresa. Não sei porque, só iria dar credibilidade para a empresa um grande cozinheiro de cristais ter feito parte dela (como se eles não pudessem lucrar muito mais criando uma cracolândia por lá).

o Pontiac Aztec,só ficou conhecido por ser o carro,todo fundido dele

Walter ganhava tão pouco como professor que, além de posar para a Playboy, teve que fazer comerciais degradantes como esse para poder sustentar a família

E ainda por cima, a sua mulher, Skyler White, está grávida. E os dois já tem um filho, Walter White Jr., que vai ter a honra de carregar o nome do pai, um dos maiores traficantes de metanfetamina do país, para sempre com ele!

Primeira temporada[editar]

A série não podia começar melhor pro pobre Walter: Ele precisa trabalhar em dois empregos pra sustentar a mulher grávida e o filho perneta! Em um ele ensina crianças á montarem seus próprios cartéis mexicanos, e assim lucrarem rápido para não encherem o saco dos pais. No outro emprego, que é muito mais simples (ou não) ele apenas atende o balcão da loja, limpa os pneus dos carros, enche os tanques, fabrica etanol, limpa os banheiros e lambe os pés do chefe mexicano filho da puta dele, que tem sombrancelhas mais grossas que um corrimão. Enquanto ele fazia porra nenhuma trabalhava com a gozolina gasolina, ele tosse pra caralho e desmaia. Vai pro hospital e o médico declara a pior notícia de sua vida.

Walter Médico.png Cquote1.png Ih, tá fodido! É câncer! Cquote2.png
Médico sobre a tosse de Walter

E após um dia horrendo de trabalho e uma notícia tenebrosa, ele vai pra casa e se depara com uma festa surpresa. Aí lembra que neste dia fazia 50 anos (seria alzheimer?), e ainda sim sua vida continuava um monte de bosta, mas então seu cunhado Hank o convida para assistir a a operação do DEA (O DENARC dos gringos), que iriam fazer na casa do caralho pra prender os crackudos que lá produziam meta. Na operação, enquanto ele assiste do lado de fora (ui!), ele vê que um dos marginais está fugindo pela janela da casa vizinha, depois de molhar o biscoito com a gostosinha rebolante aleatória. Daí ele arregala os olhos cabulosamente e vê que já deu aula pra aquele crackudo: Jesse Pinkman!

Walter nos tempos em que trabalhou como entregador de pizzas.

Sem pensar uma vez sequer, por que aí seria apenas mais um minuto chato pra caralho nesta temporada, ele invade a casa do Jesse e tem a peripécia de dizer para um traficante com contatos perigosos que vai denunciar ele caso eles não trabalhem juntos. No dia seguinte, Walter percebe que peidou na farofa e que poderia ter sido pipocado por Jesse quando falou aquilo. De qualquer forma, ele está dentro, e alguns séculos dias depois ele se torna o vendedor de metanfetamina mais foda da bagaça toda do/no Novo México.

Ver também[editar]