Wendigo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Família Sawyer.jpg Este artigo é CANIBAL!

Este artigo está relacionado com canibalismo. Isso significa que ele(a) se
alimenta dos seus semelhantes e provavelmente é um Serial Killer.

Vida longa ao Holocausto Canibal!

Night creature.JPG Wendigo surgiu das trevas!!

E adora assustar criancinhas!

Puro osso.gif
Eis o temível Mendigo Wendigo!

Cquote1.png Você quis dizer: Mendigo Cquote2.png
Google sobre Wendigo
Cquote1.png O bichinho de estimação da família. Cquote2.png
Drayton Sawyer sobre Wendigo


Wendigo é o nome dado a um canibal anorexo que acabou se transformando em uma criatura monstruosamente feia que vive assombrando os índios pelas florestas dos Estados Unidos. De forma simplificada, o Wendigo é uma assombração canibalesca que possui diversos poderes sobrenaturais, dentre eles a capacidade de possuir corpos que não lhe pertencem.

História[editar]

Típico Wendigo de RPG, mais parecido com um lobisomem do que com um Wendigo propriamente dito.

Toda a história do Wendigo teve seu início com uma família em particular: a milenar Família Sawyer. Há muito tempo atrás, estabeleceu-se nos EUA, a primeira família de colonos que se tem notícia na história, lideradas na época pelo conhecido Grandpa Sawyer.

Durante muitos anos, Grandpa Sawyer e os demais integrantes de sua família foram os únicos habitantes da região. Eles viviam da agricultura, da pecuária, da caça e da pesca, e eram felizes. Porém, com o tempo, as plantações da família passaram a ser frequentemente atacadas por nuvens e mais nuvens de gafanhotos oriundos do Egito, que estavam em busca de rango fácil após acabarem com todo o estoque de alimentos vegetais daquele país.

E não é só isso: durante aquela época, as visitas de alienígenas passaram a ser cada vez mais frequentes, e sempre que os ET's visitavam o local, deixavam aqui várias espécies de chupacabras, que passaram acabar com todos os rebanhos da família. Desamparados e sem melhores alternativas, a família de Grandpa Sawyer passou a se alimentar dos gafanhotos e dos chupacabras das redondezas.

Porém, essa nova dieta não apresentava valor nu-nu-nu-tri-tri-tri... adequado, e em vista disso, todos da família passaram a ficar em estado de aguda magreza, pois os nutrientes presentes nos novos alimentos não eram absorvidos corretamente pelo seu corpo e acabavam sendo expelidos para fora sempre.

Um Wendigo faminto procurando por carne humana para saciar-se pela noite.

Com o tempo porém, mais pessoas passarem a se agrupar nos arredores da casa dos Sawyer. Como já estavam fartos de gafanhoto no espeto e de carne de chupa-cabras todo santo dia, a família de Grandpa, movidos por um forte instinto canibalesco, passaram a assassinar todos os vizinhos e fazer sopa com seus corações. Posteriormente, teriam aberto um açougue especializado em vender esfirra de carne humana, que foi um verdadeiro sucesso.

Porém, nem tudo são rosas na vida. Certo dia, um grupo de adolescentes vândalos, sem saber a quem pertencia a casa dos Sawyer, que ficava num fim de mundo no meio do mato, acabaram invadindo o local. Como estavam bêbados e pensaram que era uma casa abandonada, eles decidiram tocar fogo no lugar e sair correndo só de sacanagem, pois eram um bando de playboys desocupados que não tinham anda de melhor para fazer. Por azar, toda a família Sawyer acabou morrendo no incêndio.

Porém, por terem se comportado mau durante toda a vida, ao invés de simplesmente levá-los para o Inferno como faria com qualquer outro criminoso, o Capeta resolveu sacanear com a família, e lançou uma maldição contra Grandpa e sua trupe, transformando-os em monstros diabólicos e canibais que estariam condenados a vagar sem rumo pelo meio do mato assombrando índios e caipiras para toda a eternidade. Dessa forma, surgiram os primeiros mendigos Wendigos.

Características[editar]

Wendigo em sua plena feiura.

Assim como o Pé-Grande e o Saci, o Wendigo trata-se de um entidade mitológica. Ou seja, ele não existe, nunca existiu e nunca existirá, sendo apenas o produto da imaginação de índios e caipiras espalhados por toda a América do Norte, cuja imagem foi criada provavelmente baseada na figura da sogra (essa sim é uma criatura assustadora). Assim como boa parte dos monstros que permeiam a imaginação dos ignorantes, Wendigos podem transformar humanos saudáveis em outros Wendigos, já que assim como os zumbis, eles devem ser provavelmente estéreis e incapazes de se reproduzir de forma decente.

As descrições da temível fera variam, já que contadores de história em geral, sempre inventam a desculpa de que os Wendigos são rápidos demais, o que impossibilita observá-lo de forma mais detalhada. Obviamente, isso não passa de uma desculpa para poder justificar a ignorância dos mesmos, ou até sua falta de imaginação do momento para inventar características para o bicho. Porém, algumas descrições aparecem com mais frequência: eles seriam mais altos que um jogador de basquete e seriam anorexos, detentores de uma fome imparável, o que explicaria o porque de nunca pararem de devorar índios que andam sozinhos de noite pela floresta. Suas pernas e braços são tão grandes quanto as do Pumpkinhead, e assim como ele, apresenta-se como sendo uma criatura feia de doer, além de ter uma língua azul ou roxa, igual a de um Chow Chow.

Wendigos também são símbolo de azar e maus agouros. Acredita-se que quando tem um Wendigo por perto, não importa se faz um calor de rachar, tudo vai rapidamente à -30° negativos e imediatamente vai nevar. As colheitas irão de mau à pior, e em vista disso, a presença de um Wendigo significa prejuízo e desgraça, o que o torna uma das criaturas mais odiadas do mundo. Os Wendigos moram em cavernas úmidas e imundas, e dizem que tempestades e tornados são sinais de que algum Wendigo faminto está caçando humanos pela floresta.

Caça[editar]

Assim como qualquer outro animal ou aberração da natureza, os Wendigos precisam alimentar-se para sobreviver e poder tocar o terror na humanidade com a barriga cheia. Sua alimentação consiste basicamente em carne humana, que é mais nutritiva e saudável para sua espécie. Um Wendigo é conhecido por ser um morto da fome (daí o nome "Wendigo", uma clara referência à palavra "Mendigo"), e como tal, está sempre procurando por novas vítimas para saciar-se delas e esbaldar-se com seu sangue e carne fresca na janta. Logo, ele procura caçar seres humanos, sua principal presa, sempre que pode, se alimentando de qualquer alma viva que cruze seu caminho.

Uma esquisita variação do Wendigo, caracterizada por chifres de rena, nariz de porco, olhos de demônio, barba de gorila, corpo do Candyman e pernas de bode.

De forma semelhante ao Creeper de Olhos Famintos, o Wendigo tem preferência por partes específicas, que variam de classe para classe de humanos: das criancinhas, as vítimas mais fáceis e burras na hora da caça, o Wendigo tem preferência pela sua gordura, que é nutritiva e apresenta carboidratos e nutrientes necessários para ele crescer grande e saudável. Das mulheres, geralmente capturadas quando vão pegar lenha para a fogueira na floresta sem ninguém a acompanhando, o Wendigo adora arrancar a pele, a qual costuma ser o ingrediente especial para uma saborosa e deliciosa sopa em uma segunda-feira de noite. Dos homens, os Wendigos costumam se alimentar dos músculos, os quais apresentam uma grande quantidade de fibras que ajudam a regular seu organismo magro e seco. Dos velhos por fim, o que os Wendigos mais gostam são de seus ossos, que costumam ser macios e crocantes, uma verdadeira iguaria para qualquer canibal. Os Wendigos também costumam estocar vítimas em suas dispensas; pois caso eles queiram viajar, tirar umas férias no Havaí ou se reunir no final de semana com os amigos para conversar sobre as suas vítimas, comida é o que não faltará.

Wendigos são exímios caçadores, pois podem ser tão rápidos quanto o Ligeirinho, sentidos tão apurados quanto os do Wolverine e a força de um minotauro. Para ferrar com a sua vida, os desgraçados ainda podem enxergar no escuro. Logo, se você estiver caminhando na floresta e um Wendigo te achar apetitoso, pode dizer adeus, pois o miserável vai te perseguir até o Inferno se for necessário unicamente para poder te jogar na panela e servir no café da manhã. Dizem que as garras do Wendigo conseguem fatiar um humano como se fosse um bife no açougue, e seus dentes capazes de triturar os ossos.

Na hora da caça, diferentemente de criaturas barulhentas e que revelam sua localização há quilômetros de distância, como por exemplo o Mapinguari, o Wendigo pode andar na ponta dos pés sem fazer qualquer barulho. Pra completar, ele é capaz de imitar choros de crianças e pedidos de socorro, fazendo com que jumentos caiam na pegadinha e acabem indo direto para a boca da fera. A maior parte dos casos de mortes por Wendigos (e também em filmes de Terror) acontecem dessa forma. Logo, uma dica: se você estiver andando por aí e ouvir um choro de criança vindo da floresta, não perca seu tempo indo verificar, seu trouxa, apenas fuja para as colinas antes que o bicho desista e decida ir pessoalmente atrás de você!

Por fim, estas desgraçadas e amaldiçoadas criaturas são capazes de se apropriar de outras técnicas de caça. Essa técnica consiste no Wendigo ficar uma mês sem tomar banho e liberar um cheiro terrível pra porra. O cheiro é tão forte que penetra no sistema nervoso da vítima, que começa a ter pesadelos, sentir dormência e latejamento no corpo. De tanto sofrimento, a pessoa acaba ficando completamente maluca, e sai correndo feito uma retardado para o meio da floresta, onde o Wendigo está só a sua espera para devorá-la em uma única bocada. Essa técnica malcheirosa é conhecida como "Febre Wendigo", que jamais falha.

Criptozoologia[editar]

Uma subespécie tosca de Wendigo, muito comum em filmes Trash de péssima qualidade.

Como ocorre com todos os contos da Carochinha espalhados por todo o mundo, sempre existirão malucos (em sua maioria esquizofrênicos ou gente querendo chamar a atenção para ter seus 5 minutos de fama) que afirmam com toda a certeza que a existência do Wendigo é real. E como de costume, sempre aparecerão idiotas e desocupados que vão levar esses imbecis a sério. Esse é o caso de criptozooólogos, que ainda hoje estudam a suposta existência do Wendigo, já que não tem nada de mais útil para fazer.

A maioria do avistamento das criaturas ocorre nas florestas inóspitas e esquecidas do Canadá, e seus relatos são em sua maioria provenientes de velhos loucos que habitam aquela região e adoram contar histórias do bicho-papão para assustar os mais jovens. Ontário é o principal lugar dos mesmos, e várias regiões do lugar recebem o nome do Wendigo por supostamente serem o lugar da monstruosidade. Porém, é mais do que óbvio que na verdade, tudo não passa de um jogada econômica para atrair turistas otários de todos os cantos do mundo para esbanjar seu dinheiro no lugar com o intuito de ver de perto o Wendigo. Acredita-se que 99% da renda dos lucros do lugar seja oriundo do turismo, o que torna o Wendigo, além de uma criatura diabólica e monstruosa, sobretudo, uma inteligente fonte de rendas, já que gente estúpida é o que mais existe em todos os lugares.

Ver também[editar]

v d e h
O Fisiólogo diz que Wendigo ecziste, e também: