Whigfield

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tranças? Onde?

Whigfield uma idosa que surgiu na Dinamarca há alguns séculos, nasceu já tendo privada de ouro, portanto nunca houve mais com o que ela se preocupar, assim aproveitou a época da mixagens(acho que é isso), e como ainda não estava pelancuda, pra destilar sua gostosura formando uma banda de música eletrônica, mas antes disso ela teve que aprender uma técnicas que estão logo abaixo na continuação dessa bobagem musical página sobre sua obra.

Nascimento de parto normal[editar]

Como mesmo há séculos atrás a Dinamarca já possuía tecnologia avançada, ela nasceu de parto normal ainda que sua mãe não pudesse dar à luz, pois era hermafrodita. Se fosse me qualquer outro lugar, ela não existiria e, talvez nem suas canções pra que possamos zuar apreciar, mas ela estando na Dinamarca, oras, como sabemos por lá é tudo mil anos a frente, inclusive e principalmente na medicina, então sua mãe hermafrodita pode trazer essa joia musical ao mundo, sem problemas. Detalhe: Ela foi criada na África - isso explica seu gosto por karité música.

Bem por ter sido gerada por uma(ou um) hermafrodita, bem como educada, ela sempre teve o pensamento adiante, então não quis outra formação senão a artística, de onde surgiram suas músicas. se a voz não era nem mais aguda nem mais grave do que o necessário, oras o restante poderia ser corrigido com técnicas vocais... não, pra que desperdiçar recursos técnicos: usou muito de técnicas de correção, mais aquelas tralhas todas usadas em músicas eletrônicas,
Tá certo... não tem mais a mesma potência vocal, abandonou as trancinhas douradas, mas ainda está boa de se comer ouvir.
daquelas que você não gosta apenas porque seu pai gostava... eu não faço essas coisas, só tiro com a cara do meu honrado pai quando ele está longe, já a cara da minha mãe posso tirar, pois basta eu correr e ainda ajudo ela a manter a forma, pois a dancinha que ela faz é muito fraca, melhor é corrida: veja como eu respeito e ajudo meus pais, você deveria ter vergonha.

Vamos admitir amigão, muitas dessas músicas eletrônicas, ficam sim muito boas, outras uma bosta, mas muitas ficam boas, dão mesmo vontade de se mexer, muito melhores do que funk, por exemplo, certo quase tudo é melhor do que funk, até Galinha Pintadinha, mas sim, algumas são boas, com aqueles recursos de eco, mixagem e outras daquelas putarias eletrônicas, podem sim dar bons sons, desde que saibam fazer claro... DJs é que sabem disso, pois os bons é que se sobressaem. Whigfield(que nome), não foi DJ, mas agraciou o mundo com sua gostosura sua voz e...

...bom, também sua gostosura, mas sua voz com alguns recursos ficou boa de se escutar, se não quiser se mexer um pouco, tudo certo, pois essas canções são suaves, não irritam os ouvidos como algumas taquaras e podem ser escutadas até mesmo lendo ou estudando, não que você faça muito isso também... mas Sannie Charlotte Carlson, sério que é mais fácil dizer o nome dela todo do que aquela barulho estranho com a qual ela foi conhecida?

Pois então, ela soltava a voz, depois bastava fazer os recursos que combinassem com o timbre, lá estava feito mais uma obra musical: Se não sabe obra musical é uma música que pode ser chamada de música, mais a obra que é o trabalho de quem deixou na forma final, o que não significa que mesmo o trabalho de quando você mija seja uma obra. Após várias músicas de sucesso, Sannie Charlotte pode então se aposentar com muita grana, sabendo que já havia imortalizado suas melodias.