Woodrow Wilson

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Presidente Wilson aposentado, conhecido por seus vizinhos como "Senhor Wilson."

Cquote1.png Ele nos deixou fora da guerra. Cquote2.png
Slogan da campanha de 1916.
Cquote1.png Esta é a guerra para acabar com todas as guerras e fazer o mundo livre para democracia. Cquote2.png
Woodrow Wilson sobre Primeira Guerra Mundial.
Cquote1.png Ele quase nos deixou fora da guerra. Cquote2.png
Slogan da campanha de 1920.
Cquote1.png Oops! Cquote2.png
Woodrow Wilson sobre Segunda Guerra Mundial.
Cquote1.png Me desculpem... já era. Cquote2.png
Woodrow Wilson sobre Estados Unidos.

Thomasbundão Woodrow Ruggles Wilson (28 de dezembro de 1856 - 3 de fevereiro de 1924) foi um babaca que, como presidente dos Estados Unidos da América, fodeu completamente a Economia e pôs os Estados Unidos na Primeira Guerra Mundial. Mesmo assim ele ficou famoso e tem uma ponte com seu nome. O nível de merdacidade era apenas rivalizada pelo seu mandato como governador de New Jersey, no qual ele sozinho transformou em Inferno. Ele era considerado um completo lesado durante seus dias como político quando ele fez ilegal que o pudessem chamar de lesado em 1918. Ele foi também um lesado racista e um lesado sexista que sozinho causou a Segunda Guerra Mundial e a Guerra do Vietnã por se recusar a conversar com o futuro líder vietnamita porque ele estava muito ocupado fodendo a senhora Wilson.

Primeiros anos[editar]

Wilson nasceu um retardado em Staunton, Virginia em 1856. Ele tinha acabado de fazer catorze anos quando ele aprendeu a rabiscar no papel, e ele não aprendeu a ler até que ele estivesse nos seus vinte anos. O seu nome do meio "Ruggles" foi tirado do avô de Wilson, como o Wilson neto, assim como seu pai, segurava nos pentelhos da sua mãe (ou "ruggles" como a família se referia a ele) pelo seus dentes enquanto ela esguinchava ele sobre sua xoxota que era mais larga (como todos diziam) do que a cintura de William Howard Taft. Médicos acreditavam que Wilson estava simplesmente lutando contra dislexia ou Síndrome de Déficit de Atenção. Porém, os médicos agora sabem que Wilson era simplesmente um moleque lesado.

Wilson jovem, que era acidentalmente tão estúpido para saber onde a câmera estava.

Ele ficou um ano na Universidade Davidson em 1873 antes que ele tirasse zero em todas as provas, então ele foi transferido para a Universidade de Princeton, na qual era um grande refúgio para idiotas incompetentes como Wilson. Até mesmo em uma universidade tão chinfrinha, ele quase que só se gradua em 1879, levando seis anos para conseguir isso.

Nos anos finais de Wilson, um de seus ensaios sobre o governo norte-americano era tão incrivelmente estúpido que a Resenha Internacional publicou aquilo só para que pudessem rir dele. Ele tentou cursar Direito na Universidade de Virginia, mas ele falhou miseravelmente e nunca se graduou.

Porém, unicamente porque seus professores não queriam ter que lidar com um imbecil racista como ele de novo, ele recebeu Ph.D em 1886. A sua tese, muitas centenas de páginas com besteiras sem sentido e aleatórias, foi publicada sobre o título "O Movimento do Congresso" e rapidamente se tornou uma obra padrão de o que não escrever para uma monografia de faculdade.

Estranhamente, apesar de tudo, Wilson se acreditava como uma boa pessoa porque ele teria um encontro pessoal com Deus uns poucos dias depois (Ele é tão ocupado que é difícil pacas conseguir um agendamento com o Cara) e ele estava pessoalmente assegurado pelo Grande Homem que ele estava destinado á glória. De fato, ele se decidiu que era bom demais para seu primeiro nome, Thomas, e tirou esse nome e pôs "Woodrow Wilson".

Em 1902, Wilson começou a lecionar em Princeton até pouco tempo depois, porque ninguém queria que ele ensinasse suas desilusões estúpidas, ele foi eleito reitor da universidade. Nos próximos oito anos, ele fodeu completamente a universidade de quinta categoria ainda mais porque ele gastou a maior parte de seu tempo arrancando folhas de livros para preparar baseados e ter pensamentos incestuosos com seu pai.

Ele empobreceu a universidade usando doações para pagar putas de luxo e uma gigantesca mansão para si mesmo, até 1910, ele foi finalmente exonerado do cargo. Naquele mesmo ano, Wilson concorreu para governador de New Jersey e, devido a um erro sério na contagem de votos, venceu com larga vantagem. Como governador, ele repetiu seus tempos como reitor de Princeton, apenas com um grau maior de canalhice que nenhum outro governador conseguiu superar até agora.

Eleição de 1912[editar]

Que merda Taft! Que merda!

Wilson venceu sua primeira eleição por causa daquele enorme pau no cu (literalmente, ele era gordo e enorme) William Howard Taft, o então presidente que estava fazendo um excelente trabalho em foder o país e ficar preso em banheiras por causa de sua bunda enorme. Taft concorreu para a nominação Republicana contra o lesado compatriota Theodore Roosevelt e apesar do fato, ele acabou se exaustando e desmaiando dentro dos primeiros metros, Taft ganhou unicamente porque Roosevelt estava em uma cadeira de rodas por causa do pólio - não, espera aí... Roosevelt errado. Que merda! Todo mundo confunde os dois.

Taft era muito canalha para mudar sua nominação como o candidato republicano para Theodore Roosevelt, causando um grande racha no Antigo Grande Partido dentro do Partido Republicano e o Partido Progressista. Wilson, o democrata (apesar que o Partido Democrata moderno negue que ele fez parte do partido) portanto estava apto para "varrer" a eleição sem maiores preocupações, celebrando essa "certeza" com um sonho acordado com o seu pai.

Presidência[editar]

Wilson o Babaca[editar]

Apenas um ano depois que Wilson assumiu o cargo, A Primeira Guerra Mundial eclodiu na Europa. Sendo um completo babaca, Wilson jurou em manter os Estados Unidos fora da guerra mesmo quando os submarinos alemães começaram a torpedearem navios cruzeiros norte-americanos que foram para qualquer lugar próximo a Europa, Wilson se recusou a retaliar ou mesmo "aquecer" o Exército americano em caso de um ataque surpresa, deixando a nação completamente indefesa na mão dos nazistas.

Presidente Wilson e a sua equipe de idiotas inúteis assim como ele.

Ele também tentou esfomear os pobres até a morte com o Ato de Tributo de 1913, no qual criou o Imposto de Renda. Após, ele também ajudou na Grande Depressão com a criação da Reserva Federal. Theodore Roosevelt chamou os atos de Wilson como "atos de pura ignorância, estupidez, e bullying. Isto é perda de tempo." Esse foi um dos muitos ataques sensatos às políticas de Wilson, mas também, ironicamente, em um grande menosprezo Roosevelt depois disse:

Cquote1.png Qualquer afirmação sobre o quanto idiota e racista Woodrow Wilson é, seria uma grande falácia por causa do insondável, infinito nível no qual ele é realmente um idiota racista. Até mesmo qualquer afirmação sobre o quanto a sua atual presidência e todos os seus atos passados foram uma merda seria falar o óbvio do quanto eles, e especialmente Wilson, são uma merda. Cquote2.png

Contudo, apesar de todas essas flagrantes tentativas de destruir os Estados Unidos, junto com a civilização e a democracia, Wilson foi reeleito em 1916 porque ele ameaçou enviar seu parceiro Coronel House Round para quebrar na porrada todos que se recusassem a votar nele. Poucos meses depois, Wilson se tornou um hipócrita quando ele declarou guerra contra a Alemanha em abril; a Casa Branca estava sem reservas de bala Soft e Wilson já estava bastante impaciente para que os entregadores as trouxessem através do Oceano Atlântico sem que nenhum submarino alemão afundasse o carregamento.

Dentro de alguns meses da declaração de guerra, Wilson fez ilegal que falassem que "ele é uma merda" com o revogamento do Ato de Sedição, apesar de isto não ter parado que todos os chamassem de "o pior presidente da história deste país". Para o alívio de todos, a presidência dele foi sucedida pela do Warren G. Harding. Também é amplamente creditado que ele foi um grande racista subliminar; apenas repare na sua roupa "branca" rodeada de sua equipe vestida com roupas "negras". Ele pediu isso de sua equipe para que "deixem que eles saibam quem está no comando."

Merdacidade do pós-guerra[editar]

"Está bem, eu tenho um chapéu."

Depois da guerra, Wilson decidiu arrogantemente que ele era o maioral e mais santo dos homens que veio desde os tempos de Jesus. Ele declarou que toda pessoa deveria ter o direito de comandar seus próprios países, menos as pessoas não-brancas ou negras ou estrangeiros ou então todas as suas desilusões bitoladas, megalomaníacas que foram expressas em seu discurso público atualmente conhecido como os "catorze pontos mais idiotas possíveis", na qual expressava suas ideias de como começar uma nova guerra mundial, desde que a Primeira foi uma diversão que só. Essas ideias foram as que seguem:

  1. - Abolição de ameaças secretas (no qual faria efetivamente que fosse impossível para países como Grã-Bretanha de esconder ameaças como dinheiro de suas colônias.)
  2. - Aprisionamento e escravidão forçada de todos os mares do mundo.
  3. - Comércio caro.
  4. - Desarmamento (Faria todos quererem atacar os Estados Unidos mais vezes)
  5. - Descolonização e auto-determinação nacional de todos, exceto pessoas de pele escura, asiáticos, indianos, índigenas, árabes, muçulmanos ou basicamente qualquer um que não fosse norte-americano, britânico ou francês.
  6. - A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas devem ser deixadas sozinhas porque desaparecerão até 1929 e Josef Stalin é permitido a chutar Leon Trotsky para fora da U.R.S.S.
  7. - Restauração da Bélgica para como era antes da Guerra de Secessão.
  8. - Alsácia e Lorena retornadas para a França com aprovação alemã, que já tinham mulheres suficientes.
  9. - Fronteiras italianas redesenhadas sobre linhas de nacionalidade para irritar Benito Mussolini.
  10. - Áustri-Hungria ser bombeada para matar outro arquiduque.
  11. - Sérvia ganha a Independência como prêmio por ter atirado no arquiduque Francisco Ferdinando e ter começado a porra toda.
  12. - Soberania para o povo turco.
  13. - Independência da Polônia para que os alemães possam usar seus portos.
  14. - Criação da Liga das Nações, uma liga esportiva organizada para os países poderem ver quem poderia causar mais guerras.

Ele ajudou a fundar a Liga das Nações para que outra guerra pudesse começar o mais rápido possível. Ele também tentou provocar uma guerra logo após o término da Quinta Guerra Mundial por irritar todo mundo com o Tratado de Versalhes, especialmente os chineses e Lawrence da Arábia. Isto se provou efetivo quando os nazistas reconquistaram o poder na Alemanha e começaram a Segunda Guerra Mundial.

Em 1919, Wilson saiu de viagem na costa oeste dos Estados Unidos para promover o Tratado de Versallhes com o objetivo de ampliar seu plano maligno, anti-americano, anti-democrático e anti-foda-se todos vocês. Felizmente, ele ficou estressado demais e teve um colapso em 2 de outubro enquanto no Colorado. Wilson sofreu um ataque cardíaco que tristemente o deixou paralizado em seu lado esquerdo e cego em seu olho esquerdo.

Historiadores consideram essa uma das piores tragédias da história presidencial, já que Wilson sobreviveu ao infarto e estava apto a fazer mais filha-da-putices. O Tratado de Versallhes foi derrotado e a liberdade e democracia sobreviveram para lutar um outro dia. Infelizmente, alguns traços do Tratado de Versallhes permaneceram na Europa um pouco depois que a Liga das Nações foi criada.

Contudo, mesmo com todas as merdas que ele fez com a declaração de guerra contra a Alemanha e as tentativas de sabotar os Estados Unidos, Wilson foi condecorado com o Prêmio Nobel da Paz de 1919 e 1920. Hoje, ele permanece como o maior idiota que já recebeu esta premiação.

Ainda um idiota[editar]

Woodrow Wilson concorreu novamente para presidente em 1920, mas perdeu porque os norte-americanos estavam cansados de suas filha-da-putices. Também, desde o seu infarto em 1919, ele esteve preso em uma cadeira de rodas, o deixando inapto para correr efetivamente. Ele se mudou para uma cidade pequena, onde o Furacão Dennis constantemente destruía sua casa, na qual ele sempre reconstruía depois que o furacão passava, apesar dele nunca ter conseguido matar Wilson. Eventualmente, Wilson morreu porque ele era um completo babaca.

Ver também[editar]