WordPress

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: WordPress.

Cquote1.png Você quis dizer: Blogger Cquote2.png
Google sobre WordPress
Cquote1.png Você quis dizer: Volkswagem Cquote2.png
Google sobre WordPress
Cquote1.png Comé qui vô mexê neça bosta! Cquote2.png
Você sobre quando você está frente a frente com o WordPress
Cquote1.png É muito fácil de instalar! Cquote2.png
WPzeiro sobre WordPress

O logo do WordPress atualmente (plágio da Volkswagem).

WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo responsável pela maioria dos blogs pretensiosos feitos por hipsters hoje em dia (já os hipsters que não sabem mexer nessa bosta usam o Tumblr).

Foi criado por nerds para atender à necessidade do mercado de blogueiros de merda que criam blogs/sites para entupir de anúncios e spam para conseguirem uma renda básica já que não querem trabalhar.

Muitos idiotas que não sabem porra nenhuma de programação mas querem de qualquer jeito terem seus próprios blogs para expor suas opiniões que ninguém liga usam o WordPress pois o próprio site diz que é muito fácil de instalar e gerenciar. Tais noobs geralmente floodam os fóruns de ajuda do WordPress com dúvidas, e os profissionais que não têm o que fazer procuram ajudá-los a consertar as cagadas.

Sobre[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...O WordPress é o sistema pelo qual os descíclopes trabalham no DescicloBlog?

WordPress é um famosamente vagabundo serviço de blog criado por nerds computeiros que gostam de baixar fotos de mulher pelada.

Lá se tem blogs inúteis com nomes bizarros, como um tal "Pergunte ao Urso", onde ao menos em teoria, um urso chamado Marcelo Vitorino responderia as dúvidas psiquiatras dos internautas de forma irônica.

Este é um famoso serviço em Portuglish, que adiciona tanto em níveis culturais quanto o sacode da Gyselle, mas que ainda assim é utilizado pelos Descíclopes pela simples e absurda falta de ferramenta melhor para se blogar.

Esta conhecida merda, por conta de tudo isso, acaba sendo, de forma imerecida, um dos mais famosos serviços de blog, só perdendo nisso para seu concorrente em termos de destruição, que é chamado Blogger ou Blogspot e que está sendo controlado pela maléfica corporação Microsoft Google.

Melhorias[editar]

O logo da WordPress antes das melhorias

Depois de muito tempo do mix no qual a linguagem oficial do programa era o Portuglish, a linguagem foi finalmente substituída por um português decente e de verdade.

No entanto, o sistema continua com enormes falhas, em especial por no fundo quererem aplicar a política de imagens Wikipedista em seus blogs, obrigando os internautas emos que usam essa ferramenta ao corte de pulsos, antes que finalmente se possa "upar" a imagem do miguxo.

Segundo consta, esta reação foi por conta do risco de o serviço ser soterrado por sucessos como o MySpace e o Skyrock, que aportou em português graças ao blog da Gyselle, que é garota propaganda da nova rede social que promete soterrar de vez o sistema WordPress.

A recente polêmica do [LINK REMOVIDO][editar]

WordPress pretende dominar o mundo

Com a dominação por parte dos Nerds na WordPress, ficou claro que os caras, além de ter um punhetão de uns 76 cm, apto para fuder com 666 mulheres duma vez só. Além disso, os mesmos preferiram sair do lema básico do tio Nat do WordPress e o transformaram na NerdPress, com estilo de site profissional e umas 10 mil visitas por dia..

Mas chega de conversa à toa, vamos direto ao assunto: a polêmica do [LINK REMOVIDO] nos comentários. Saiba pequena vítima, que este sintoma apresentado no seu comentário é interferência de um parasita que quando não tem nada para fazer porra nenhuma sua maior diversão é: Editar comentários.

584849824987465461847987168 em cada 1 Moderadores Malvados são egoístas, por isso fuder com um link é naturalidade do mesmo. Principalmente quando a quantidade estipulada passe dos 100 mil visitantes. Nada mais justo, quando um blogue faz sucesso, isso significa alto tráfego de visitas, e 651468547984761189321651754646546872138762546498725687 usuários geralmente clica em um link. Postar um comentário com o link do seu blog é o fim da picada, você está roubando visita, por isso, nada mais justo novamente, de o Moderador Malvador ir lá e por [LINK REMOVIDO]

O que fazer[editar]

Assim como Seu Creysson ela também garante

Vá a Igreja Losangular do Reino de Aurora e dê 1.000.000 reais para o dono, para que o mesmo o converta em Deus por um dia. Vai lá, e digite a senha no login do blogue do desgraçado, edite todos os posts, pondo 666 vezes o link do seu blogue. (De preferência, mude a senha para uma bem mais complicada, como: qazWSXedcRFVtgbYHNujmIKolPÇ741852963/*-+.=-0987654321'"[email protected]#$%¨&*()_+, assim além de o desgraçado demorar cerca de 9054 milênios para descobrir a senha correta, nestes 9054 milênios, você pode fazer o que quiser, ponha 1000 pôstes por dia, sempre acompanhado com 666 links para seu blogue no final, e ao final de 1 semana, seu blogue será tão famoso quando a buceta de sua mãe, e o infeliz que fica regulando seus comentários irá fuder pra cacete perante ao estrondoso sucesso !!!

Cquote1.png Eu Agarantio! Cquote2.png
Seu Creysson sobre WordPress

Onde se usa essa porra?[editar]

Cquote1.png Você que é fã da WordPress compre agora sua caneca! Cquote2.png
SPAM
WordPress fazendo seu SPAM básico

Em vários lugares onde a internet era do tempo dos Flintstones, como empresas por exemplo, esta é uma ferramenta muito usada para efeitos de ficar fazendo blogs sem sentido.

Para espalhar a maleficidade de seus códigos pelo mundo, a empresa criou um engenhoso modelo de spams, que permitiriam o acesso de empresas aos serviços da companhia.

Além disso, a empresa distribui o código fonte do seu programa para quem quiser instalá-lo em seus servidores pessoais, mas sempre busca ganhar algum de um otário (como você) que tenha um .com e queira usá-lo para direcionar ao seu blog.

Isso sem contar que caso você desista de ter um sub domínio (com a maldita terminação WordPress.com, pra variar) por aquelas bandas, ninguém (nem você) vai poder nunca mais utilizá-lo, sendo que lá terá uma página indicando que você foi o idiota que abandonou o tal dito "projeto".

Por isso mesmo, esta é uma das piores ferramentas do mundo, sendo que isto é o que vem a mantendo de pé entre os miguxos emos, que gostam de coisas que sejam tão podres quanto os cadáveres do cemitério.