Xī Hú

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Xī Hú (Lago Oeste, embora não fique exatamente no oeste) é um lago todo bonito e perfumado nos arredores da cidade de Hangzhou e possui inúmeros templos, pagodes, ilhas artificiais, bambus e pastelarias o que o tornam único e um exemplo extraordinário de uma chinesa paisagem cultural e ecológica harmoniosamente unidas. As suas belíssimas paisagens influenciaram pintores e jardineiros durante eras na China.

História da navegação[editar]

Toda a beleza do Lago Oeste que é até patrimônio mundial.

Na Dinastia Qin (221 a.C.) o lago Xī Hú nem era um lago, mas uma parte do rio Qiantang, e portanto não tinha importância alguma, mas mesmo assim já haviam umas rãs, especiaria da culinária local, o que forçava a vinda de alguns pescadores para o local.

Já na Dinastia Tang (618-907) o assoreamento das margens do água do rio Qiantang devido às plantações de arroz forçou sedimentos para o leito do rio forçando a criação do atual lago. O que pareceu muito oportuno para a dinastia da época que se aproveitou deste grande reservatório de água para produzir sucos dos mais diversos sabores, mas especialmente os de pêssego e goiaba.

Na Dinastia Song (960-1271) as coisas ficaram mais agitadas no Xī Hú, pois foi a época em que foram construídos os primeiros pedalinhos e pesque-pague nas margens do lago. Muitos poeteiros de renome visitaram a região para poetar sobre as belezas das flores em formato de buceta que permeiam a região. Muitos pagodes foram erguidos como o Pagode Baochu e seu belo formato de pênis, mas não apenas pagodes, sambas, forrós e sertanejos também.

Na Dinastia Yuan (1271 -1368) visitantes de todas partes do mundo visitavam o lago Xī Hú para alimentar os cisnes. Até Marco Polo esteve por lá onde abriu as primeiras pizzarias da China na beira do lago.

Ecossistema[editar]

Flora

Fauna

Paisagem Cultural do Lago do Oeste de Hangzhou[editar]

Atualmente as margens do lago Xī Hú é tão entulhada de templos, pagodes, pastelarias, karaokês, pedalinhos, escolhinhas de kung fu, baianas vendendo acarajé, vilas pesqueiras, templos xaolins, que a UNESCO se viu obrigada a considerar tudo aquilo um patrimônio mundial.

A Paisagem Cultural do Lago do Oeste de Hangzhou inclui até estradinhas de pedra através de um bambuzal, além de tumbas sinistras de algum imperador chinês amaldiçoado qualquer e diversos templos.