X-Blades

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg X-Blades é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Agente 47 tenta descobrir o sentido de sua vida.

X-Lâminas
X blades.jpg

Muito fanservice

Informações
Desenvolvedor Gaijin Entertainment
Publicador Ubisoft
Ano 2007
Gênero hack and slash
Plataformas PlayStation 3, Windows, Xbox 360
Avaliação 6
Idade para jogar 12

Cquote1.png Me vê aí um X-Blades! Cquote2.png
Algum panaca fazendo um pedido na lanchonete sobre X-Blades
Cquote1.png Será que vai virar anime? Cquote2.png
Otaku tão panaca quanto o cara acima sobre X-Blades

X-Blades ou Oniblade é mais um dentre tantos joguinhos escrotos que não têm história nenhuma (pelo menos, não uma que preste), então apelam para o hentai na tentativa de atrair alguém que se interesse em jogá-lo.

Jogabilidade[editar]

Motivo do sucesso (?) do jogo.

Ninguém sabe definir ao certo o gênero dessa coisa. É algo que mistura plataforma, RPG, tiro, ação, aventura e eroge, é claro, já que a protagonista é uma puta gostosa.

A jogabilidade é um lixo, com todos aqueles clichês de andar por aí destruindo monstros e recolhendo porcarias que aprimorem suas habilidades. O diferencial é que existem itens da luz e itens das trevas, e isso fará a diferença no final do jogo para definir se a personagem do jogador ficou boazinha ou maligna.

Algo que frustrou milhões de otakus que jogavam X-Blades foi descobrir que o game não é japonês, mas sim russo.

Ayumi[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Ayumi (X-Blades)

A hentai girl responsável por arrecadar a meia dúzia de fãs que essa maravilha conseguiu. Ela é uma loira burra que resolveu sair para catar pedras preciosas usando biquíni e carregando duas espadas enferrujadas.