Xing Ling

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Madruga1.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.

Cquote1.png Você quis dizer: Falsificado Cquote2.png
Google sobre Xing Ling
Cquote1.png Experimente também: Paraguai Cquote2.png
Sugestão do Google para Xing Ling
Cquote1.png La garantia soy yo!! Cquote2.png
Vendedor paraguaio sobre produto Xing Ling
Cquote1.png "Nossos chineses são quase iguais aos japoneses dos outros Cquote2.png
Slogan da ToXing Ling sobre seus produtos
Cquote1.png É tudo igual, só muda a marca! Cquote2.png
Camelô sobre a marca Sonni e Sony
Cquote1.png Ué, mas qual a diferença entre uma maçã mordida e uma banana mordida? É tudo fruta! Pode confiar. Cquote2.png
Camelô sobre a marca Apple e Épou
Cquote1.png Esse moleque nunca abre o olho? Cquote2.png
Zé Mané Negão sobre o filho xing ling com a esposa loura
Cquote1.png Quem precisa abrir o olho é você! Cquote2.png
médico sobre o nenê que não abria o olho
Cquote1.png Na União Soviética, Xing Ling é original e o falso é VOCÊ!!!!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Xing Ling

Um xing-ipod da Suzuki(??)

Etimologia[editar]

Xing Ling é o verbete chinês para genérico, sobretudo os "Made in China". É usado para definir produtos piratas, bastardos de marca, o celular do Kildery, produtos de camelô em geral. Pode servir pra definir até mesmo aquele bebê negão com 3 metros de rola, cujo pai é um japonês com uma loira.

É quase igual, só uma letrinha não faz diferença

De tanto os ocidentais repetirem que chinês é tudo igual, eles resolveram usar isso em proveito próprio e hoje em dia eles insistem que aquele relógio Xing Ling Loréx é igualzinho ao Rolex suiço, ou no mínimo, quase igual. Assim como os Chipods são quase iguais aos originais da Apple.

Economia[editar]

Alguns capitalistas espertalhões aproveitaram essa onda chinesa barata e quase igual dos Xing Ling e acabaram levando chumbo, aliás, na verdade, quem levou foram as criancinhas inocentes cujos pais compraram brinquedos de certas marcas. Não queira nem saber o que acontece com quem vende produtos chineses nas galerias centrais de grandes metrópoles brasileiras. Na verdade, aqui vai um spoiler: os corpos são encontrados duas semanas depois nas valetas e com a boca cheia de formiga.

Entretanto, isso não importa muito, pois sabemos que o mercado de produtos Xing Ling está em plena expansão, de forma que até o ano de 2069 (se o mundo não acabar antes disso - o que certamente irá ocorrer) os produtos chineses estarão presentes em 66,6% das casas em todo o mundo, isso porque as crianças escravas chinesas que trabalham 23 horas por dia dentro de porões sem acesso à alimentação e um sono, desprovidas de qualquer contato social sem ser com outras crianças escravas chinesas, terão evoluído para uma nova forma de humano, cuja capacidade ultrapassará dos gênios da atualidade, deixando elas capazes de confeccionar produtos de qualidade não mais duvidosa.

Há previsões, de fonte tão garantida quanto a qualidade dos produtos Xing Ling, de que em um futuro próximo todas as empresas que produzem marcas famosas falirão devido a concorrência desleal e preços baixos praticados pelos "plodutinhos di olhinhos fechadinhos né?", de forma que todas as pessoas serão obrigados a comprar produtos "Meide" in China. Outro fator fator que preocupa as autoridades é o prognóstico de que os funcionários das grandes marcas se tornarão mão-de-obra escrava nas fábricas de Xing Ling, causando um colapso sócio-econômico que acarretará a expansão do "Império Chinês" por todo o planeta, cuja população será refém do estilo de vida Oriental e de seus produtos de qualidade filhadaputista.

O mercado Xing Ling está expandindo sua linha de produtos. De acordo com as declarações de XixiNoMuro Ke TakokunoMuro presidente-executivo da empresa Xing Ling Fabrications de Produtations Falsifications, certo é que, em breve, não restará alternativa ao consumidor mundial senão comprar, além de eletrônicos, alimentos Xing Ling. Já estão em fase de teste (hahaha...) produtos alimentícios como um que parece com banana e outro que é quase igual feijoada, só que feitos com derivados de produto que é quase igual petróleo, porque petróleo tá muito caro e produto XingLingnês tem que ser barato. Obviamente, os cobaias são as crianças escravas chinesas que trabalham 23 horas por dia e são desprovidas de contato social.

Ver também[editar]

Patrocínio:
Este artigo é patrocinado pela banca do Zé Raimundo