Yama-Uba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Chutaela.jpg Este artigo é sobre uma Bruxa!

ou algo tão feio e horripilante quanto uma bruxa...

Ajude este artigo invocando o outro gato Satanás.


Yama-Uba (Velha da Montanha) é uma criatura baranga da mitologia japonesa que ninguém sabe dizer muito bem o que poderia ser exatamente. Ela já foi considerada bruxa, demônio, youkai, dentre várias outras baboseiras irrelevantes que nem vale a pena citar, pois de qualquer forma, nem existem mesmo. O mais provável de tudo é que todas essas teorias sejam furadas e a Yama-Uba não passe de uma reles velha feia e louca.

Descrição[editar]

Yama-Uba disfarçada fazendo mais uma vítima inocente

De acordo com as mais de 8000 versões controversas e confusas desta mesma lenda, Yama-Uba é uma puta baranga que vive em uma cabana isolada nas montanhas. Como se não bastasse a feiura, ela também é muito porca, pois está sempre com os cabelos desgrenhados e as roupas imundas, o que leva a crer que nunca toma banho. Porém, ela tem a habilidade de mudar de aparência, então aos olhos dos mais burr... desavisados, talvez ela possa ser uma mulher gostosa.

Mas afinal, que grande bosta tem de especial essa velha para ser considerada uma figura mitológica? Mudar de aparência qualquer um consegue, é só usar um bom photoshop, então isso não é o bastante para transformá-la em um mito. Pois bem, Yama-Uba tem uma característica muito peculiar, que é seu paladar. Ela se alimenta de crianças que se perdem na floresta conquistando sua confiança e cuidando delas por um tempo. Quando achar que estão apetitosas o bastante, é hora do rango!

Origem[editar]

Há quem acredite que Yama-Uba seja na verdade a mãe biológica de Kintarou, um guri retardado não menos feioso que ela e também personagem da mitologia tosca dos japoneses. Ou então, que ela pegou o moleque dourado para criar após a morte de sua mãe e não foi capaz de comê-lo devido à enorme gordura força do mesmo. Ainda há a hipótese de que Kintarou só ficou super-forte porque mamou nos seios de Yama-Uba, que forneceram leite mágico. Mas não me agrada muito imaginar um gordo mamando nas tetas de uma idosa, então prefiro ignorar este último fato.

Ver também[editar]

v d e h
O Fisiólogo diz que Yama-Uba ecziste, e também: