Yuri Andropov

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ю́рий Влади́мирович Андро́пов
Iúri Andropov
Zagallo.jpg
Ordem 5º Presidente (União Soviética)
Período 12 de Novembro de 1982
9 de Fevereiro de 1984
Vice-Presidente Fidel Castro
Predecessor Leonid Brejnev
Sucessor Konstantin Chernenko
Nascimento 15 de julho de 1914
Stavropol, Império Russo
Falecimento 9 de fevereiro de 1984
Moscou, União Soviética
Primeira-dama Tatyana Andropova
Profissão Soldado Nerd
Partido político PSTU


Cquote1.pngSua intenção era pesquisar: Yuri GagarinCquote2.png
Google sobre Yuri Andropov
Cquote1.png AAAAAA! Filho da puta! Cquote2.png
Ronald Reagan sobre Andropov

Yuri Vladimir O' Bitch Andropov (Stavropol, 15 de junho de 1914 – Moscou, 9 de fevereiro de 1984) foi o menos conhecido líder mundial. Garanto que você nem sabia que ele existia. Ele foi o 5º´Secretário-Geral do Partido Comunista da União Soviética, nome mais longo e bonito para "Ditador Comunista da Burocracia Soviética"

Tabela de conteúdo

[editar] Primeiros Ânus

Yuri previamente maquiado para a balada.

Yuri teve uma infância muito promissora. Seu pai era membro da família Don Cossack, a mais importante máfia russa. Sua mãe era filha de um importante empresário de Moscou. Ele foi educado nas melhores escolas da região, o que o tornou um legítimo nerd.

Em 1930 Andropov se juntou ao Komsomol, uma espécie de Série B do Partido Comunista. Após muita reza ele chegou ao PC em 1939, quando foi enviado para a longínqua República Carelo-Finlandesa, se tornando o presidente daquelas bandas. Fugiu daquele inferno em direção a Moscou em 1951, quando se juntou ao PC. Em 1954 foi deportado enviado à Hungria se tornando o embaixador soviético húngaro. Ali ele desenvolveu medo de húngaros ao ver os horrores da Revolução Húngara de 1956 e os filmes de Elizabeth Báthory.

[editar] KGB

Durante dez anos ele comandou o KGB. Nesse período ele ficou obcecado pela ideia de estragar qualquer revolução capitalista à sua volta.

Yuri gostava de estragar revoluções como ninguém. Entre as revoluções que ele estragou estão a Revolução Húngara de 1956, a Primavera de Praga em 1968 e na Polônia em 1981. Andropov acreditava que o Exército Vermelho deveria meter bala na cabeça de todo mundo que quisesse derrubar o comunismo em seu país, ainda que os Estados Unidos metessem o nariz no meio estragando tudo.

[editar] Governo

Yuri A. lendo um artigo da Wikipédia.

O governo de Andropov não teve absolutamente nada de interessante. Ele tentou melhorar a economia sem se desfazer dos ideais comunistas, coisa que todos os outros fizeram (e que qualquer um faria). Ele tentou também acentuar as tensões da Guerra Fria, por meio da instalação de mísseis direcionados aos Estados Unidos. Outro fator de destaque era a incrível inimizade que tinha com Ronald Reagan.

[editar] Últimos Ânus

Morreu oficialmente de gripe, nem nisto Yuri A. se destacou, talvez, por esta razão todos os ditadores comunistas líderes da extinta União Soviética oficialmente morriam de gripe. Mas, como Yuri A. gostava de conquistar os amigos enviando-os para passar longas férias na Sibéria, a causa-mortis deve ter sido mesmo o tradicional envenenamento seguido de espancamento, tiro, e afogamento nas cloacas de Moscou pelos amigos (que ainda não tinham ido visitar a Sibéria, bem entendido), nada fora da tradição russa, Rasputin que o diga.

Precedido por
Leonid Brejnev
Führer da União Soviética
19831984
Sucedido por
Konstantin Chernenko
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas