Zé Jacaré

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Babyashaus.jpg
Frilledlizard.jpg

Esse artigo fala sobre um Réptil

Ele pode ser um dinossauro ou uma lagartixa, adora tomar Sol e foi morto para virar bolsa de perua!

Cquote1.png Eu acho que vi um passarainho Cquote2.png
piu piu Zé Jacaré sobre Pica Pau

Cquote1.png Na União Soviética, zé jacaré é cozinhado por "VOCÊ" Cquote2.png
reversal russa sobre Zé Jacaré
Cquote1.png Tem gente que gama num peixe com escama, e um peixinho frito é o último grito, mas fique sabendo que um pássaro tremendo na panela fervida é ótima pedida! Cquote2.png
Zé Jacaré em uma de suas horrorosas belas composições improvisadas sobre Pica-pau

[editar] Personagem

Para conseguir comida, os jacarés de Okee Dokee, fazem de tudo, inclusive apelar para a macumba o Voo-Doo
Zé Jacaré e sua vestimenta típica, e também usando uma lancheira mala.

Zé jacaré é mais um dos personagens fominhas do desenho do Pica Pau. Vive passando fome indicando que não há nada para se comer em seu pantano verdejante e cheio de vida. Em todos os episódios em que aparece, tenta desesperadamente comer seu prato favorito: Um fricassé de Pica Pau, que é algo que ninguém faz ideia do que é, já que ele nunca conseguiu pegar o Pica Pau para demonstrar o exótico prato.

Zé Mora no "Pântano Okee Dokee", que é um pântano (ORLY?) pobre, com uma lagoinha rasa quase sendo assoreada a qual você nunca verá um jacaré nadando. Zé está também envolvido com magia negra, sendo conhecido também como o rei do Voodoo. (O que não se faz por comida). Usa um colete amarelo e um chapéu, provavelmente adquiridos de sua última vítima, coisa muito normal entre jacarés.

Apesar de sua idiotice mórbida, Zé Jacaré é um execelente cozinheiro, pena que ele nunca tem comida para cozinhar. Toda vez que o pica-pau apareçe ele inventa um tipo de estabelecimento para fazer uma armadilha completamente previsível para atrair a ave (é um noob mesmo); a nóia de Zé é tanta que ele tem até um radar detector de pica-paus, sim ele é um pobre desesperado por comida. Mas o Pica-pau, como não quer ser comido pelo faminto jacaré, sempre tenta convencê-lo, preparando algo que diz ser bom, mas que na maioria das vezes é o próprio rabo do réptil, que por ser muito burro sempre aceita o prato e acaba comendo a si mesmo (literalmente). Um desses pratos de enganar trouxa que pica-pau preparou para tentar matar a fome de Zé é sem dúvidas uma das mais requintadas iguarias da culinária florestal: o "Bife do Pântano".

[editar] Aparições

  • Brincadeira no Pântano: Bem, esse é o episódio que está sendo exibido no vídeo ao lado (e acima), ele foi escolhido para ser representado aqui aleatoriamente porque é realmente muito engraçado, portanto vale a pena ver. Não detalharemos nada aqui. Spoiler: Zé Jacaré conhece Laika. Deixe de preguiça e veja você mesmo!
  • Hospitalidade Gélida: É um dos episódios em que Zé Jacaré tenta se fazer de hospitaleiro para que o Pica-Pau pense que ele é um jacaré bonzinho que só quer lhe ajudar. Zé consegue mostrar muito bem sua hospitalidade, preparando banhos de água fervente e caminha de cenouras e batatas, já aquecidas (e bem aquecidas) pela fogueira. Quanta hospitalidade!
  • O Jantar de Gabby: Não, não surgiu nenhum novo personagem no desenho com esse nome esquisito, mais pra frente veremos o porque de usarem esse nome ridículo para denominar o Zé Jacaré. Esse capítulo retrata uma das mais de oito mil tentativas do jacaré para devorar o Pica-Pau.
  • O Mestre-Cuca: É um dos episódios em que Zé Jacaré acha que é cozinheiro profissional e começa a fazer suas iguarias exóticas esquisitas, sua comida mais parece um veneno, mas ele sempre come assim mesmo, já que nunca consegue nada melhor. Neste episódio em especial, ele consegue comer, pena que ele acaba comendo o próprio rabo (sem besteira nem duplo-sentido hein)!
  • Foguete Fajuto: Neste episódio Zé Jacaré monta um foguete, monta não, o foguete aparece misteriosamente, ele só pega um monte de panelas velhas e entulha e diz ser um foguete. Essa invenção maluca é para convencer o Pica-Pau a fazer uma viagem dentro do foguete, é claro que tudo não passa de mais uma de suas invenções para tentar cozinhar a ave (e só pra variar, ele falha novamente).
  • O Rei do Voo-Doo: Bem, como já foi dito, não há personagem no desenho mais mandingueiro que Zé Jacaré, neste episódio ele apenas faz jus a essa sua fama de macumbeiro, faz um boneco de voo-doo com a forma do Pica-Pau e o fica espetando o tempo todo, em seguida ele hipnotiza o boneco para que este entre em seu caldeirão e vire comida, mas como sempre, tudo dá errado.
  • O Guloso Zé Jacaré: Não é nenhuma novidade que o tal do jacaré é guloso, mas vamos combinar também que ele nunca come, em todos os episódios ele falha em pegar o Pica-Pau e vive sempre passando fome. Neste episódio, Zé Jacaré chega ao ponto de andar num barco voador, porque quase foi engolido por outro jacaré, crocodilo ou sei lá o que, uma criatura marrom do tamanho da metade da tela.
  • Já Chega de Milho: Este episódio mostra um momento de extrema pindura de Zé, passou tanto tempo comendo só milho que já não aguenta mais, precisa de carne como todo jacaré decente (ele não é um jacaré decente). Enfim, com isso ele tenta de novo apanhar o Pica-Pau, mas acaba literalmente apanhando...

[editar] Curiosidades

Primeiramente, como foi visto na seção acima, todos os episódios de Zé Jacaré são mais velhos que um neandertal, é apenas engraçado saber como tudo isso ainda continua engraçado, as múmias riram quando passou pela primeira vez na televisão pré histórica, os nossos pais riram porque eram uns idiotas mesmo, nós rimos porque não temos personalidade para criar algo melhor e a geração futura vai rir também, pois tudo no mundo só tende a piorar mesmo...

Além disso, como todo mundo percebeu, Zé Jacaré, assim como muitos dos personagens do desenho Pica Pau, é muito covarde, para se ter ideia, ele tem medo de crocodilos e de outros jacarés e sempre sai correndo quando vê algum semelhante rondando pelo pântano.

E o mais interessante de tudo é que ele nem se chamava Zé Jacaré coisa nenhuma, até porque nenhum norte americano teria a péssima brilhante ideia de chamar um jacaré de Zé só para rimar, seu nome americano era Gabby (que gay). E com o passar dos anos ele vai ficando cada vez mais verde, um jeito bem diferente de marcar a passagem do tempo, já que o normal da situação é a coisa madurar e não ficar mais verde (tá eu sei, a piada foi péssima, mas foi só pra terminar descontraindo)!

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas