Zé Ramalho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Zé Ramalho.


Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Zé Ramalho
CachorroRaulSeixas.jpg
A cabeleira é sua marca registrada.
Origem {{{origem}}}
País Pernambuco do Norte
Período 1949 - Atualmente
Gênero(s) Psicodélico
Gravadora(s) {{{gravadora}}}
Integrante(s) {{{integrantes}}}
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}


Cquote1.png Maluco Beleza!!! Cquote2.png
Raul Seixas sobre Zé Ramalho
Cquote1.png Nordestino porreta. Cquote2.png
Fagner sobre Zé Ramalho
Cquote1.png Morena tropicana, eu quero teu sabor Cquote2.png
Alceu Valença sobre Zé Ramalho
Cquote1.png Gentalha, gentalha! Cquote2.png
Kiko sobre Zé Ramalho


Zé Ramalho, José Ramalho Neto, é um cantor, compositor e cheirador de gatinhos nascido em Brejo da Cruz, Paraíba que se destaca pelas suas músicas que só fazem sentido sobre efeito de LSD.

Era apenas um Hippie quando percebeu que podia ganhar dinheiro com sua música, largou mão do michê e das drogas (Me engana que eu gosto!) e de ficar dançando Frevo e procurou uma gravadora.

O cantor, com sua voz cavernosa, tem uma maneira própria de compor e cantar, misturando ritmos e tendências diversas como Folk, Rock, música nordestina, e Frevo e rimas e frases que ninguém entende.

Suas influências musicais são uma mistura de elementos da cultura nordestina (boiadeiros e rabequeiros e usuários de qualquer coisa), da Jovem Guarda (Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Golden Boys), a sonoridade dos Beatles e a rebeldia de Pink Floyd, Raul Seixas e Fagner.

Há elementos de histórias em quadrinhos em suas músicas.

Esta variedade, que para muitos torna o seu trabalho atemporal, pode ser considerada uma das principais responsáveis pela conquista de diversas gerações de doidos.


Discografia[editar]

A maioria das músicas não faz o menos sentido se você estiver são, nada que umas e outras não dê um jeito. Algumas de suas são calmas e ótimas para escutar enquanto se programa em c, edita a desciclopédia ou fuma um back.

  • "Avôhai"
  • "Chão de Giz"
  • "Admirável Gado Novo"
  • "Jardim das Acácias II"
  • "Frevo Mulher"
  • "Mulher nova, bonita e carinhosa faz o homem gemer sem sentir dor"
  • "Nesse Brasil Caboclo de Mãe Preta e Pai João"
  • "Cidadão"
  • "Galope Rasante"
  • "Eternas Ondas"
  • "Orquídea Negra"
  • "Táxi Lunar" (Essa é viagem de LSD total)
  • "Vila do sossego"
  • "Pelo vinho pelo pão"
  • "Canção agalopada"
  • "A Terceira Lâmina"
  • "A Noite Preta"
  • "A Dança das Borboletas"
  • "Sinônimos" (com Chitãozinho e Xororó)
  • "Admirável Gado Novo"
  • "Kryptonita"
  • "Bicho de 7 Cabeças"
  • "Batendo na porta do céu"
  • "Batendo na porta do inferno"
  • "Batendo na porta do traficante"
  • "Batendo na porta da véia"
  • "Entre a Serpente e a Estrela"

Ver também[editar]

Ligações externas[editar]

Playinguittar.gif

Gene Simmons deu sua benção a este artigo!

Obrigado! Este artigo se sente mais forte agora :)

Clique aqui para mais abençoados.