Zeca Pagodinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Feio002.jpg Este artigo é sobre alguém que sofre de falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.

Tenha em mãos um saco de vômito (vazio, de preferência) antes de ler este arquivo.

Bush-besta.jpg "Não, cê é burro cara, que loucura..."

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

Cuidado: as burrices podem te morder!


Desentrevistasminibox.PNG
O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Zeca Pagodinho
Zeca Pagodinho na sua melhor forma física.

Babel fish.gifTraduzindo: Jeff Little Pagode
Babel Fish sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Pega leve aí pé-de-cana, pois eu não sou feito de titânio Cquote2.png
Fígado sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Ja encontrei o Zeca aqui em Xerém. Cquote2.png
Dono de um bar em Xerém sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Seria hoje dia de George, ou quem sabe Zeca-feira? Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Calendário
Cquote1.png Um grande companheiro de bar! Cquote2.png
Lula sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Você traiu o movimento "experimenta", véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Zeca Pagodinho.
Cquote1.png Não aguento mais Zeca, pede a conta porra Cquote2.png
Wolverine sobre Zeca Pagodinho no boteco.
Cquote1.png Estou há 3 meses sem beber... Cquote2.png
Zeca Pagodinho em reunião da AAA
Cquote1.png U Cão foi quem butô pa nóis bebê! Cquote2.png
Zeca Pagodinho em crise de abstinência.
Cquote1.png Esse sim é um cabra hômi, já matou mais de mil! Cquote2.png
Jeremias sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Zeca Pagodinho é uma pessoa que gosta de beber. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Esse cara promete aprontar todas em um bar lotado de cervejas e muita azaração... Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Traíra! Cquote2.png
Nova Schin sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Na União Soviética, a cerveja bebe VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Zeca Pagodinho
Cquote1.png Adorei a cerveja dele no dia em que estive com ele, me lembro que foi em uma Zeca-Feira Cquote2.png
Mico Azul sobre Zeca Pagodinho

José Carlos da Silva Pagodinho é provavelmente (um pinguço cachaceiro) clone mais famoso de Jeremias, tendo atuado em mais de 9000 comerciais de cerveja, pinga, cachaça, vodca, vinho, sidra, xixi, etc.

O Mito[editar]

Zeca, cujo corpo é 90% cerveja.

(Rio de Janeiro, 1900) Grande punheteiro porque escreve as músicas de corno que não pega ninguém, pagodeiro, pau d'água e campeão de palitinho, esta figura ilustre da música brasileira é a prova cabal de que o fígado, de fato, regenera-se. Sua infância fora sofrida, sofrendo (?) de abusos por parte de seu pai, que o mandava comprar cerveja no bar do Tonhão, logo ali na esquina. Dado o tamanho sofrimento, um dia resolveu extravasar-se mediante a música. Nascia aí seu estilo de pagode inconfundível, capaz de empolgar qualquer um a abrir as primeiras garrafas de cerveja com apenas os primeiros acordes do cavaquinho. O sucesso foi tanto, que fez milhares de shows pelo mundo. Seu ápice foi a apresentação em Moscou onde estima-se que tenham sido consumidos mais de 543 mil litros de Vodka com Guaraná Timbá. Tamanha foi a apresentação que o próprio Gorbachev verteu lágrimas com certa graduação alcoólica e sentenciou o fim do comunismo em todos os territórios da Ásia, Oceania e parte da Europa (abrindo mão assim de seus exércitos extras).

O milagroso santo dos porres impossíveis[editar]

Tudo começou em um bar do interior de Minas Gerais quando, ao som de Zeca, os bêbados presentes foram curados da ressaca e os copos de cerveja misteriosamente se encheram sozinhos. Padre Quevedo foi lá, investigou e ficou bêbaço. O pessoal do Vaticano também investigou e todo mundo que foi lá conferir caiu na bebedeira. Bispo Macedo quis abrir comprar o estabelecimento e abrir uma filial no lugar, mas acabou de fogo. Todo dia agora o bar é tomado por bebuns de todo país que entoam "São Zeca, socai por nós!! Socai o limão pra fazer caipirinha!!!".

Experimenta, Experimenta[editar]

Em meados dos anos 2.000 (dois mil) Jessé Gomes da Silva (Vulgo Zeca Pagodinho) foi pivô de um escândalo envolvendo duas marcas de cerveja famosas mundialmente no Brasil. A confusão toda começou quando Jessé abandonou uma marca de cerveja, para fazer propaganda para outra, e depois voltando a outra que ele estava antes. Porém, mais tarde, quando o perito da PF analisou o vídeo da propaganda protagonizada por Jessé a marca Nova Esquim percebeu que havia algo estranho no filme.

Há um trecho do comercial em que o cliente reluta em beber a nova cerveja, até que chega um rapaz e sussurra algo em seu ouvido, após isso o cara bebe a cerveja. Quando perguntam-lhe o que ele havia dito, ele diz: "Eu disse pra ele beber aquilo ali agora, senão enfiava a garrafa no rabo dele". Porém segundo a análise do perito, o homem diz: "Experimenta, experimenta". Um caso claro de Mensagem Subliminar.

Zeca com a sua cara de apaixonado por sua própria mulher para amenizar a bronca após uma noitada com os seus amigos.

Resumo[editar]

Zeca Pagodinho é uma vergonha para o cenário musical, mas vamos pegar leve com ele, pois sofre de deficiência intelectual assim como todos os pagodeiros do Brasil, que preferem pagar seu suado dinheiro num show do camarada em vez de olhar Naruto ou Dragon Ball Online.