Página principal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindos à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdo que qualquer um pode editar.

55 606 artigos · 193 979 imagens

Ajuda

Embaixada

Perguntas

Políticas

Mídia

Contribuir

Artigo em destaque
O terrível Pedobearmon, foi um inimigo que deu muito trabalho as crianças.

Digimons são criaturas superevoluídas que, de tão evoluídas, conseguiram escapar dos minigames. Criados inicialmente para serem apenas bichinhos virtuais, evoluíram mentalmente e fisicamente, se tornando super poderosos. Fizeram um grande sucesso no passado, mas hoje ninguém se lembra deles.

Produzidos em laboratório a partir de projetos de tamagotchis, com a finalidade de competir com os Pokémon, os Digimon eram criaturas com tamanhos variados. Alguns eram menores que bactérias, outros maiores que o Empire States.

Os Digimon fugiram de seus vetores tamagóticos e criaram um mundo paralelo ao terráqueo, o "Mundo Digital". Este mundo estava causando interferências digitais nas televisões do mundo terráqueo, deixando o governo muito preocupado. Para tentar consertar essa situação, um grupo de crianças foi recrutado para domar esses bichinhos agitados e furiosos em seu mundo. Esses moleques foram conhecidos como Crianças Escolhidas a Dedo. Essas crianças tinham apenas 2 objetivos: penetrar o mundo digital, domar os Digimon capturando-os com suas digibolas, ganhar o torneio Digimon e aprender a fazer contas. No final das contas, o "Mundo Digital" perdeu as forças devido às pilhas gastas e os escolhidos salvaram o mundo.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+



Eventos recentes


Neste dia...



Imagem do dia
 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores. A Desciclopédia é um site de humor debochado e seu conteúdo não deve ser levado a sério. Todas as nossas regras e políticas convergem para um só princípio: ser engraçado e não apenas idiota. É um princípio amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, no âmbito da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, nenhum sentido tentar defender os méritos morais ou artísticos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha sido sacaneado num artigo da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem um honorável pouquinho aqui.


Participação

Todos podem publicar conteúdo on-line desde que não sejam vândalos ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar um artigo, editar um artigo ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade
A comunidade vem crescendo dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradores para podermos ampliar o número de artigos em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar os que já existem.


Projetos irmãos

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: