Desconversas:As peripécias de Bundinha na Favela do Lixão Louco

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Papo cabeça

Este artigo faz parte do Desconversas, o maior acervo de papo furado da Internet.

  • Favelino: Quem é tu?
  • Bundinha: Bundinha!
  • Favelino: Bom dia!
  • Bundinha: Muito legal aqui essa favela de você, estão de parabéns pela simplicidade rústica!
  • Barraquenga: Vá tumá no rabo, aqui não tem isso não!
  • Favelino: Calma, Barraca!
  • Barraquenga: Comu calma, o cara chamou nóis de boiola!
  • Bundinha: Não, senhorita, eu só elogiei vocês!
  • Barraquenga: Vá se fudê!!!!
  • Bundinha: Eu sou Bundinha, visito favelas para fazer um serviço social de elogio às comunidades!
  • Barraquenga: Vá se fudê!!!!!!!!
  • Bundinha: Eu elogio para aumentar a autoestima dos cidadãos aqui presente.
  • Barraquenga: Vá se fudê!!!!!!!!!!!!!
  • Bundinha: Vocês são cidadãos, nunca deixem dizer o contrário a vocês!
  • Barraquenga: VÁÁÁÁÁ SEEEEE FODEEEEEEEEEEEEEEERRRRRRR!!!!!!!!!!!!!
  • Favelino: Agradecemos seu apoio!
  • Barraquenga: NÃO, VAI SE FODER!!!! ENFIA O SERVIÇO SOCIAL NO CU!!!!
  • Favelino: Perdoe minha irmã, ela odeia boiolas...
  • Bundinha: Eu não sou isso não, não! Não! Eu respeito todos, mas não sou isso não, porra!
  • Barraquenga: Ele não gosta de gays!!! Chama a poliça!
  • Bundinha: Não, eu gosto sim!
  • Barraquenga: Ele é boiola! Gosta de gays! Chama a poliça!!!
  • Bundinha: Não sou isso não, NÃO SOU!!! Eu sou progressista!
  • Favelino: Perdoe minha irmã, ela odeia playboy da Zona Sul.
  • Bundinha: Eu não sou playboy, eu trabalho com o pai numa agência de comunicação, defendendo o interesse de vocês, seus favelados ingratos!
  • Barraquenga: Perdoe meu irmão, ele odeia pau no cu!
  • Bundinha: Eu gosto!