Desconversas:Os horrores da guerra

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Papo cabeça

Este artigo faz parte do Desconversas, o maior acervo de papo furado da Internet.

  • Terapeuta: Talvez você esteja sofrendo de estresse pós-traumático, senhor Smith.
  • Veterano: Eu vivi os horrores da guerra.
  • Terapeuta: Poderia me contar?
  • Veterano: Posso, mas você jamais se recuperará do trauma ao terminar de ouvir a história.
  • Terapeuta: Eu aguento, pode me contar.
  • Veterano: Pois bem, eu estava na guerra, no meio da selva fechada do Congo.
  • Terapeuta: Congo Kinshasa ou Brazzaville?
  • Veterano: Eu sei lá, aquele congo cheio de florestas e pobreza. Faz diferença?
  • Terapeuta: Para minha curiosidade, apenas. Pode continuar.
  • Veterano: Continuando, eu estava sem ração militar, sem água potável, sem nada mais.
  • Terapeuta: Quantos dias sem comer e beber água?
  • Veterano: Uma semana sem comida, três dias bebendo apenas minha urina.
  • Terapeuta: Puxa!
  • Veterano: E eu havia estado em combate neste dia.
  • Terapeuta: Foi emboscado?
  • Veterano: Sim, isso mesmo. Vários soldados inimigos, provavelmente terroristas.
  • Terapeuta: O que houve?
  • Veterano: Eu tive que fugir na mata mais fechada ainda.
  • Terapeuta: Conseguiu despistá-los então.
  • Veterano: Sim. Mas eu estava faminto, com sede, muito fraco. Então chupei pirocas.
  • Terapeuta: Como?
  • Veterano: Eu chupei pirocas até ser resgatado.
  • Terapeuta: Chupou pênis?
  • Veterano: Sim.
  • Terapeuta: Ué, por quê?
  • Veterano: Eu tive que sobreviver.
  • Terapeuta: Não entendi a relação.
  • Veterano: Eu chupei centenas de pirocas! Milhares de pirocas!
  • Terapeuta: Mas...
  • Veterano: PIROCAS!!! MUITAS PIROCAS!!! PIROCAS POR TODOS OS LADOS!!!
  • Terapeuta: Talvez esta seja a cerne de seu estresse. Conte-me sobre isso.
  • Veterano: Chupava pirocas quinze horas por dia.
  • Terapeuta: Caramba!
  • Veterano: Minha mandíbula estava doendo demais quando fui resgatado. Eu mal conseguia fechar a boca de tantas pirocas que eu suguei.
  • Terapeuta: Mas por que exatamente sugou tantas pirocas, opa, digo, sugou pênis?
  • Veterano: Tive vontade.
  • Terapeuta: Você não foi obrigado a isso?
  • Veterano: Nunca, jamais alguém me obrigará a algo.
  • Terapeuta: Mas então...?
  • Veterano: Chupei muitas pirocas deliciosas.
  • Terapeuta: Mas, e sua tristeza?
  • Veterano: Fui resgatado.
  • Terapeuta: Você não queria ser resgatado?
  • Veterano: Óbvio que não, nunca mais pude chupar tantas pirocas negonas desde então. Estou com saudades do Congo.
  • Terapeuta: Então descobri a causa do seu problema. Vamos pro Congo?
  • Veterano: Você quer ir ao Congo?
  • Terapeuta: Claro, porra, estou salivando aqui desde que você surgiu com esse papo maldito de chupar pirocas.
  • Veterano: Vamos então, você vai curtir.
  • Terapeuta: Já vou até treinar minha mandíbula pra isso.
  • Veterano: DELÍCIA!