Deslivros:Doutor Xhera Bufa e a Descoberta de Doenças Mediante o Aroma de Flato

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.


Cquote1.svg Cheira a gastrite, mocinha! Cquote2.svg

O doutor Xhera Bufa, nascido no Kosovo, descobriu uma técnica para detecção de doenças apenas por meio do cheiro da flatulência da pessoa. Depois de vários anos inalando gás cuzorretal de cobaias humanas enfermas (doentes peidorrentos), com fito a descobrir qual o aroma do gás intestinal fétido se adequava à doença da cobaia, Xhera Bufa conseguiu catalogar milhares de odores característicos que fazem ligação a algum mal na pessoa.

Na época de seu mestrado, esta conclusão foi considerada um lixo, e Xhera Bufa foi acusado de ser somente um parafílico, viciado em cheirar peido alheio. Ninguém entendia, na ocasião, que Xhera Bufa apenas queria ajudar o mundo a se tornar um local onde a detecção de doenças seja mais fácil e rápida. Nenhum professor queria orientar esse médico cheirador de peidos e, portanto, doutor Bufa teve que fazer seus testes em sua garagem.

Décadas depois de muitos testes, hipóteses, estatísticas, conclusões e gases, a garagem do doutor Bufa ficou inabitável. Era mais fácil viver em Centralia, com seus gases de carvão, a viver na garagem de Xhera Bufa.

Xhera Bufa terminou seu estudo e catalogou milhares de doenças e seus respectivos gasosos. Infelizmente ele morreu e nunca teve tempo de tornar seu estudo importante e não ganhou seu Prêmio Nobel.