Desnotícias:Caixas de som do estádio do Grêmio continuam sem uso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Elas vão continuar lá, só vão passar por uma reformazinha pra não ficarem obsoletas

HAPPY PORT, País da Putaria

O ano é 2020 e ainda assim as caixas de som do estádio do Grêmio continuam sem uso. Elas foram compradas pelo então presidente Paulo Odone em 2011, nos tempos do Olímpico, para a festa da volta de Ronaldinho, mas o bruxo acabou lançando o feitiço do desaparecimento e nunca apareceu. O tempo passou, o Grêmio até mudou de estádio, mas as caixas continuaram lá e sem serem usadas. A esperança era de que a estreia fosse esse ano, com a chegada do grande atacante Cavani, que segundo fontes seguras[carece de fontes] "estava doido pra jogar no Grêmio", mas o mesmo preferiu acabar ficando na Europa, então as caixas de som vão continuar no mesmo lugar assim como chegaram. Tentaram usar na chegada do Thiago Neves pra assumir de vez o clima baladeiro, mas a torcida não gostou, apesar do apoio do técnico Renatão.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram