Desnotícias:Redes sociais banem a cor laranja

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

REDES SOCIAIS, Internet

Cquote1.svg Ué, sumiu? Cquote2.svg

Mal começou 2021 e as coisas iniciaram de modo turbulento: as redes sociais decidiram não aceitar mais o traseiro gordo, suado e laranja do ex-presidente dos EUA, deposto de modo ditatorial e covarde pelo velhote Joe Biden, Donald Trump. Isso aconteceu após alguns usuários começarem a relatar que o chororô do Trump, que agia feito uma criançona inconformada pela derrota, que era capaz de ouvi-lo chorando pelas postagens dele nas redes sociais, tais como Facebook, Twitter, Instagram e Snapchat.

Dentre as redes sociais, apenas o Twitter baniu para todo sempre e fim o paspalho de lá, enquanto as outras, mais capitalistas e que querem lucrar com as fofocas quando o obeso alaranjado voltar, baniram apenas por alguns meses, talvez no máximo 1 ano. E, como de costume, isso provocou diversas reações. Os lambe-botas de presidentes e pseudopatriotas ficaram histéricos e aprontaram uma série de chiliques agressivos na internet. Do outro lado, a vida inteligente e os comunas festejaram, enquanto o Bair Jolsonaro não providência um vexame igual por aqui...

Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram