Despoesias:Poeminha de merda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Despoesias.png
Gregorio-de-matos.gif

Este artigo é parte do Despoesias.

O seu Cancioneiro/Romanceiro livre de conteúdo.


Este é mais um
Poeminha de merda
Merda total
Cagada, defecada
Como este poema
Poeminha de merda
De rimas fracas
Rimas parcas
Como esta acima
Poeminha de merda
Que fede
Cheio de ovinhos
Prontos para eclodir
E te devorar
Por dentro, lento
Comendo todo alimento
Que te apodrece no ventre
E não tarda
Vai virar merda também
Como este poema
Poeminha de merda
Que quando mal lido
Deixa suja a cueca.