Despoesias:Putaria com objetos inanimados

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Despoesias.png
Gregorio-de-matos.gif

Este artigo é parte do Despoesias.

O seu Cancioneiro/Romanceiro livre de conteúdo.

No tapete
Meto meu cacete
Lubrifico com azeite
Para meu deleite

Nele esfrego o porrete
Jorro o meu leite
Sujo o enfeite

Então eu limpo
Usando meu pinto
Amarrado no cinto
E assim eu sinto

Que fodo
O rodo
Na ilha de komodo

Feito touro
De ouro
Enfeitado com louro

Para a glória
De nossa história

E assim eu fodo os objetos
E neles deixo meus dejetos