Desreceitas:Licor de morango delicioso e relativamente barato

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Receita.jpg

Este artigo é parte do Desreceitas, a sua biblioteca de receitas e fórmulas


Às vezes na vida a gente precisa deixar de ser avarento e beber algo que preste, por exemplo um licor de morango, mas essa porra custa cara realmente, não é questão de ser avarento e sim de ser fodido; tirar dinheiro de onde, do cu, tal qual a Aninha Lopes? Simplesmente não dá, não por falta de vontade e sim por falta de clientes que queiram comer um cu gordo e fétido de descíclope.

Então, diante da decepção de ter nascido no corpo de um leitão de engorda, o que fazer? Como tomar um bom licor de morango eventualmente? Oras, basta seguir esta desreceita de licor de morango delicioso e relativamente barato.

Ingredientes[editar]

  • Polpa de morango;
  • Açúcar refinado;
  • Água de torneira;
  • O famigerado fermento de pão, que transforma açúcar em álcool.

Modo de preparo[editar]

Bater a polpa de morango com açúcar. Pode ser meio quilo de polpa de morango mais meio quilo de açúcar refinado, e depois misturar com dois litros de água. Ferver essa mistura vermelha que mais parece menstruação por meia hora para que todos os ingredientes fiquem mais juntos na solução que um pedaço de tolete que se gruda ao pentelho anal e não sai de jeito algum. O negócio vai começar a espumar de uma forma bem escrota mas não esquenta não, é normal isso, deixa espumar!

Terminada a meia hora de fervura, esperar esfriar, dar uma mexidinha no caldo enquanto vai esfriando e colocar em garrafas ou qualquer outra vasilha. Após esfriar bem o caldo vermelho, jogar bastante fermento de pão e aguardar bons meses para que a maior parte do açúcar seja consumida pelo fermento voraz. Depois só separar o líquido do conteúdo restante, engarrafar, jogar na geladeira e esperar mais umas semanas para que o líquido fique bem límpido igual a lágrima da tristeza. Depois, só apreciar um belíssimo licor de morango caseiro, aproveitando o momento de riqueza.