A Bagagem do Viajante

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

A Bagagem do Viajante é o primeiro romace de José Saramago, depois dos fracassos com seus livros de poemas fuleiros, finalmente ele se toca e escreve um sobre uma história sem sentido, o livro é composto de comentários inúteis que ele fazia em jornais na época de 1900 e guaraná com rolha, então resolveu dar um CTRL+C e CRTL+V nos melhores ou piores artigos e logo em seguida publicar nesse livo.

Saramago mostrando quem fez essa merda de livro

O Livro foi muito bem aceito pela crítica, que foi composta somente pela sua própria esposa, seu cão que levava a alcunha de Salciha não pode dar sua opinião pois já se encotrava morto na época da publicação. OBS:A opinião do cão era medida pela velocidade em que o animal balançava o rabo(caso queira saber)

Conteúdo[editar]

Com uma línguagem lisérgica, Saramago prende a leitura do leitor com suas inumera vírgulas, Saramago utiliza diversas crônicas que vão desde temas conturbados como a calcinha que é amarela na frente e marrom atrás da sua vizinha até assuntos mais sérios como mijar na pia, são mais de oito mil crônicas que você pode lê e relê(caso seja idiota)

v d e h
Livros de José Saramago