A Puta Virgem

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Helena fica com a filha de Nanda, ou que Scar matou Mufasa.

Spoiler3.jpg


A Puta Virgem
La Piraña Que No Tiña Dado La Bucietta Ainda (BR)
Menina soxinha.jpg
Argentina
1885 • P&B • 69
Direção Nina Hollas
Roteiro Nina Hollas
Elenco Em ordem de Q.I:
Gênero Porno-religioso
Idioma Espanhola, digo, Espanhol


Cquote1.png Você quis dizer: Tua Mãe? Cquote2.png
Google sobre A Puta Virgem
Cquote1.png Isso non Ecziste! Cquote2.png
Padre quevedo sobre o filme A Puta Virgem.
Cquote1.png Na União Soviética a puta come VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre o filme A Puta Virgem.
Cquote1.png Eu já vi esse filme antes... Cquote2.png
Arnaldo Jabor em uma crônica metida a sarcástica e intelectualóide qualquer do Jornal Da Globo.
Cquote1.png Eu sou mais macia... Cquote2.png
Xuxa sobre a atriz principal, Nina Hollas.
Cquote1.png Parece que foi ontem que eu fiz aquele chá de abu pra te curar da tosse e do chulé... Cquote2.png
Rodrigo Amarante em uma composição muito confusa que só ele entendeu.
Cquote1.png Eu entendi. Cquote2.png
Minha metida Professora de Literatura sobre tudo o que ela ouve.
Cquote1.png Isto é uma vergonha! Cquote2.png
Boris Casoy sobre o filme A Puta Virgem.
Cquote1.png Ela tem que ler mais livros! Cquote2.png
Bruna Surfistinha sobre o filme A Puta Virgem.
Cquote1.png Que orgulho! Fizeram um filme sobre mim! Cquote2.png
Tua Mãe sobre o filme A Puta Virgem


A Puta Virgem[editar]

A Puta Virgem foi o primeiro Filme da História e acabou, não discuta. Nina Hollas, a diretora, produtora, roteirista e atriz do filme, veio fugida do futuro em um Jegue trans-dimensional após ter roubado o Nobel de fisiculturismo do ano de 2345 pela pesquisa de desenvolvimento de palitos-de-dentes a partir de Células-tronco.

Ao chegar no ano de 1885 ela queria filmar a história de sua avó (o porquê disso permanece um mistério, os estudiosos afirmam que ela era uma Idiota mesmo), porém o Cinema não havia sido inventado. Nina Hollas estava arrasada, entretanto era uma fiel seguidora da filosofia de Joseph Climber, renovou suas forças e viajou no tempo mais uma vez avançando 2 anos no futuro onde roubou o recém criado Cinematógrafo de Graham Bell.

Voltando para o passado, que agora era o seu presente, Nina Hollas iniciou as filmagens do épico projeto, mas esbarrou em mais complicações. Após o filme estar pronto lembrou que não existia local para exibí-lo, pois, mais uma vez, o Cinema não tinha sido inventado ainda. Ao tentar avançar no Tempo novamente, descobriu que o motor movido a LPs da Xuxa estava fundido e fudido. Entrou em desespero e mandou Joseph Climber pra casa do caralho. Enfiou uma azeitona na testa, se tornando o primeiro ser Humano a morrer antes de nascer.

A trágica história de Nina Hollas comoveu o diretor Steven Spielberg que comprou os negativos do filme e os remasterizou adicionando um trlhão de cenas inéditas e desnecessárias.

Sinopse[editar]

A comovente e irritante história de uma Menina que ao completar 5 anos de idade teve que se prostituir para pagar a sua festinha.

Priscilla Hollas, uma pequena menina carente de uma região pobre e ignorante da Argentina (da região Norte até a região Sul) só encontra ao seu redor um bando de Emos primitivos que choram ao ouvir tango e jogam Bocha a merda do dia inteiro. Decepcionada com os seus conterrâneos come-ninguém, resolve promover um grande Bota-Fora no dia de seu aniversário. Acontece que a festa ultrapassa as expectativas e os recursos financeiros da jovem, o que a leva a aproveitar a vocação que todo argentino tem para ser Filho da puta e se torna logo uma puta de vez. Ai vai e da para todos os macacos brasileiros que tinha ao redor. E os ensina a lêr, ja que no Brasil tem altas taxas de analfabetismo. Ai eles se apaixonam com ela e fazem um grupo de combatentes de pessoas com Aids, e viagam a Rio de Janeiro para intentar controlar esta doença que infectou a mais de 6 milhões de brasileiros,todos descendentes de Argentinos, sendo o primeiro do continente e um dos maiores do mundo. Mas, ao chegar no Rio de Janeiro a menina percebe que tem outros problemas mais urgentes, como tirar as famílias que moram nas ruas, intentar que os garotos de menos de 10 anos nao se involucrem no tráfico ou nao terminem semi-desenvolvidos por "cheirar crack", dar educação as pessoas ja que o Brasil contem 5% de analfabetos e 55% de analfabetos funcionais; em fim, vendo que era imposivel mudar o Brasil, fez o que tudo mundo faria morando lá. Aprendeu a usar uma arma de fogo (AR15) e voltou para a Argentina para praticar com os compatriotas a definir a celebre frase: Na Argentina não existe bala perdida pois, toda bala que encontra um Argentino de merda é uma bala bem utilizada!" Começou a beber cerveja, falar de futebol e esperou ansionsamente o carnaval para poder se tonrar mais uma brasileira. Chegando la deu para todo mundo(vocação nata de toda femea Argentina, especialmente para os "gringos" e "endinherados" e se nacionalizou de vez.

Ambientado na Argentina no período da I Revolução Industrial, a película discorre sobre temas que a sociedade da época ignorava. Tais como: AIDS, viagens no tempo, McDonalds e Mouses defeituosos. Amor e Tédio se unem em uma magistral inexpressão do que o Destino reserva aos Ingênuos que acreditam que suas Mães nunca chuparam um Pau na Vida.

OBS: Como não sei escrever Paraguai direito, coloquei Brasil no lugar, sempre que você ver Brasil escrito nesse tópico, significa Paraguai