A Travessia no Queijo Suíço

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desinopselogo2.png

Este artigo é parte do Desinopse, a sua coletânea de filmes rejeitados.

Obra baseada no filme de Kubrick

A Travessia no Queijo Suíço é um grande clássico da ficção científica, baseado em livro não menos clássico do escritor clássico Julio Verne e dirigido pelo também clássico Stanley Kubrick. Foi lançado no clássico ano de 1969 e recebeu o prêmio sem classe do Oscar de Melhores Efeitos Especiais.

Realização[editar]

Stanley Kubrick, viciado em transformar livros em filmes, começou a ler algumas coisas do H.G. Wells no ano de 1967, pra ver se achava algo bom pra virar filme. Percebeu que os melhores livros já haviam sido usados. Então pegou uns livros de outros escritores como Edgar Allan Poe e Machado de Assis, que também não agradaram.

Kubrick ficou frustrado porque não achou nenhum livro legal para fazer então resolveu criar o filme 2001: Uma Odisseia no Espaço, só pra tapar buraco. Então ele foi no banheiro fazer o número 2 e achou, perto do papel, um livro do Julio Verne sobre a travessia no queijo suíço e teve seu insight. Era tudo o que ele precisava e saiu do banheiro cagado mesmo, correndo para seu quarto pra escrever seu roteiro.

Começou a produção do filme em 1968, após terminar as filmagens de 2001: Uma Odisseia no Espaço. Entregou a obra-prima da ficação científica em 1969. Com este filme, Stanley Kubrick foi indicado ao Oscar de melhor diretor, mas não ganhou. Seu filme ganhou o Oscar de melhores efeitos especiais.

Sinopse[editar]

Fotografia do poster do filme

A Travessia no Queijo Suíço fala sobre a travessia realizada em um queijo suíço por vários pesquisadores. Através de uma máquina encolhedora e de uma nave de 5 milímetros, um grupo de pesquisadores entrará em um queijo suíço para provar a teoria de que existe vida comilona dentro de queijos suíços.

A equipe é encolhida e entra na mininave, partindo para a aventura dentro do queijo. Vão avistando várias paisagens bonitas do solo queijar.

Após várias andanças pelo queijo, a equipe encontra uma minicivilização dentro do queijo e várias construções. Aprendem a cultura deste povo e decidem morar dentro do queijo mesmo. Infelizmente toda a civilização e a equipe são devoradas por um cientista comilão que comeu todo o queijo. E assim acaba o filme. Somente a mente perturbada de Stanley Kubrick poderia criar algo assim, devastando a história original de Julio Verne com final feliz e bonito.

Ficha técnica[editar]

  • Título original: 1969: A Cheese Odissey
  • Gênero: Ficção científica culinária
  • Ano de lançamento: 1969
  • Direção: Stanley Kubrick
  • Roteiro: Stanley Kubrick, baseada em obra de Julio Verne
  • Estúdio: Casa do Kubrick
  • Tempo de duração: 169 minutos

Ver também[editar]