Adão e Eva (Albrecht Dürer)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Adam und Eva)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Adamo ed Eva-Albrecht Dürer.png
A tara de Adão e Eva
Albrecht Dürer, 1507
Óleo na tela
Museu do Prato (Madrid)

Adam und Eva é uma obscena pintura renascentista de Albrecht Dürer, concluída em 1507. Todos sabem que é a coisa mais batida do mundo pintar Adão e Eva, e é até fácil já que ninguém nunca tirou uma foto deles, então é só pintar um cara e uma mulher pelados, nada de mais, muitos já pintaram isso antes e muitos pintarão depois.

O quadro original está exposto no Museo del Prado a Madrid, mas a cópia foi comprada pela Desciclomídia para ilustrar este artigo.

História[editar]

Este quadro levou 3 anos para ser concluído por Albrecht Dürer, que demorou tanto assim porque sua mãe reclamava de sua vagabundagem e frequentemente pressionava Dürer a ir procurar um emprego e sair dessa vida de pintar quadros.

O quadro foi comprado por um nobre conhecido como Rodolfinho, que colocou ele no seu Castelo de Praga, este pagão mal sabia o que era Adão e Eva e só gostou da pintura para poder ficar vendo os seios da Eva. Após a Guerra dos Trinta Anos o Castelo de Praga foi pilhado por elfos e o quadro foi levado para a Suécia, onde a Rainha Christina, muito pudica, não gostava de obscenidades deu o quadro a Filipe IV da Espanha em 1654. Posteriormente o Rei Charles III em 1777 expôs Adam und Eva no Museu de Madri, onde há de tudo, menos arte espanhola.

Descrição[editar]

A obra Adam und Eva é formada por dois quadros distintos:

Adamo Durer.jpg Adão - À esquerda representando ter sido o primeiro a surgir. Inicialmente podemos ver claramente que para o catolicismo renascentista Adão era metrossexual, uma vez que fazia depilação. A sua feição, o seu olhar e seu sorrisinho de safado representam claramente a perda da inocência após a prática do Pecado Primordial representado pelo caju que está segurando (aquilo não é uma maçã mesmo). Eu só não vou zoar o tamanho do pênis do Adão, que pôde ser oculto por diminuta folha de parreira, porque Adão é meu avô e vai pegar mal zoar meus genes.
Eva Durer.jpg Eva – Com o corpo ligeiramente acima do peso, o motivo disso é claro ao notar que ela está ao lado da macieira onde engordou de tanto comer maçã. Está segurando a maçã que levou a humanidade para essa treta toda que conhecemos. A serpente está ali sagaz representando subliminarmente o adultério de Eva que preferiu a serpente do que Adão. Por fim as pernas cruzadas demonstram maior força sobre quem manda na cama, atestando que as mulheres mandam nos homens desde o primórdio.