Adele

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Selena Gordinha.jpg Este artigo se trata de uma GORDELÍCIA!

Ela está "levemente" acima do peso, aquece mais no inverno e é mais potente no sexo.
Você nem liga que sua barriga esconda suas genitálias...

Clique aqui para conhecer mais deusas da gula.


FNM.png Este artigo é feminista!

Provavelmente ele se trata de alguém que não usa absorvente e foi criado por uma gorda com penteado de brócolis.

Não diga a uma mulher como melhorar este artigo, ela já sabe.

Emblem-sound.svg.png Adele
Adele715.jpg
Querendo comer Você!
Nome Adele Duffy Stone Maravilla Cover-Winehouse Adkins
Origem Fundo do mar, Bandeira da Inglaterra Inglaterra
Sexo oral, pois ninguém aguenta seu peso
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Nadadeiras
Gênero Canto das Baleias
Influências Amy Winehouse, Free Willy
Nível de Habilidade Puta do nível da Baleyah Carey
Aparência Baleia-jubarte
Plásticas Injetamento de McLanches pelo corpo.
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Bacon, hambúrguer, Coca-Cola, Arroz, Feijão, pão de alho, mandioca, pudim, cachorro-quente, pão de queijo, pizza, torta, banana, chicletes, pinga, salame, batata frita, refrigerante Dolly, Cerveja, ovo, chocolate, capim, lavagem, imitar Amy Winehouse, comer, beber e fumar como uma porca selvagem, (se deixa ela come até você!)
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Free Willy
A baleia mais famosa do mundo, depois de Free Willy.

Cquote1.png Você quis dizer: Gordele Cquote2.png
Google sobre Adele
Cquote1.png Você quis dizer: Mortadele Cquote2.png
Google sobre Adele
Cquote1.png Você quis dizer: Prima do Free Willy Cquote2.png
Google sobre Adele
Cquote1.png Experimente também: Obesidade Cquote2.png
Sugestão do Google para Adele
Cquote1.png A dele? Ou a minha? Cquote2.png
Você sobre Adele
Cquote1.png O que é que a Adele diz quando vai atravessar a rua? Hello from the other side! Cquote2.png
Seu Tio Engraçadão sobre Adele
Cquote1.png Quando a Amy Winehouse virou loira balofa e de olhos azuis? Cquote2.png
Britney Spears sobre Adele
Cquote1.png Vaca gorda! Cquote2.png
Azealia Banks sobre Adele
Cquote1.png Nossa apresentação nunca mais foi a mesma desde que ela saiu... Treinei ela por anos, é uma pena que tenha decidido virar cantora. Cquote2.png
Treinador do Sea World sobre emprego anterior de Adele
Cquote1.png Você traiu o movimento obeso, viu! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Adele
Cquote1.png Baleias não falam, mas Adele é um caso de excepção entre os cetáneos, pois suas vocalizações são emitidas em forma de canções para adolescentes que se pensam sérias demais para ouvir Taylor Swift. Cquote2.png
Universidade de Fazer Pesquisas sobre Adele
Cquote1.png Pelas gordas! Cquote2.png
Grito de Guerra da Associação Internacional de Obesas sobre Adele
Cquote1.png Minha prima é cantora, que orgulho! Cquote2.png
Free Willy sobre Adele
Cquote1.png O mundo da música tem grande variedade de cantores, mas não esperava uma baleia. Cquote2.png
Qualquer um sobre Adele
Cquote1.png Ela é linda, queria me casar com ela! Cquote2.png
Cego sobre Adele
Cquote1.png Se você fosse mais gordinho e nadasse... Cquote2.png
Adele sobre comentário acima
Cquote1.png Ela pesa mais que eu! Cquote2.png
Mariah Carey sobre Adele
Cquote1.png Esses dias, ela quase me pegou, nem acredito que escapei!! Cquote2.png
Krill sobre Adele


Adele (também conhecida como Gordele) é uma premiada cantora e compositora de pop soul inglesa, conhecida por sua voz de orca (que todos acham incrível só porque a Globo disse que sim) e por seu corpinho de elefante, o que a tornou alvo de adoração de garotas gordas que não têm gosto musical próprio e se identificam com a cantora. As músicas da dita cuja andam sempre à volta do mesmo (sua desastrosa vida amorosa ou a falta dela, o namorado que acabou com ela porque conheceu uma magra, como é sofrida por seu namoro ter terminado...) o faz da Adele uma versão mais indie da Taylor Swift, mas só porque é gorda já é considerada a "salvação da música" por um bando de idiotas que se acham cultos.

Carreira[editar]

No início da carreira, tentando comer o próprio violão.
Adele após 10 lipoaspirações, cirurgia plástica e 1000 retoques no Photoshop, tentando pagar-pau de gostosa.

Adele adorava cantar e escrevia músicas, mas ninguém queria lançá-la no mundo musical por causa da imensa quantidade de pessoas preconceituosas que repudiam o que é diferente do que eles veem na TV. Mas, num belo dia de sol, Adele encontrou alguém que resolveu torná-la uma cantora. Em 2008, com 19 anos, lançou seu primeiro álbum cujo título é 19: referente ao antigo lema de Adele: Serei virgem até os 18 anos mas ninguém vai me pegar por ser gorda, sendo assim, com dezanove anos, ela poderia transar o quanto quisesse, portanto o título é o grito de liberdade da cantora. Adele foi logo notada lá na Inglaterra por seu estilo musical de J-ass ser igual ao de Amy Winehouse e, principalmente por seu peso, é claro: na verdade, Adele é mais lembrada por ser gorda do que por ser cantora. Essa notoriedade só ocorreu em 2009, depois de Susan Boyle ter ido ao Britain's Got Talent provar que mulher feia também sabe cantar: e se uma baranga inveterada escocesa também sabe cantar, então uma baleia, também! O «caso Susan Boyle» veio ajudar Adele, mas sua fama mundial só viria em 2011, ao lançar 21 (referência ao tamanho mínimo que uma pica deve ter para penetrar toda a sua gordura até achar sua buceta colesterosa) e depois de vender a alma ao Capeta e de se envolver com os Illuminati, pois sua fama chegou no exato instante em que sua rival colega Amy Winehouse morreu.

Com a cocaínada fora do panorama musical, Adele já podia ser promovida por vários idiotas blogueiros como "salvação da música" e que uma autêntica "revolução cultural" estava em marcha, porque, pela primeira vez em décadas, uma cantora era valorizada por sua voz e não por seu corpo, arrecadando prêmios sopeiros sérios e especializados do mundo da música e batendo o recorde de Michael Jackson como o álbum mais disputado entre putas raivosas, enquanto dava voz às preocupações vazias das gurias retardadas gordas por esse mundo fora, que sentiam que, finalmente, havia uma compositora que as compreendia. Um fato muito curioso sobre Adele é que, de uma hora para outra, seu disco 21, passa de álbum fracassado de merda à um dos mais vendidos de todos os tempos, coisa que as demais bandas presentes na lista só conseguiram em mais de 700 anos: fontes secretas à Desciclopédia dizem que Adele gastou todo seu dinheiro comprando quase todos os exemplares desse CD, pois, segundo novos dados da Data Folha, famílias africanas que não têm o que comer, nem onde cair mortas, têm, no mínimo, oito CD's 21 da Adele.

Adele inventou um método revolucionário de emagrecimento, através da transferência da sua gordura corporal para os prêmios da indústria da música que foi amealhando.

Demonstrando-se muito sabida, Adele aproveitou ao máximo a onda de alienação ingenuidade por parte de seus fãs (estatísticas mostram que 99,99% destes só conhecem 3 músicas da dita cuja), nunca perdendo uma oportunidade de dizer que ama seu corpo, que nunca iria emagrecer e outras balelas que a tornaram alvo de idolatração por parte dos gordos de todo o mundo e a porta-voz oficial da Obesidade, sempre procurando achar uma relação entre cantar bem e gordura farta, pois há um ódio que brota em seu coraçãozinho, cheio de colesterol, em relação as beldades com voz de taquara autotunadas que fazem sucesso entre os punheteiros e ela não, esperando com isso mostrar para o mundo que existe cantora gordinha. Mais do que isso, se tornar um ícone do McDonalds na cultura musical pop da Mesopotâmia, seguida por legiões de mamutes e hipopótamos que tem orgulho de sua banha, sem medo e receio de serem felizes por estar acima do peso...de um caminhão. Seus fãs aguardam sua presença em eventos como Partoba 10+, Gordice compilation, entre outros eventos patrocinados pelo nosso querido Youtube.

Entre 2012 e 2014, e enquanto seu álbum 21 vendia como refresco no Verão, essa gorda porca tirou uma folga para se tratar da obesidade mórbida e resurgiu nos tapetes vermelhos dos eventos sopeiros respeitáveis da indústria da música e do cinema, como os Óscares (onde foi roubar amealhar mais uma estatueta para colocar na privada), sem mais de metade da sua característica gordura corporal. Nessa altura também faz capa da Vogue, deixando as anoréxicas que leem aquela porra furiosas, porque estão sempre comer há 1 mês para se tornar modelo e uma gorda vai-lhes roubar o protagonismo: pois é, a vida é injusta, e vai sempre haver alguém que come hidratos de carbono em excesso para lhe passar a perna.


Adele é um dos Grandes Vencedores do Oscar de Melhor Canção Original no ano de 2013 Emmy!


Discografia[editar]

Adele mostrando o que pensa sobre seus fãs.

Se você pegar Amy Winehouse, Joss Stone, Duffy e um pouquinho do Faustão, pôr mais 200 toneladas de gordura e bater num liquidificador o resultado será Adele. Para um acompanhamento (sim, porque não dará mais do que o suficiente para acompanhar), misture um fã recalcado da Kate Perry, uma generosa dose de falta de gosto musical, uma porção média de invejinha, umas cinco doses de falta do que fazer e todo o tempo livre do mundo. Observações e efeitos colaterais: Gordura instantânea acumulativa.

Adele atuando de seu característico jeito sofrido.‎

O estilo musical de Gordele é definido como Soul Gorda (cof cof, Pop, cof cof). Para compor seu próprio estilo, ela tentou resgatar o Soul e o Jazz das décadas passadas (mil duzentos e coca-colas antes de Cristo), mas acabou se vendendo destruindo a verdadeira essência e musicalidade com sua voz horrível, batida desornada e sua musicalidade sem conteúdo nenhum. Com isso, a cantora criou o "J-ass". Também é conhecida por suas atuações emotivas e soníferas, (que consistem em estar parada em frente ao microfone), que levem às lágrimas os indivíduos mais sensíveis que gritam Arrasooooou!! no final do concerto, enquanto lembram do ex-namorado que deve estar queimando rosca em alguma boate duvidosa, enquanto está pagando para ouvir gorda cantar sobre fim de relacionamento. No fundo, a Adele é o Nickelback do Mundo do Contra.

2008: 19[editar]

Note-se como Adele tenta esconder o fato de que é obesa mórbida nesse seu primeiro álbum.

Porra de disco que ninguém conhece música nenhuma.

  • 1. Daydreamer: "Dei sonhando" - só mesmo em sonhos é que Adele dá para todo o mundo;
  • 2. Best for Last: "Deixa o Pênis pra depois" - Adele opta pelo método de botar num tupperware para comer depois;
  • 3. Chasing Pavements: "Procurando picas" - Adele fala sobre seu martírio em querer dar, mas nenhum homem quer;
  • 4. Cold Shoulder: "Pica fria" - Relato da sua perca de virgindade para um russo;
  • 5. Crazy For You: "Quando louca dou o cu" - Adele fala de suas fantasias sexuais por concretizar;
  • 6. Melt My Heart to Stone: "Dei minha xana por uma pedra (de crack)" - Adele fez homenagem à sua colega Amy Winehouse que passava por momentos conturbados;
  • 7. First Love: "Primeira transa" - O sexo com o russo a marcou tanto que escreveu duas músicas sobre o assunto;
  • 8. Right as Rain: "A minha pica é rija e arranha" - Adele escreve sobre o que acha que um pénis é;
  • 9. Make You Feel My Love: "Faço você sentir meu peso" - já começou a plagiar a finada Winehouse;
  • 10. My Same: "Minha xana" - Adele descreve a "sua xana";
  • 11. Tired: "Tarada" - Outra música sobre sua vontade de dar;
  • 12. Hometown Glory: "Dando na cidade natal" - Outra música sobre suas fantasias sexuais;
  • 13. Many Shades Of Black: "Muitas maneiras de dar" - Esse álbum é muito repetitivo;
  • 14. Black And Gold: "Bolas e pica" - descrição de pinto, de novo;
  • 15. Now and Then: "Nossa ele tem (um pinto maior que 1 cm)" - outra vez;
  • 16. Promise This: "Pica comprometedora" - e outra... ainda bem que essa porra chegou ao fim.

2011: 21[editar]

Lana Del Rey vai tentar roubar a pose sonífera de Adele.

O famosíssimo álbum que ninguém conhece mais que 3 músicas

  • 1. Rolling In The Deep: "Rolando nas Profundezas" - Adele fala do seu dia-a-dia como obesa;
  • 2. Rumor Has It: "Dando com Humor" - porque, para Adele, o sexo não tem de ser sério;
  • 3. Turning Tables: "Dando Em Cima da Mesa"
  • 4. Don't You Remember?: "Dentada no membro?" - Adele recorda quando fez um boquete pela primeira vez e deu merda;
  • 5. Set Fire To The Rain: "Cu Pegando Fogo Debaixo da Chuva de Porra" - com participação especial de Mr. Catra;
  • 6. He Won't Go: "Ele Não Quer Gozar" - Adele reclama do tempo que tem de estar fazendo boquete para o cara gozar;
  • 7. Take It All: "Pega minha banha" - Adele implora para você;
  • 8. I'll Be Waiting: "Estarei Sentando" - Não é caminhando que mantém aquele corpinho, não;
  • 9. One And Only: "Seu Caralho é Único" - Música elogiando Mr. Catra, que já teve uma participação especial nesse disco;
  • 10. Lovesong: "Óleo e O.N.G." - musica na qual ela mostrou total originalidade ao plagiar The Cure;
  • 11. Someone Like You: "Sumo Com Sua Benga" - Música na qual ela gravou quando estava cagando e andando;
  • 12. If It Hadn't Been For Love: "Se Eu Só Desse Por Amor" - ... nunca dava!
  • 13. I Found A Boy: "Eu fudi um Boi" - Adele fala sobre suas práticas de zoofilia;
  • 14. Hiding My Heart: "Escondendo sua Trosôba" - Música sobre tesão;
  • 15. I Can't Make You Love Me: "Não posso fazer você gozar" - É uma chatice quando essas coisas acontecessem;
  • 16. Skyfall: - "A Sky caiu" - E minha paciência para esse disco, também.

2015: 25[editar]

Exibindo a cirurgia plástica ao nariz.

A única música que ficou famosa foi Hello: Adele confessa que não aguenta mais atender o telefone e receber "It's me" como resposta

  • 1. Hello: "Gozou" - Depois de emagrecer, Adele já consegue fazer com que os caras gozem;
  • 2. Send My Love (To Your New Lover): "Envio Camisinhas (Para Sua Nova Puta)" - Adele é uma querida;
  • 3. I Miss You: "Eu Mamando em Você" - Mesmo o cara estando noivo de outra, Adele continua pagando boquete;
  • 4. When We Were Young: "Quando Éramos Jovens Prostitutos" - Adele faz outra música de homenagem a Amy Winehouse;
  • 5. Remedy: "Pílula" - Adele tem xiliques feministas;
  • 6. Water Under The Bridge: "Gozo debaixo do seu pau" - Adele faz elogio à posição missionário;
  • 7. River Lea: "Rio Gozo" - Relato de quando transou junto ao rio;
  • 8. Love In The Dark: "Amor no Escurinho" - Adele, apesar de ter emagrecido, continua com complexos e só quer transar no escuro;
  • 9. Million Years Ago: "Milhões de Transas Atrás" - Adele nem acredita que agora tem tanto sexo na sua vida;
  • 10. All I Ask: "Tudo Que Eu Fodo" - De novo, ela não acredita mesmo;
  • 11. Sweetest Devotion: "Doce Xana" - Adele ousa escrever uma música sobre sua própria buceta;
  • 12. Can’t Let Go: "Não Posso Deixar de Gozar" - Música sobre os seus primeiros orgasmos, pois agora os caras já a conseguem penetrar;
  • 13. Lay Me Down: "Me Deito Para Um Boquete" - Relato sobre o passado trágico de sua vida sexual que sua resumia a ela dar boquetes aos caras;
  • 14. Why Do You Love Me: "Por que você faz amor comigo" - Porque você emagreceu.

Prêmios[editar]

Adele assustando uma criança‎

Adele já ganhou os prêmios de:

  • "Maior" artista do ano em 2008;
  • Melhor comedora de coxinha e junk food;
  • Cantora mais invejosa;
  • Cantora menos comida do século XXI;
  • Loira mais feia da Humanidade;
  • Disco de Barro por álbum mais vendido na Mongólia;
  • Disco de Pastel por álbum mais vendido no Mundo dos Gordos;
  • Peixe Robalo: entregado pelo Treinador, pela sua bela performance no Sea World;
  • Os últimos cinco prêmios foram trocados por um sanduíche de frango frito vivo e banha extra de ontem, pois seu cú é tão grande, flácido, catinguento, sujo, aberto e gordo que não a permite levar Dinheiro no bolso.

Vida Pessoal[editar]

Depois de vender a alma ao Capeta.

Aqui na Desciclopédia estamos cagando e andando para a vida pessoal da Adele, mas podemos adiantar que ela conseguiu dar o Golpe do baú num empresário inglês qualquer em 2011, de quem pariu um filho em 2012, a quem apelida carinhosamente de «pequeno amendoim», demonstrando que se pode tirar a gordura da pessoa, mas não se tira a mentalidade de gordo. Nessa altura também alcançou a fama mundial e começou seu regime de emagrecimento. Informadores secretos à Desciclopédia garantiram que Adele fez um pacto com o Capeta, em troca de fama e gostosura, e teve de dar as suas cordas vocais: a versão oficial é de que foi operada, mas isso não passam de tentativas de ocultar a verdade. Como Satã tinha agora completo domínio sobre sua voz, esta tornou-se hipnotizante, fazendo com que quem a ouvisse cantar acreditasse que ela cantava bem. Como dito anteriormente, ela também aderiu aos Illuminati, que limparam o sebo a Amy Winehouse para que Adele tomasse o lugar dela na música. Contudo, o sucesso foi demais, e é dito que os Illuminati querem, agora, derrubar Adele com uma grua, e botar Lana Del Rey no seu lugar, mas os poderes das trevas são mais fortes, e o Capeta tem-a segurado na fama.

O Capeta treinou-a no Lado Negro da Força, o que lhe conferiu o poder de transferir sua característica gordura corporal para os vários prêmios sopeiros sérios e respeitável do mundo da música e do cinema que foi amealhando. Adele hipnotizou todos os júris para ganhar essas porras, pois seu emagrecimento dependia disso. As gordas que tem por fãs ficaram muito sentidas com sua ídola, que sempre fora uma porta-voz dos benefícios da Obesidade e cada vez que surge em público está cada vez mais magra.

Vadias da Mesma Laia[editar]

GuardasInglaterra.jpg GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de £ewis Hamilton.

The £ondon Royal British Association of England vigia este artigo.
Rainhavitoriapre.jpg

Capeta-2.jpg

Adele fez pacto com o CAPETA!
Então é melhor nem se meter com esse artigo, senão o capeta vai atrás de VOCÊ!!!