Algor mortis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Death99.png Algor mortis já morreu!

Patrocinado pela Sadia!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Algor mortis.
Só lembrando que pinguins não são zumbis, o corpo deles é frio assim mesmo. Ao menos por fora.

Algor mortis é um dos estágios da morte, o segundo na preparação para servir sua carne aos vermes.

O que acontece nesse estágio[editar]

Ao contrário de qualquer ser normal, os vermes gostam de comida fria. Gelada se possível, mas carne pra eles não pode ser assada, frita, refogada no azeite... É por isso que depois que o sangue vai protestar nos fundos (ui!) o seu corpo pára de se aquecer. Porquê? Porque com o sangue circulando em suas veias, a coisa esquentava mesmo; tinha brigas, confusão, suruba e tudo mais dentro dos seus vasos sanitários sanguíneos. Sem isso, o seu corpo vai ficando cada vez mais frio... e mais frio! Até que ele fique com a temperatura igual ao do lugar onde ele está. Por tanto a menos que seja um lugar como a Arábia Saudita ou o Rio de Janeiro, o corpo vai esfriar.

Equação de Glaister[editar]

O algor mortis é importante para resolução de crimes, já que os policiais pedem ajuda de videntes para que através da termomancia, eles possam descobrir a que hora que o ônibus chegou pra levar a pessoa pro inferno.

No entanto, na falta de videntes, a equação de Glaister pode ser usada para resolver o mistério da hora da morte, usando como base a temperatura do cu:

Aqui não é a Wikipédia, se quiser a fórmula, vá ler no artigo deles!

Agora me diga, você teria coragem de enfiar um termômetro no cu de um cadáver? Imagine se tivesse sido o cadáver do Lindomar. Ao perceber que você estava prestes a enfiar um objeto na área retal dele, Lindomar iria ressuscitar e te cobrir de porrada.

Sinais da morte