Ana Bolena

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Ana Bolena, a mais gostosa de Six, Rainha Consorte da Inglaterra
Anneboleynport.jpg
Concubina Real
Nascimento 1501 ou 1505
Algures na Inglaterra
Morte 19 de Maio de 1536
Londres, Inglaterra
Ocupação Puta paga de Henrique VIII
Olhos Castanho
Cabelo Castanho

Cquote1.svg Já comi e já mandei matar. Venha a próxima! Cquote2.svg
Henrique VIII sobre Ana Bolena
Cquote1.svg ... Cquote2.svg
Isabel I sobre citação acima
Cquote1.svg Puta! Cquote2.svg
Inglaterra sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Santa! Cquote2.svg
França sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Yo, Evita Perón,I'm really happy for you and Imma let you finish, but Anne Boleyn was the greatest gold digger of all time! Of all time! Cquote2.svg
Kanye West sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Era uma grande amiga minha. Cquote2.svg
Dercy Gonçalves sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Inspiração! Veio do nada e chegou ao topo! Cquote2.svg
Idiota retardado sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Minha grande mentora. Cquote2.svg
Maria Antonieta sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Ela era mesmo de perder a cabeça! Cquote2.svg
Teu tio engraçadão sobre Ana Bolena
Cquote1.svg Ela e a irmã andavam comendo o mesmo homem! Cquote2.svg
Teu professor de História sobre Ana Bolena
Cquote1.svg God behead the Queen! Cquote2.svg
Inglês sobre Ana Bolena

Ana Bolena foi a concubina real segunda esposa de Henrique VIII e mãe da Rainha Isabel I. Foi rainha durante três anos até o Rei lhe ter feito perder a cabeça. É também uma das personalidades mais odiadas da História da Inglaterra (especialmente pelo Vaticano).

Infância[editar]

Um dia, serei Rainha dessa merda toda!

Os historiadores não sabem ao certo a data de nascimento de Ana Bolena, pois a mocreia, como a maioria das mulheres, sempre desejou ocultar sua verdadeira idade. Seu local de nascimento também é uma incógnita; uns defendem que foi em Norfolk, outros em Kent, mas foi na Inglaterra. Reza a lenda que todo esse mistério serve para ocultar que provinha de uma família podre de rica, descendente de realeza, para manter a imagem de menina simples que veio do nada e que subiu na vida de forma honesta. Na verdade, seu pai, Tomás Bolena, que era um interesseiro que esperava chegar a Duque, fazia uns favores ilegais para Henrique VIII, mas sempre foi cagado em cima.

Ana Bolena tinha mais dois irmãos: Jorge Bolena, que era o mais novo e com tendências coloridas, e Maria Bolena, a irmã mais velha, que era a filha piriguete da família. Na sua infância, Ana era apelidada como "Nan" pelos seus familiares, pois já revelava um grande gosto por melecas e nhanhas. Foi educada na Holanda, na corte de uma antepassada de Maria Antonieta, e foi com as profissionais do sexo holandesas que aprendeu as suas artes. Também lhe puxou o gosto pelas ervas medicinais, característica que iria passar, involuntariamente, para a sua filha, Isabel I, que viria a adoptar os princípios da Nova era no seu futuro reinado.

Adolescência[editar]

Ana Bolena rindo-se da estupidez de sua irmã.

Por volta de 1514, já com (supostamente) 15 anos, mudou-se para a corte francesa juntamente com sua irmã mais velha, para serem aias da rainha. Aí, Ana aprendeu francês, etiqueta e mais um monte de baboseira que lhe seriam de grande utilidade no futuro para manipular Henrique VIII. Apesar de tudo, conseguiu manter o disfarce de menina decente, ao contrário de sua irmã, Maria Bolena, que fodeu meio mundo, inclusive o Rei de França, e foi expulsa porque nem em França conseguiam aturar tamanho nível de putice: Maria foi recambiada para Inglaterra, com o argumento de "volte pro puteiro de onde você saiu". Mas Ana, que já comprovava suas capacidades de conseguir enganar todo mundo, permaneceu na corte francesa.

Enquanto Ana permanecia em França, Maria comia Henrique VIII na Inglaterra, que havia ficado fascinado com os dotes de puta da piranha. Contudo, ninguém queria casar com ela, pois de virgem já não tinha nada e já era notória por ter sido amante de dois Reis. E quando Ana regressa a Inglaterra, em 1522, a festa de Maria com o rei termina, e mandam-na casar com um pé-rapado qualquer. O pai das duas, faz logo planos de juntar Ana com o rei. O plano quase ia por água abaixo quando Ana se torna noiva secreta de Henry Percy, filho de um conde que cagava dinheiro. A máfia de Tomás impede esse casamento e afastam Ana da corte inglesa. Mas em 1525, estava de volta à corte, onde foi servir de aia à chifruda espanhola.

Golpe do baú em Henrique VIII[editar]

Henrique: Caralho, me deixe foder você de uma vez!, Ana: Não, não! Primeiro me faça sua Rainha.

No ano seguinte, Ana chamou as atenções do rei, fazendo com que a piranha da sua irmã mais velha ficasse na merda e no exílio no campo, casada com um corno. Mas Ana não era burra como sua irmã, ela seduziu Henrique e fazia um cu doce que dó, mas se recusava a ser amante dele. Ela queria mais: queria ser Rainha da Inglaterra. Falando em corno, a esposa de Henrique VIII, Catarina de Aragão, uma beata espanhola mais feia que o capeta, e que já estava a entrar na menopausa, não era capaz de dar um herdeiro macho ao trono britânico. E enquanto o trono estava em crise de sucessão, apesar dos inúmeros filhos bastardos do rei, Henrique já tinha a mão dolorida de tanto bater punheta a pensar em Ana, que muito prometia com suas conversas de putaria, mas se recusava a dar.

Henrique teve de aguentar 6 anos até poder se casar Ana Bolena forte e feio. E só para foder Ana Bolena, Henrique VIII fez a Inglaterra cair numa crise política e religiosa. Numa tentativa desesperada de a comer, ofereceu-lhe o título de Marquesa, fazendo dela a primeira mulher a receber um título monárquico sem maridos à mistura. Mas mesmo assim, ela se recusou a dar. O rei fartou-se de encher os bolsos à família Bolena, ofereceu um Condado e tornou Jorge, a bicha enrustida, em Visconde. Mas ainda assim, Ana Bolena não deu.

Cquote1.svg Caralho, o que tenho eu de fazer pra essa gostosa me deixar fodê-la?? Cquote2.svg
Henrique VIII

Mas Catarina de Aragão, como toda a fanática católica, não facilitou, o casamento é pra a vida inteira! Aí, ela se arrumou de durona e estava determinada a que Henrique não fodesse Ana Bolena. O que a baranga não esperava era que Henrique fosse criar uma religião somente para pedir o divórcio e se casar com outra. Aí, fodeu geral. A Inglaterra quebrou com o Vaticano e o Papa ficou se espumando de raiva. Todos os católicos da Inglaterra odiavam Ana Bolena, e a chamava de prostituta.

Só em finais 1532, é que Henrique VIII fodeu Ana Bolena, e se casaram secretamente e à pressa em Janeiro de 1533. Nesse mesmo ano, curiosamente, nasceu Isabel I. Entretanto, o casamento do Rei com Catarina de Aragão foi anulado e essa foi deportada para o bordel espanhol de onde tinha vindo. O povo inglês se recusou a comparecer ao banquete comemorativo do casamento de Henrique VIII com Ana Bolena. O Papa excomungou o Rei e mandou as sete pragas bíblicas sobre a Inglaterra, declarando-a terra de hereges.

Reinado e Queda[editar]

Ana consegue o seu desejo de ser coroada Rainha (e agora Henrique VIII pode fodê-la à vontade).

Ana Bolena é coroada Puta Com Sorte Rainha Consorte da Inglaterra em 1 de Junho de 1533. Suas medidas enquanto monarca da Grã-Bretanha envolveram, essencialmente, introduzir a cultura francesa na corte inglesa, como o hábito de usar perfume e tomar banho, para estagnar o cheiro a esgoto que pairava na choldra que era a Londres na altura. Também fez da sua ocupação oferecer cargos de grande importância aos bispos da Igreja Anglicana.

Tudo era arco-íris e unicórnios, mas Henrique VIII não era homem de rotinas e gostava de variar sua alimentação. Já havia provado a gostosa, que também parecia não ser capaz de lhe dar herdeiros, apenas nascera uma menina, e sucessivos abortos. Entretanto, Catarina de Aragão foi fazer de tijolo pro cemitério, mas Ana Bolena usou amarelo no banquete fúnebre de qualquer maneira, o que provocou o afastamento do Rei. Já cansado da gostosa Bolena, Henrique VIII seduziu Joana Seymour, aia de Ana Bolena, e fez dela sua amante.

Quando se cansou definitivamente, Henrique VIII decidiu tirar Ana Bolena do seu caminho e mandou prendê-la sob acusações de adultério, incesto, bruxaria e alta traição por obrigar os ingleses a usar perfume. Juntamente com ela, mais seis homens, incluído o seu irmão Jorge, o mais que sabido que era uma bicha enrustida, foram presos e torturados, acusados de foder com Ana Bolena.

Execução[editar]

Ana Bolena foi condenada à morte por alta traição a 15 de Maio de 1536. No seu desespero, chegou a pedir à puta da sua irmã mais velha, Maria, que fosse seduzir e foder com Henrique VIII para conseguir sua salvação, mas o Rei já andava entretido com outra putinha e não quis voltar a comer no prato onde já havia cuspido. Ana Bolena iria ser executada, de qualquer maneira.

Mas mesmo a uns dias de perder a cabeça (literalmente), Ana Bolena se armou em puta fina e exigiu ser decapitada por um carrasco francês, por ser mais chique e fashion do que um carrasco inglês, comedor de açaí. Também exigiu ser decapitada por uma espada e não por um machado, que isso era coisa de pobre, e ela era, afinal de contas, uma rainha que só se curvava perante o pinto real. No fundo, essas exigências também foram manobras para evitar sua execução, pois achava que o fodelhão não iria se dar ao trabalho de mandar vir um carrasco da França. Mas Ana se enganou, o tarado nem precisou de sair de seu bordel para mandar vir o carrasco, e na manhã do dia 19 de Maio de 1536, perdeu a cabeça conforme fora seu desejo: por um carrasco francês e uma espada.

Reza a lenda, que Ana Bolena ficou tão "puta da morte" (não podia ser "puta da vida" porque ela já estava morta mesmo) por ter sido condenada, que seu espírito ainda vagueia pela Torre de Londres, assombrando os turistas.


Death99.png

Ana Bolena já morreu!

Beijinho, beijinho, tchau tchau!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Afiliados[editar]

Precedido por
Catarina de Aragão
Rainha do Reino Unido da Inglaterra, índias Orientais, Austrália, Canadá e Ilhas Falkland
1533 - 1536
Sucedido por
Joana Seymour
Nicolás Maduro crop 2015.jpeg Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
A casa dessa pessoa vive quebrada e pichada.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.

Este artigo é relacionado à história.

E contém referências a eventos históricos da evolução da humanidade e outras besteiras...

Hitler e Alien.jpg