André Ventura

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Escoteiro.jpg Este artigo foi tomado por fascistas!
Na Itália e na Alemanha, os Camisas Negras e Pardas
amam o fascismo e exterminam você, seu comunista!
De-José-PintoCoelho.jpg
José Pinto Coelho Adverte:

É destes tipos que nós precisamos para governar Portugal desde que façam coligação connosco.

André Ventura
André Ventura (DiaD Trump Mein Kamp).jpg
Na apresentação do livro de Hitler
Filho de S.Passos Coelho Bandeira de Portugal.png
Período até 2019
Antecessor Luís Marques Mendes
Sucessor Luís Montenegro
Neto de Hitler e Filho perdido de Salazar Bandeira da Alemanha Nazi.png Bandeira de Portugal.png
Período Desde 2019
Vice Bruno de Caralho
Dados pessoais
Nascimento 15 de Janeiro de 1983
Favela,Sintra,
Portugal
Morte anunciado em breve
Partido CHEGA, BASTA, GRITA, FODE, etc.
Religião Fascismo, Catolicismo, Benfica

Cquote1.svg Você quis dizer: António de Oliveira Salazar Cquote2.svg
Google sobre André Ventura
Cquote1.svg Você quis dizer: mini-Donald Trump do AliExpress Cquote2.svg
Google sobre André Ventura
Cquote1.svg Ai meu rico Salazar anda cá! Cquote2.svg
Vóvó sobre André Ventura
Cquote1.svg Defesa da honra? Chupa-me o esquerdo ó facho Cquote2.svg
Ferro Rodrigues sobre André Ventura
Cquote1.svg Aconselho este senhor a passar umas horas na Margem Sul Cquote2.svg
Ricardo Quaresma sobre André Ventura
Cquote1.svg É MENTIRA! Sua Ppppp...utttt...a Cquote2.svg
Joacine Katar Moreira sobre André Ventura
Cquote1.svg Vejam lá, ele acaba com esta bandalheira toda Cquote2.svg
Fanático qualquer sobre André Ventura


Professor Doutor António André de Oliveira Salazar Cocó Ventura (também conhecido como "Aquele do CHEGA", "Hitlerilas" ou simplesmente "Facho" ou "AndrVent69suckblackdick" para os amigos ) é uma tentativa frustrada de ditador da História de Portugal, e, por isso, e para voltar comprovar o nível de burrice dos portugueses, em 2019 foi eleito como a nova Heloísa Apolónia da direita no Parlamento, além de ser comentador criminal e desportivo na TV do Correio de Merda, fazendo na maioria das vezes as duas coisas ao mesmo tempo por falar do Benfica.

O riquinho que virou extremista[editar]

O Fascistura é um entre muitos filhos da puta que nasceram no seio de famílias ricas e que podiam recorrer à influência da família para, mesmo carecendo de inteligência, frequentar as melhores escolas e ter a puta de uma vida folgada, mas que, como a Marine Le Pen, preferiu enveredar pelos extremismos.

Frequentou, como o seu ídolo Salazar, o seminário e, como qualquer filho da puta mimado que se preze, a universidade e, como qualquer ladrão que se preze, escolheu seguir a carreira de advogado. E como qualquer advogado ladrão que se preze, logo virou a sua atenção para a política.

Ora, os tugas são estúpidos por natureza. Para os tugas está tudo bem, desde que não falte pão e circo. Raciocínio, lógica, inteligência, discernimento, pensar e ser diferente, noção do ridículo, dignidade, afecto, paciência, curiosidade e sinceridade são palavras consideradas revolucionárias, e tudo o que é revolucionário é visto como modernice pelos tugas. Os tugas falam do 25 de Abril e de liberdade, mas são os mesmos que olham para Salazar com nostalgia e dizem que o 25 de Abril trouxe liberdade a mais. Como vêem, os tugas “amam” a liberdade. E a História “comprova” o grande amor dos tugas pela liberdade:

  • Quando Portugal se tornou independente de Espanha, os tugas tiveram de prestar contas ao Rei e à Igreja;
  • Quando a Inquisição foi fundada, os tugas tiveram de passar a prestar contas ao Rei, à Igreja e à Inquisição;
  • Quando a Inquisição foi abolida, os tugas voltaram a prestar contas ao Rei e à Igreja;
  • Finda a Monarquia e com a República implantada, os Republicanos pretendiam fazer a separação entre o Estado e a Igreja. Se tal fosse concretizado, os tugas deixavam de prestar contas a quem quer que fosse. Assim, quando Salazar e a sua banda tomaram o poder e tornaram o crucifixo nas salas de aula obrigatório, os tugas passaram a prestar contas a Salazar, à Igreja, ao SLB, ao FCP e ao SCP.
  • Com o 25 de Abril, os tugas passaram a prestar contas à Igreja, ao SLB, ao FCP e ao SCP.

Numa nação a rebentar pelas costuras de gente atrasada, medrosa, a feder a vinho e a perfume barato e amante do futebol, foi uma questão de tempo para que o Fascistura visse uma oportunidade para galgar os degraus da Assembleia da República: tornou-se comentador desportivo. Tuga que se preze é demente, e Fascistura escolheu começar a sua carreira de comentador de futebol (se é que se pode chamar a isto carreira) no canal preferido dos dementes: a CMTV.

Depois de alguns anos a fazer figura de palhaço e a comentar até às quatro da manhã se era fora de jogo ou não, se a bola tinha passado a linha de baliza ou não e se a bola tinha batido na mão de fulano tal ou não, juntamente com escumalha que já são pais de família e têm idade para pensar como gente grande, Fascistura viu que já era hora de sentar a peida na Assembleia da República. Faltava apenas criar um partido político com o nome mais estapafúrdio possível. Portugal está recheado de partidos com siglas que não são siglas de merda nenhum como LIVRE, Aliança, AGIR. Fascistura foi na onda e criou o BASTA, que passaria depois a chamar-se CHEGA! Ideologia: estrume-direita.

Num ano, Fascistura, além de ter criado um partido com assinaturas inválidas e sem ninguém o impedir, conseguiu várias proezas notáveis: dizer merda e ainda assim ter apoiantes e, consequentemente, um lugar no Parlamento; ter mais apoiantes do que o estádio da Luz tem cadeiras para os adeptos; mentir no Parlamento em todas as suas intervenções nesse local; dizer que chamar “preto macaco filho da puta volta para África seu escravo de merda tal como todos os negros da porcaria da tua raça” não é racismo e que pessoas concordem; vitimizar-se após cada verdade que dizem sobre ele; mandar de volta Joacine Katar Moreira para África, faltando ao respeito de um deputado que mereceu muito mais esse lugar do que o André Cocó; ter um canal de YouTube com subscritores (entre outras tantas merdas).

Escusado será dizer que Fascistura não se coibiu em ir à televisão para dizer de peito cheio que é Benfiquista e que não só é crente como também mostrou que traz um terço consigo.

Fascistura, o macaquinho de imitação[editar]

Criado o partido, faltavam inimigos. E num país maioritariamente católico, quem acham que ele foi escolher? Os partidos de Esquerda, claro. Pois para os crentes toda a malta de Esquerda, além de ser barbuda e cabeluda, usar a camisola do Che Guevara, não usar fato e gravata e cheirar mal, é ateia. E o que está na moda na actualidade é acusar a Esquerda por todos os males do mundo. Mas o que se sabe é que seja qual for a ideologia que mande nesta merda toda, as coisas continuarão na mesma. Porquê? Porque continua-se a seguir a romântica máxima de «o Povo é quem mais ordena», e é esse o problema. Os tugas, como já foi referido anteriormente, só exigem pão é circo. “O Povo é quem mais ordena”, mas esse mesmo povo aguentou quase 50 anos de ditadura e continuaria a aguentar de bom grado, pois a ditadura garantia-lhes o pão e o circo e, melhor ainda, oprimia, e os tugas, como já foi visto, adoram ser oprimidos. Se Fascistura restringir liberdades no dia em que virar o novo ditador da ralé tuga e tornar a CMTV o único canal autorizado do regime, acham que eles se importariam?

Mas um inimigo é pouco. Faltava mais. Nos EUA, o alvo a abater para o Trump são os Mexicanos. Para o macaco de imitação do Trump, Bolsonaro, o alvo a abater são os próprios Brasileiros, os gays, as mulheres, os negros e os Comunistas. O macaquinho de imitação do Trump e do Bolsonaro, Fascistura, inspirou-se neles para rapidamente arranjar um alvo a abater: os ciganos. Mas como os tugas são um povo “tolerante”, não demorou muito tempo para que chovessem votos para o CHEGA! e para Fascistura.

O que está também na moda é o político que diz que se insurge contra o politicamente correcto, e Trump, Bolsonaro e Fascistura, como amiguxos e copiadores que são, uniram esforços para mostrar ao mundo que são diferentes. Parabéns aos três, pois realmente não são nada correctos. Infelizmente, para o mal de muitos, eles continuam a ser uma das piores coisas que há, e parece que não querem deixar de o ser: políticos.

Com a pandemia do COVID-19, Fascistura ampliou consideravelmente a gama de bosta que oferecia à ralé, sendo que este repertório de merdas já era grande. O seu grande amigo é o Nazi-merdista Mário Machado, que esteve envolvido no assassinato de Alcindo Monteiro.

E para qualquer retardado e adepto do SLB que esteja a pensar votar em Fascistura nas eleições que estão por vir, leiam o Programa Político do CHEGA! É que além de apanharem um tédio de morte e encontrarem erros ortográficos a dar com um pau (a não ser que sejam analfabetos), vão poder encontrar tesouros como este:


O homem tem o direito fundamental de ser livre. Livre de escolher o seu presente e o seu futuro; livre de ser desigual, contra a tirania das ideologias igualitárias; livre de ser rico, ou pobre, ou remediado; livre de dispor de si, ou dos seus bens, da forma que melhor lhe aprouver; livre de ser generoso ou de o não ser; livre de conceder a sua solidariedade a quem bem entender; livre de escolher o seu bem e mesmo o seu mal, se assim o entender; livre de exigir ao Estado, a qualquer Estado, que não pretenda saber, melhor do que ele próprio, aquilo que a si mais lhe convém. Livre, ainda, de escolher obedecer a normas e a princípios, de hierarquizar valores, de discriminar e de escolher, de aceitar e de negar.


E não é preciso prolongar mais esta página, pois se dizer duas palavras sobre idiotas como o André Ventura já é sofrível que baste, fazer um testamento é como ter as rótulas partidas por uma marreta.


Citações Marcantes do Sr. Ventura[editar]

  • "Se que até chupo, mas a senhora não tem as bolas que o meu tio tinha";
  • "Põe te a pau cigano da merda";
  • "Cinema Erótico é o melhor que existe";
  • "Vou ficar à frente da Ana Games! Eheheheh!"
  • "Eu... não sou fascista! Só ando a comer a Marine le Pen"


Kogos olhar sério.png Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
Dá nojo só de pensar nele(a)

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.