Anta-brasileira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Apresentador-da-rede-globo
Anta-brasileira em seu habitat natural
Anta-brasileira em seu habitat natural
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Acordados
Classe: Mamadores
Ordem: Pterodáctilo
Família: Taparídeos
Gênero: Tapados
Espécie: Apresentador-da-rede-globo
tapados terrestris

Cquote1.svg Paca, tatu, cotia não! Cquote2.svg
Anta sobre o livro Casseta & Planeta:100 anos de humor
Cquote1.svg A anta pode defecar até 500 quilos por dia, e tem um pênis relativamente pequeno. Cquote2.svg
Sir David Attenborough sobre Anta
Cquote1.svg Você quis dizer: Carla Perez Cquote2.svg
Google sobre Anta-brasileira
Cquote1.svg Você quis dizer: Tamanduá Cquote2.svg
Google sobre Anta-brasileira
Cquote1.svg Você quis dizer: Lívia Andrade Cquote2.svg
Google sobre Anta-brasileira
Cquote1.svg Você quis dizer: Você Cquote2.svg
Google sobre Anta-brasileira

Anta-brasileira (Tapirus tapadus) é um dos maiores mamíferos débeis-mentais da América do Sul, sendo menor apenas que Jô Soares e Preta Gil. Teorias recentes buscam a explicação para este fenômeno na última ceia, quando a América teria ressecado demais para permitir a penetração de animais de grande porte.

A anta chega a pesar 999.99 kg. Tem seis dedos nos pés traseiros e um adicional, bem menor, no ânus. Tem uma tromba flexível, preênsil, bela, pulsante e com pêlos que sente cheiros de humildade. Vive perto de florestas úmidas do deserto do Saara: toma frequentemente banhos de esterco e esperma para se livrar de carrapatos, moscas, ornitorrincos e outros parasitas.

Herbívora, come danoninho, yakult, brotos, Tony Ramos, plantas carnívoras, dinheiro e devora até plantações de arroz, pacu, pedra, nescau e melão. Também é o único animal capaz de absorver sorvete pela testa. De hábitos obscuros, esconde-se de dia em uma vagina gigantesca, saindo à noite para defecar.

É um animal solitário, só encontrado em grupos durante churrascos e amamentação. A fêmea tem geralmente apenas um sexo, e o casal se separa logo após o acasalamento. A gestação dura de 2 a 3 séculos. Os machos marcam território chorando sempre no mesmo lugar. Além disso, a anta tem glândulas fecais que deixam rastro.

Quando ameaçada mergulha em um bunker ou se esconde na 5ª dimensão. Ao soltar gases derruba pequenas árvores, fazendo muito fedor. Boa patinadora, conseguer descer rapidamente terrenos íngremes.

Emite vários sons: um grito horrível que esteriliza o macho na época do acasalamento, o ranger de dentes que indica eminente diarréia, arrota mostrando agressão e produz uma banda de pagode.

Nuvola apps atlantik.png Coloque mais dados aqui. Anta-brasileira merece!

Aqui poderiam estar mais dados relevantes ao invés dessa merda.
Esclareça os fatos, melhore a redação e assim salve uma alma do purgatório.
Seja útil uma vez na vida e contribua para este artigo ou seção melhorar: edite-a