Apocalypse Now

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Apocalypse Now
The Godfather Part IV: Apocalypse Now
Apocalipse Já: Uma Aventura Muito Doida (BR)
Apocalipse Agora (PT)
Apocalypse Now poster.png
Poster promocional da versão Redux do Redux, lançada em 2016
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Das antigas • Bastante alaranjado • mais de 2 horas
Direção Francis Ford Coppola
Elenco Marlon Brando gordo aparece só no final
Gênero 5 minutos de ataque de urso, e outras coisinhas
Distribuição Vigésima Raposa


Apocalypse Now é o episódio de encerramento da trilogia do Poderoso Chefão, contando a triste história do final da vida do outrora líder da famiglia, Don Vito Corleone, que simula ataque cardíaco e vai viver feito maluco no meio de uma floresta isolada no interior do Laos, província do Vietnã, e afimd e caçar o ex-mafioso, o exército americano invade o país do sudeste asiático gerando várias consequências de escalas globais, a denominada "Guerra do Vietnã". É um filme de 1979 dirigido por Francis Ford Coppola, livremente copiado do famoso (?) romance de Joseph Conrad, Heart of Darkness, relançado em 2001 com mais 60 minutos de diálogos ainda mais enfadonhos. O filme é considerado um dos melhores filmes de guerra da história do cinema, perdendo apenas para A Paixão de Cristo 2 - Crucificar É Preciso. Amplamente premiado, Apocalypse Now foi vencedor da Palmeira de Ouro no Festival de Cinema de Cannes de 1979 e do Brioco de Ouro de 1980 no Festival Brno.

Enredo[editar]

O capitão Willard é chamado por dois soldados para ir ao aeródromo onde ele é aguardado para receber instruções sobre uma missão muito secreta. O capitão, voltando de uma noite sem dormir pensando em vietcongues se arrasta até o chuveiro: Uma vez em contato com água, Willard deduz que a água está fria. Na versão Redux do filme, a cena continua por cerca de meia hora a mais, na qual o capitão escova os dentes, faz a barba, toma café da manhã, lê o jornal e se veste.

Limpo e vestido, Willard chega ao acampamento onde lhe é confiado a missão de matar Kurtz, um coronel enlouquecido, ex-líder da máfia, que planeja liderar um exército de indígenas homens-bomba para auxiliar a causa vietcongue. Kurtz está no Camboja e Willard terá que subir o rio Nung para alcançá-lo. Willard é lembrado constantemente que a missão deve permanecer absolutamente sigilosa e secreta, por isso uma nova identidade também é dada a ele.

Willard se encontra em um barco com quatro companheiros: o motorista do barco, um cozinheiro, um roqueiro e um surfista; Ele duvida que eles saibam pelo menos segurar um rifle em suas mãos, ou sequer já tenham visto um, mas segue viagem rio acima. Ao longo do caminho os soldados encontram Kilgore, um coronel que deve escoltá-los até o rio Nung, de onde eles continuarão sua jornada sozinhos. Kilgore parece um maníaco psicopata louco que destrói sem dó aldeias vietnamitas ao som de música clássica, além de forçar seus soldados a surfar sob uma chuva de bombas inimigas e ser viciado em cheirar napalm pela manhã. Apesar de toda essa excentricidade, Kilgore na realidade é muito humano. Uma das cenas mais famosas do filme é certamente aquela em que os soldados de Kilgore atacam uma aldeia com helicóptero ao som de Cavalgada das Valquírias de Wagner.

Willard sobe o rio para chegar a Kurtz, em um paralelo claro com a jornada de Dante através do inferno na Divina Comédia, ou Priscilla, a Rainha do Deserto no inferno australiano. na versão Redux há ainda uma uma reunião com plantadores de maconha franceses, uma rapidinha com uma das coelhinhas Playboy (cena gratuita apenas para manter o público acordado o público), um cameo Forrest Gump e uma invasão alienígena, que renderia um spin-off chamado Predador.

Kurtz está quase sempre tomado na semi-escuridão ou na escuridão total. Aqui, durante o diálogo com Willard...
...E aqui Kurtz, durante o seu famoso monólogo. Veja como as luzes e sombras tocam no seu rosto e demonstram sua agonia.

Willard encontra a aldeia de Kurtz, ficando impressionado sobre como Kurtz adora ficar na completa escuridão o dia inteiro, sentindo-se até envergonhado em matar alguém tão maluco assim logo de cara, por isso ela passa 1 hora observando a aldeia e seus indígenas malucos, antes de atacar Kurtz e matá-lo de uma vez. Em seu último desejo, Kurtz entrega para Willard um relatório escrito sobre todas as atrocidades cometidas na guerra e pede para que ele leia aquilo, e na sua viagem de volta no barquinho, Willard impressiona-se como aquela carta se apresenta sem erros gramaticais, com períodos e vírgulas no lugar certo. Willard é assim atingido pela primeira vez em sua vida por um grande horror, o horror de perceber que em todos seus anos de vida nunca leu um relatório tão bem acentuado e sem nenhum erro gramatical. A missão estava concluída.

Personagens[editar]

  • Willard - Capacho de um comerciante que foi enviado pelo dono da mercearia para cobrar dívidas suspensas de um caloteiro. Na realidade isto é só um disfarce de uma missão altamente secreta, e ele na verdade é um capitão enviado para matar um coronel desertor chamado Don Vito Corleone, codinome dado ao Coronel Kurtz, em uma missão muito secreta que nunca revelará a ninguém, exceto aos três amigos que fez no barquinho que subiu o rio Nung.
  • Coronel Kurtz - ou Deus Kurtz para os povos indígenas do Camboja que o adoram da mesma forma que os linuxianos amam pinguins, é o ex-líder da máfia italiana que ficou lopuco e foi pro meio da selva. Agora passa os dias enclausurado, por vontade própria, dentro de uma cabana escura, onde passa os dias conversando com a parede, repetindo o mesmo monólogo na esperança de que um dia o seu assassino apareça e escute o seu monólogo, tudo enquanto fora da cabana estão uma mulher índia e um mímico chupando umas sementes de sei lá o que.
  • Kilgore - Coronel muito mais louco e psicopata que Kurtz, que faz uso de guerra psicológica para dissuadir inimigos. Apesar de seu posto elevado no exército, não entende que o volume de um aparelho de som nunca excederá o ruído de um helicóptero em voo, mas insiste em colocar música clássica de Wagner sempre que vai metralhar uma aldeia vietcongue. Também tem gostos bastante estranhos, como surfar no meio da guerra e cheirar napalm pela manhã.