Bando

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Celula2.jpg Este artigo é relacionado à biologia.

Cuidado com o fruto da castanheira-do-pará!

Cquote1.png Você quis dizer: Bunda? Cquote2.png
Google sobre Bando

Bando é o coletivo de qualquer bicho desde que tenham uma certa mobilidade e devem mesmo se movimentar muito senão ninguém que vir, respeitará o bando, por maior que seja. Imagine a banda o bando passando e, ao invés de olhar com curiosidade e respeito, até uma guria fraquinha e delicada levando a irmãzinha ou irmãozinho pela mão, vai zoar aquele grupo de manés e ainda o(a) pirralhinho(a) vai se partir de rir. Ora, isso não é nem nunca será um bando, até a parada gay consegue mais moral, se for dessa forma, pra você ter uma ideia.

Definição de bando[editar]

Alguém viu um flamingo branco-rosado do bico preto e curvo?
Bandos saem de onde menos se imagina.

A diferença entre bando e um grupo coletivo de qualquer espécie, é que o bando deve sempre ter um objetivo claro e não deve nunca destoar, a não ser em casos graves, como por exemplo dá um piti geral e o grupo resolve se suicidar, mas alguém vê que não é necessário. Quem viu deve alertar os demais e mais importante não se suicidar junto. Acha que é difícil isso acontecer? Já ouviu falar num pequeno e megahiperfofokawai mamífero conhecido como lêmingue? Se não conhece procure saber, procure saber. Esse bichinho fofuxo tem muito a ensinar sobre bando que segue um comportamento robótico em demasia. O alerta dos pequeninos lêmingues é sério: Não é porque muitos, mesmo sem ter fogo no ânus resolvem dar a bunda(quando não tem fogo dói mais, segundo seu tio engraçadão) que você deve dar também.

O objetivo do bando, como pode notar, pode ser perigoso caso se torne robótico em demasia: Nesse caso o cérebro passa a apenas obedecer a um comando e não mais à um objetivo: A diferença do objetivo para o comando robótico é que tendo capacidade de análise e sentimentos acima de tudo, o objetivo pode ser modificado segundo o que for mais certo e racional. O indivíduo do bando não pode esquecer de que faz parte de um todo, mas não deve deixar sua individualidade de lado, mesmo porque muitos seres amam essa posição de ladinho, bem por isso a individualidade posta de lado, fica mais vulnerável.

Debandar[editar]

Cquote1.png Imediato, me passe todas as informações sobre o bando. Cquote2.png
Cquote1.png É... São verdes. Cquote2.png

A ordem debandar eu é que não vou pesquisar agora, está pensando o que, mas deve ser algo como quando alguém nota que está vindo um presentinho bem pro meio do bando, então eles devem se dispersar, se separar, desfazer o grupo... isso tudo é o mesmo que debandar. Não seria quando uma banda é desfeita, nem quando alguém junta as duas partes da bunda(como é que alguém assim poderá defecar?), ficando com ao invés de duas bandas, apenas com uma só.

Quando sai neguinho para todos os lados, deve-se dar passagem que é bem mais seguro, em geral correr também, isso perto das favelas já devem estar habituados, mas quando o bando está coeso como no caso de 300 por exemplo, devem todas saírem para os lados, não mais com um objetivo coletivo, mas sim, o salve-se quem tiver culhão mesmo. Lá se foi o objetivo principal e nada mais importa senão a própria vida de cada um dos envolvidos.

As debandadas costumam ser melhores do que a própria formação do bando, parece formiga quando tu malvadamente joga algo bem sobre onde elas estão se organizando: É uma confusão que nem se sabe o que cada uma das formiguinha está pensando, mas como elas são muito responsáveis, costumam não perder o senso de responsabilidade e salvam o que elas acharem que for mais importante. Não sei se são as formigar pequenas, pode ser, mas como mesmo desde pequenininhas as formigas já sabem se virar muito bem numa debandada, elas nem se preocupam, talvez se juntem em trezentas para levar as rainhas, que são maiores do que um barril de vinte litros.

Qualquer animal sabe muito bem formar um bando, mas os mamíferos são algo de se ver mesmo: Eles se organizam, mas sempre continuam com características de desorganizados. As leoas que apenas recebem ordens do macho que depois vai apenas partilhar pro filhotes, sabem já o que devem fazer, ele nem tem que explicar muito, apesar de comê-las no mau sentido. Um tigre por sua vez, para formar um bando tem bem mais trabalho, mas os macacos mesmo é que são os mais espavoridos: Gritam mais do que elefantes, bagunçam mais do que cachorros, pulam mais do que grilos, mas são o que menos cumprem os objetivos do bando, apenas não se extinguiram ainda, todos os primatas porque a mãe Terra tem dó.