Bundas Sagradas de Tebas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Greece-flag copy.jpg "ΑΝΕΓΚΥΚΛΟΠΑΙΔΕΙΑ Η ΘΑΝΑΤΟΣ!!!"

Re, este artigo é grego! Ele come churrasco grego, joga tudo na janela do carro quando acaba e gosta de ganhar de Portugal na Eurocopa, além de estar endividado pra caralho.

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Batalhão Sagrado de Tebas.

A tropa de 300 tebanos descrita nos livros escolares de história como o Batalhão Sagrado de Tebas, os 300 de Tebas ou a Banda Sagrada de Tebas (má tradução do grego antigo Ἱερὸς οπίσθια τῶν Θηβῶν[1], significando Bundas Sagradas de Tebas) foi a tropa de elite do exército tebano, responsável pelas vitórias tebanas sobre Esparta e Atenas durante o período conhecido como Hegemonia tebana.

A tropa era formado por 150 bichas-velhas (os erastes) e 150 viadinhos novos (os erômenos), formando 150 casais amorosos que lutavam juntos (quando não estavam brigando de espada - no outro sentido).

O árduo treinamento militar desta tropa de elite.

A teoria que embasou a formação desta tropa foi baseada nos ensinamentos do filósofo viado Platão, que dizia que um soldado lutaria mais bravamente se estivesse do lado de seu namorado (bobagem, um soldado luta mais bravamente se tiver alguma das duas motivações seguintes: (a) proteger sua família de um invasor estrangeiro que quer matá-lo, estuprar suas mulheres e escravizar seus filhos ou (b) invadir uma terra estrangeira para matar os homens, estuprar as mulheres e escravizar as crianças).

A tropa foi o terror dos inimigos de Tebas entre os anos de 370 a.C. e 338 a.C., quando foi finalmente aniquilada por Alexandre o Grande.

Alexandre derrotou a tropa com um tática que combinava astúcia militar com estratégia geopolítica: primeiro, ele se infiltrou no acampamento tebano disfarçado de erômeno, e deu para todos os 150 erastes. Em seguida, ele voltou disfarçado de erastes, e comeu os 150 erômenos. No dia seguinte, durante a Batalha de Queroneia, ele se mostrou às Bundas Sagradas de Tebas e perguntou aos casais:

Quem de vocês comeu minha bunda? Quem de vocês teve sua bunda comida por mim? Não tenho eu uma bunda melhor do que os seus erômenos? Não tenho eu um pau mais duro que seus erastes?.

Com isto, os casais ficaram discutindo, a tropa não lutou de forma coesa, e os macedônios massacraram os tebanos.

Alexandre aproveitou e arrasou Tebas, destruindo seus muros. Mas esta é outra história de putaria e fica para outro artigo.

Referências[editar]

  1. A palavra οπίσθια se refere exclusivamente à bunda masculina; a palavra grega para bunda feminina é γλουτοί ζεστό, αλλά δεν μου αρέσει γιατί εγώ προτιμώ τον άνθρωπο, e, pelo tamanho da expressão, dá para ver que eles não usavam isso quase nunca
Nuvola apps atlantik.png Coloque mais dados aqui. Batalhão Sagrado de Tebas merece!

Aqui poderiam estar mais dados relevantes ao invés dessa merda.
Esclareça os fatos, melhore a redação e assim salve uma alma do purgatório.
Seja útil uma vez na vida e contribua para este artigo ou seção melhorar: edite-a

Este artigo está amaldiçoado por Cazeaje
comprar um Montante para tirar a maldição!