Boneco de Olinda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Cquote1.svg Você quis dizer: Roberto Justus Cquote2.svg
Google sobre Boneco de Olinda

Origem[editar]

O Bonecão de Olinda é uma criatura sobrenatural nascida das águas do rio Capibaribe (rio mitológico da cidade do Recife - Pernambuco, cujas águas podres de caca geraram vários mutantes do mangue, mais conhecidos como X-Mangues, que ganharam o mundo com outras alcunhas, tipo Mulher-Carangueijo e Homem-Sururu, derivados de comidas típicas da fauna local).

O Bonecão de Olinda foi criado pelos manguezais e se alimentava exclusivamente do lodo do fundo do rio e de restos de coxinha e copos descartáveis que o povo jogava no leito fluvial. Uma tarde, depois que a maré secou, um sujeito desconhecido, derrubou uma carga de origem paraguaia no leito seco do rio, esta constituída de pentes de bolso de plástico, vassouras piaçava importadas da China e outros cacarecos feitos de derivados do petróleo.

Um exemplo de Boneco de Olinda.

A criatura disforme, aparentada a carangueijo, encontrou meios para formar um corpo e sair do lodo, a fim de caminhar livremente como as criaturas humanas que ele via todo bendito dia cruzar as pontes do Recife. Nadando até a divisa, ele conseguiu se arrastar até a praia de Casa Caiada, onde foi encontrado por um vendedor de picolé bêbado em pleno dia de carnaval. A fusão foi imediata e desde esse dia, a criatura conhecida como Bonecão de Olinda vaga alcoolizada pelas ladeiras do centro histórico, esbarrando nos rebocos do casario centenário e dormindo nos batentes das igrejas. Ele pode ser encontrado nos Quatro Cantos, à meia-noite e um terço. Basta dar três assovios e gritar bem alto: Ê Bonecão!" que ele se achega a você. Seus longos dedos costumam buscar orifícios para se proteger do frio.

A Família[editar]

O Bonecão multiplicou a espécie depois de cruzar com um varal de roupas. Hoje, você encontra todos os decendentes e pariceiros do Bonecão em lojas de artesanato e é claro, na época do Carnaval, vagando por todas as esquinas e ruas de Pernambuco. Ele tem muitos parentes em Cabrobó e Gravatá, e uns distantes em São Paulo e Nova York e Max Antonio Silverinha(Timon,MA, Este cruzamento de uma Bonecona com uma cabeça de alho ). Porém nas horas vagas ele passa na tua casa e se diverte com a tua mulher. Tu realmente acha que você tem filhos???

O caso com Skol[editar]

A latinha de Skol é uma raridade hoje em dia pois se tornou alvo de jovens investidores da bolsa (de estopa) que vendem o material e alimentam o sistema (o deles mesmo, com comida, barata mas limpinha). Em todo caso, o Bonecão e a Garrafa de Skol são irmãos de causa e é muito comum você esbarrar com estas duas figuras míticas do Carnaval pernambucano juntas, pulando o frevo, com sombrinha e tudo.

Vida de Modelo[editar]

Com mais de cinco metros de altura e uma silhueta esbelta de cano 8 polegadas, o Bonecão é um modelo internacional, cobrando cachê em Euro para fazer qualquer aparição. Para podermos publicar sua foto aqui, tivemos que *** * **.