Brad Whitford

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Giphy (2).gif Este artigo é sobre um GUITARRISTA!

Ele idolatra o Rock como se sua vida dependesse disso e sua técnica milenar vem da terra.

Como Brad vê sua guitarra após tomar LSD antes de subir no palco.

Brad Whitford é o chorão do Aerosmith e também o guitarrista base. Tem outros apelidos como "Paga-pau do Joe Perry", "Queremos o Joe nos solos" e "Guitarrista freelancer" devido a praticamente todos os fãs do Aerosmith acharem que Brad é um guitarrista que não toca na banda e só tocou naquele show.

Primeiro contato com o Instrumento[editar]

Brad era só mais uma criança que fazia aulas de Saxofone na escola obrigado. Por três anos ele tocou saxofone até que ele descobriu o Jazz, não o rock. Como ele não tinha chegado na puberdade não sabia que era uma tremenda babaquice tocar Jazz e saxofone. Enfim, ao chegar na puberdade ele descobriu como tocar saxofone era coisa para um metido à Kenny G.

Foi mais ou menos assim, havia rodas de amigos no colégio e ele quis participar. Trouxe seu saxofone e fez o pézinho, todos esperaram mas quando ele tocou todos se voltaram para o colega sentado em um banco que tocava violão. É aí que ele percebe que se ele resolvesse ficar no Jazz e no saxofone ia acabar como um velho cabeludo, virgem e tocando músicas de fundo de elevador.

Vendeu o saxofone para qualquer otário que encontrasse, comprou um amplificador e uma caixa de som e começou a estudar guitarra.

Mesmo assim, ele não tinha conseguido "pegar" ninguém pois acabaram colocando ele sempre como segundo guitarrista, então ninguém ligava.

Aerosmith[editar]

Cquote1.png Ai que chato esse Steven é! Cquote2.png
Brad sobre Steven mostrar a paixão do casal no lançamento do guitar hero deles.

Brad se decide e diz a si mesmo que ele irá seguir os caminhos da música, seu pai acaba o chutando de casa e dizendo que era só para voltar para lá quando estivesse faminto e com muita fome, Brad não queria bancar o fracassado então ficou 5 anos com sua guitarra mendigando por aí.

Quando ia voltar para a casa de seus pais admitir o fracasso, aparece Steven Tyler gritando da janela do quarto de hotel em busca de uma guitarrista base para substituir o outro que havia virado um drogado da cracklândia. Steve achou que um mendigo ia ser bom para atrair atenção de outras pessoas para a banda e o contratou.

Por sorte, ele tocava muito bem bases, também tocava solos bem mas o Joe tinha que ficar na segunda guitarra. Eles começam os shows mas ele começa com uma birra de querer ser o guitarrista solo uma vez na vida.

Então, pela centésima vez não, ele sai de birra da banda e vai para uma banda menor onde achava que teria destaque.

Retorno ao Aerosmith[editar]

Havia um erro de cálculo nas ideias de Brad: ninguém ligou se ele tinha pulado fora da banda. Por isso a outra banda que ele fez que tinha o nome dele mais um "St. algumacoisa" não vingou e ele acabou voltando chorando admitindo o fracasso 5 anos depois para o Aerosmith. Mesmo assim ninguém ligou, mas como Steven Tyler era apaixonado por ele deixou ele voltar.

Com o retorno agora ele e Joe iriam se revezar nos solos e bases, apesar de tudo, ninguém ligava para ele ou queria ele por perto quando ele fazia suas "magias" com a guitarra. Eles ainda o achavam um guitarrista freelancer.

Então ele aprendeu com Tom Hamilton de ficar na dele, pois em uma banda com 5 integrantes provavelmente ele só seria mais importante que o baixista.

Atualmente[editar]

Ele e Steven cultivam um amor fraternal, ele não tem o mesmo entusiasmo pois precisa namorar Steven para continuar na banda, mesmo assim, ele tenta ser mais solto que o Joe Perry, que sabe dos boatos sobre Steven.