Brian Boru

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Este artigo é relacionado à história.

E vive dando golpes.

D opressaoromana.jpg

Cquote1.svg Droga, é o Braia Cquote2.svg
Sigtrygg Silkiskegg sobre Brian Boru

Brian Boru O'Brien O'Callaghan foi um monarca medieval da Idade Média que, apesar desse primeiro nome inglesado, era irlandês. Só de conseguir a proeza de unir os reinos daquele barril de pólvora de sectarismo que é a Irlanda já se tornou uma figura lendária, entrando para a história como Grande Rei da Irlanda ou Alto-Rei da Irlanda (tinha 1,98m de altura).

Juventude[editar]

Brian quando ainda não tinha barba, fazendo teste para entrar no Manowar

Não existem dados confiáveis sobre a data de nascimento de Brian Boru, pois lendas assim não nascem, elas sempre existem. Surgiu sendo um dos doze filhos de Cennétig mac Lorcáin, rei de Dál gCais e rei de Tuadmumu com Bé Binn inion Urchadh, filha de Urchadh mac Murchadh, rei de Maigh Seóla (lá quanto mais ilegível o nome, mais imponente a pessoa).

Como a terrinha dos leprechaun tinha mais de 150 reinos na época (como cabia tudo isso??) e todos brigando entre si fechados numa só ilha, tipo um Big Brother Irlanda, não foi difícil para Brian se iniciar na carreira monárquica. Começou como o humilde rei de Tuadmumu, e foi promovido a rei de todo o Munster depois que seu pai e irmão morreram no cargo, que na época tinha alto grau de insalubridade. Mas ele tinha mais ambições.

Reinado[editar]

A partir de 790 a Irlanda passa a ser importunada por invasões vikings, que logo viram assentamentos de nórdicos tarados em busca das famosas Ruivas Irlandesas Ninfomaníacas Bissexuais; com a desunião da galera ali, era questão de tempo para virar merda. Impassível perante a essa ameaça, Brian saiu em campanha ao norte afim de convencer os outros sub-reis de que ele era o mais machão, gostosão e com a juba ruiva mais sedosa de toda Irlanda e que, por isso, deveria ser o manda-chuva de todos eles. Convenceu alguns que declararam lealdade, mas outros continuaram bancando os rebeldes sem causa e com isso Brian teve que lutar em três fronts: os vikings, os irlandeses revoltosos, e os irlandeses revoltosos aliados com vikings.

Haja o que hajar, em 1002 Boru foi coroado Alto-Rei da Irlanda (ele usou umas botas de plataforma para fazer mais jus ao título) e houve paz por 10 anos seguidos em terras gaélicas, o que tendo em vista a história desse país é puro milagre. Uma vez seguro no trono, Brian Boru matou tempo fazendo o de praxe dos monarcas europeus da época, como cristianizar a Irlanda e expulsar a rotineira invasão pagã aqui e acolá.

Morte[editar]

Brian supostamente teria ido dessa pra uma melhor em 1014, na Batalha da Cloaca, esfaqueado nas costas por um viking enquanto rezava em sua tenda. Mesmo assim seu exército foi vitorioso ante os nórdicos e ruivos traíras, pois nem morto ele aceitava perder uma luta.

Mas claro que esse não foi o verdadeiro fim de Brian Boru. Escapou para Boston, onde fundou o Boston Celtics como divulgação de sua pátria no Novo Mundo e jogou cinco anos lá como ala-pivô sob o nome Brian Scalabrine, a Mamba Branca.

Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!